Legislativo

Quinta-Feira, 17 de Abril de 2014, 08h:34 | Atualizado: 17/04/2014, 08h:39

Reduzida a verba indenizatória

A Justiça emitiu nova decisão limitando a VI em 60% do salário recebido

A pedido do MPE, o valor que deverá ser pago a cada vereador em Cuiabá a título de verba indenizatória não poderá ultrapassar o limite máximo de 60% do subsídio para cada legislatura. Com a decisão, a quantia que era de R$ 25 mil cai para R$ 9 mil. A decisão é da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Popular. A ação foi proposta em decorrência de lei aprovada em janeiro do ano passado pelos vereadores.

Aconteceu a limitação da verba indenizatória dos vereadores e do gabinete da presidência da Câmara ao teto constitucional, de modo que, somados, o subsídio e a verba indenizatória não ultrapassem o subsídio do prefeito Mauro Mendes (PSB), que é de R$ 22 mil. Cabe recurso da decisão.

"Não é muito difícil ventilar a existência, em tese, de aumento indireto do salário, oportunismo político e zelo pelos interesses pessoais em detrimento dos interesses da sociedade”, diz o parecer.  A juíza ainda destacou que a verba indenizatória tem como fim o custeio de despesas inerentes à atividade parlamentar e que devem ser suportadas pelo poder público.

Na época da aprovação da lei, o presidente da Câmara João Emanuel (PSD) e os demais vereadores aprovaram o valor de R$ 15 mil como subsídio e instituíram verba indenizatória no valor mensal de R$ 25 mil. Ainda assim, verifica-se que desde que a verba indenizatória foi instituída no âmbito da Câmara Municipal de Cuiabá, seu valor vem sofrendo vultoso aumento, chegando a representar 166,35% do subsídio atual dos Vereadores. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Queda-de-braço em Alto Araguaia

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), enfrenta uma queda-de-braço com os vereadores. Recentemente, oito dos 11 parlamentares encaminharam ofício ao chefe do Executivo, inclusive com cópia para o MPE, considerando inoportuna, descabida e suspeita, neste momento de pandemia, fazer obra...

Estado amplia leitos de UTI no Sul

gilberto figueiredo 400 curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) reclama, sem citar nome, da forma como a prefeitura rondonopolitana está encarando a pandemia da Covid-19. Mesmo o governo federal já tendo pago diárias antecipadamente e, inclusive por três meses, de 10 leitos de...

Briga inconsequente com Santa Casa

z� do patio 400 curtinha   Acuado pela consequência da falta de planejamento e de gestão, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, está numa luta descabida de tentar encontrar culpados pelo avanço da Covid-19 no município. A prefeitura não construiu, sequer,...

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a administração Emanuel Pinheiro em Cuiabá

excelente

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.