Legislativo

Sábado, 16 de Janeiro de 2010, 18h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Senado

Projeto que prioriza processos sobre improbidade ganha força

Senadora Serys Marli (PT)   O Projeto de Lei Suplementar 353/05, da petista Serys Marli, que pretende tornar mais célere o processo por improbidade administrativa, em tramitação no Senado, pode ganhar força caso a PEC 97/02 seja aprovada. A proposta, que aguarda inclusão na ordem do dia do Plenário após a retomada dos trabalhos legislativos em fevereiro, prevê que os processos judiciais por improbidade administrativa tenham prioridade sobre todos os demais, podendo correr, inclusive, nos períodos de férias e recessos forenses, ou até mesmo iniciar-se nessa época do ano. A meta é modificar a Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92), que prevê punições a agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício do mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional. A autora foi a então deputada Iara Bernardi.

   A PLC foi relatada pelo senador Demóstenes Torres (DEM/GO) na CCJ, onde passou por reexame e foi aprovada em julho de 2009. A primeira aprovação ocorreu em 2003. A autora argumenta que a lei perde sua vocação repressiva e intimidatória por causa da demora na tramitação dos processos judiciais, facilitando assim a atuação de "agentes públicos inescrupulosos que agem à sombra da impunidade que vislumbram".

   Além da proposta e do projeto de Serys, tramitam ainda no Senado outras propostas que tratam do tema improbidade administrativa. Uma delas é a PEC 33/06, de autoria da CPI dos Correios, que determina que os Tribunais Regionais Federais (TRFs) constituam câmaras e varas com competência exclusiva para o julgamento dos crimes contra administração pública e o sistema financeiro nacional, de "lavagem" de dinheiro e ocultação de bens, diretos e valores, e das ações de improbidade administrativa, de acordo com emenda do relator na CCJ, senador Antonio Carlos Junior (DEM-BA). A proposta também aguarda inclusão da ordem do dia e, se aprovada, seguirá para a Câmara dos Deputados.

   Há também o PLC 10/06, que inclui como ato de improbidade administrativa a publicidade custeada com recursos públicos que contenha agradecimento a autoridades públicas pela realização de obras e serviços. A matéria também aguarda inclusão na ordem do dia. Já o PLS 319/07, do senador Pedro Simon (PMDB/RS), aumenta de cinco para 16 anos prazo de prescrição da ação de improbidade administrativa. A matéria aguarda votação na CCJ. Existe ainda o PLS 537/03, do senador Demóstenes Torres (DEM/GO), que recebeu emenda substitutiva do senador Álvaro Dias (PSDB/PR) na CCJ e pretende estabelecer prazo prescricional de dez anos para os processos por improbidade administrativa, contados da data do ato de improbidade. A matéria ainda aguarda análise na comissão.  

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • carlos araujo | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 23h12
    0
    0

    Essa marli shesarenco nunca platou uma Arvore em mato Grosso so sabe brigar com quem faz por nosso Mato Grosso.ela so conhece brasilia. O tal Abicaliuuuu so conhece nova Friburgo-rj

  • marcio Campos | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 08h05
    0
    0

    E uma pena que ainda existam pessoas que acreditem que a política deva ser feita na porrada. Serys evoluiu para uma forma de paz e amor ao povo. Nunca parou de trabalhar em prol do Brasil e de MT. Um senadora como ela deve ser motivo de orgulho a qualquer Estado da federação. Aqui pelo visto, querem um lider sindical nos moldes dos anos 80, radical e sem casbeça. Penso que seja hora de evoluirmos para compreender que a política, assim como a democracia evoluiu, mudou e não dá mais brechas ao radicalismo.

  • Prof. Luis Carlos Ferreira | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 06h34
    0
    0

    Além do idealismo... a disposição e disponibilidade humana. Convido a Professora à reeleição... Juntos permaneceremos lá - pela continuidade e avanços!!!!!!!!

  • chacal | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 09h40
    0
    0

    este e o nivel da senadora, parabens.

  • PEDRO PAULO | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 06h16
    0
    0

    Esta chegando o final do mandato e a nossa porfessora tenta mostrar serviço. Fico lembrando do tempo da UFMT, a nossa professora idealista e agora virou Paz e amor, como ela mudou para pior, o que o poder não faz. Neste ano (eleição) um abraço professora, pode arrumar as malas e voltar pra sua casa.

  • agnaldo | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 01h15
    0
    0

    É uma pena que ainda é um projeto!!!. As leis no brasil só serve para gastar papél, Sèria muito bom se foce aprovado esta lei , imagina o limpa que ia acontecer na politica matogrossense.

IFMT e jogos de azar em campeonato

ivo da silva 400 curtinha   O professor Ivo da Silva (foto), que integra a Diretoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de MT (IFMT), com sede em Cuiabá, apresentou um requerimento ao reitor Willian de Paula, solicitando que sejam suspensas todas as modalidades esportivas correlatas ao...

5 empresas de ônibus estão na disputa

Cinco empresas concorrem à milionária licitação do transporte coletivo de Cuiabá, que será feita em três etapas. Entregaram a documentação nesta sexta à Comissão de Licitação. São elas:  Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte...

Nildo deixa Gefron e assume Cáceres

 Jos� Nildo Silva   O coronel José Nildo Silva (foto) deixa o comando do Gefron, responsável pelas ações de combate aos crimes na fronteira, especialmente tráfico de drogas, para assumir o 6º Comando Regional de Cáceres. Antes, Nildo também liderou o Bope, tropa de elite da...

Vereador ganha mais que o prefeito

emanuel pinheiro 400 curtinha   Vereadores estão sendo pressionados por sindicatos de servidores da Capital para levar a Câmara Municipal a elaborar e aprovar uma lei, aumentando o salário do prefeito Emanuel (foto) para, a partir dessa elevação do teto, beneficiar também diversas categorias. Nessa...

MT cria delegacia contra à corrupção

O governador Mauro Mendes (DEM), atendendo exigência do ministério da Justiça e Segurança Pública, sob Sérgio Moro, determinou a criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR). A medida visa ter acesso aos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. No decreto, fica estabelecido que a DECCOR será conduzida por um delegado da classe especial e que será subordinada...

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.