Legislativo

Terça-Feira, 01 de Fevereiro de 2011, 12h:30 | Atualizado: 01/02/2011, 15h:11

Câmara de Cuiabá

Recesso termina; vereadores adiam retorno para esta 4ª

Júlio Pinheiro   Termina nesta terça, 1º de fevereiro, o período de recesso na Câmara de Cuiabá, que teve início em 23 de dezembro. Os vereadores já devem estar à disposição da Casa, no entanto, a sessão especial para a abertura oficial dos trabalhos legislativos acontece somente nesta quarta (2), a partir das 9h. Na ocasião, não será colocado em pauta de votação nenhum projeto. Também não estão previstos pedidos de afastamento e posse de novos parlamentares.

   Diferentemente do que acontece nos legislativos estadual e federal, os trabalhos serão conduzidos pela nova Mesa Diretora da Câmara, eleita no ano passado e empossada em 1º de janeiro. O presidente da Câmara, vereador Júlio Pinheiro (PTB), garantiu que tem algumas prioridades para as primeiras sessões. “Tem duas coisas que não abrimos mão”, destacou, referindo-se ao debate sobre o abastecimento de água e coleta de lixo.

   Pinheiro ressalta que convidou o presidente da Sanecap, Antonio Carlos Ventura, para participar das primeiras sessões do Legislativo. “A população quer saber o que a vai ser feito para resolver o problema da água em Cuiabá”, ressaltou o vereador. De acordo com ele, desde que a solução proposta não seja a privatização e não onere o bolso do contribuinte, a Câmara apoiará qualquer ação.

   O presidente ainda aponta que, logo em seguida, convidará o secretário municipal de Infraestrutura, Paulo Borges (PSDB), para prestar esclarecimentos sobre a coleta do lixo, apontada como um dos maiores problemas da Capital no ano passado. O gestor foi uma indicação da própria Câmara e, segundo Pineiro, tem feito um excelente trabalho. No entanto, o vereador questiona o novo contrato feito com a empresa responsável pela coleta. “Defendo que o prefeito faça uma nova licitação baseada na tonelagem, assim teremos o resultado muito mais rápido”, destacou.

   Entre os projetos que devem ser aprovados ainda neste primeiro mês de atividade está a implantação da terceira sessão semanal na Casa. “Estamos estudando se as sessões das quartas serão ordinárias ou faremos à noite, cada dia em uma bairro”, explicou. Para ele, depois de definida essa questão, o projeto deverá ser aprovado pela maioria dos parlamentares.

   Também deve entrar na pauta de votação dois projetos que serão encaminhados pelo poder Executivo. O primeiro, que conforme o prefeito Chico Galindo (PTB) já está pronto, transforma a Agência Municipal de Habitção em secretaria de Cidade, e outro, ainda em fase de estudo, mas com previsão de entrar em vigor já em março, trata do reajuste salarial dos servidores DAS.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Jânio Martinez | Terça-Feira, 01 de Fevereiro de 2011, 21h52
    0
    0

    Esses vereadores estão bem cansados,que vai ser um sono,1 primeira sessão. Tem neguinho que passou o tempo todo em sua chácara,cansado de não fazer nada. Até abandonou o serviço,ainda bem que não precisou dele pra assinar algum documento. o cidadão estava com as pernas pra cima bem tranquilo. Enquanto isso a cidade tá um "CAOS URBANO". E a Câmara sendo furtada.

  • paulo | Terça-Feira, 01 de Fevereiro de 2011, 16h49
    0
    0

    Engraçado, né. Parece que somente a Câmara de Cuiabá é notícia. E Várzea Grande fica onde? Onde estão as notícias do legislativo da cidade industrial???

  • roberto dias santiago | Terça-Feira, 01 de Fevereiro de 2011, 14h41
    0
    0

    Mas quem é que sente a falta dessa câmara de Cuiabá. Acho que esse vereadores deveriam ficar de ressesso eternamente, mas sem salários!!!

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.