Legislativo

Sábado, 28 de Dezembro de 2019, 09h:13 | Atualizado: 28/12/2019, 17h:11

EM CUIABÁ

Reforma prevê R$ 26,5 milhões de economia com corte de comissionados

Rodinei Crescêncio

Prefeito de Cuiab� Emanuel Pinheiro

Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro enviou projeto, que foi aprovado pela Câmara ontem

Por 16 votos favoráveis contra 6, o projeto da reforma administrativa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi aprovado pela Câmara Municipal, durante a segunda sessão extraordinária desta sexta (27), data na qual os vereadores realizaram força-tarefa para limpar a pauta do Legislativo.

A reforma promete mexer na gestão dos comissionados da Prefeitura. Segundo o projeto do prefeito, haverá redução de mais de 360 cargos em comissão, o que poderá garantir uma economia de 43,91% nos cofres municipais. O total a ser economizado com os cortes, segundo o projeto, é de R$ 26,5 milhões.

O projeto entrou em regime de urgência na pauta de votação dos vereadores. Emanuel tinha encaminhado o projeto à Câmara em outubro, mas retirou-o para atualizações em novembro. Entre as mudanças, está a extinção das secretarias de Serviços Urbanos e a Extraordinária dos 300 anos.

Duas outras atividades do staff foram desmembradas e ganharam status de secretaria na reforma. A Secretaria de Comunicação foi desvinculada da Secretaria de Governo, e a Secretaria de Turismo ficou independente da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Além disso, foi criada a Secretaria da Mulher, que será responsável por guiar políticas voltadas para igualdade e combate à violência contra as mulheres.

Para suprir a extinção da Serviços Urbanos, sob José Roberto Stopa, será fortalecida a Empresa Cuiabana de Limpeza Urbana (Limpurb), que já existe e será vinculada à Secretaria de Obras. Conforme adiantado pelo próprio Emanuel, Stopa perderá o título de secretário e vai atuar como diretor-geral da empresa pública. Para intensificar o trabalho de limpeza, será criada uma diretoria de Zeladoria, conforme já havia sido anunciado pelo prefeito.

A Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano passará a ser chamada de Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Pessoas Com Deficiência.

Foram contra a reforma os vereadores Diego Guimarães (PP), Wilson Kero Kero (PSL), Felipe Wellaton (PV), Marcelo Bussiki (PSB), Abílio Junior (PSC) e Lilo Pinheiro (PDT) votaram contra a mensagem. Diante da aprovação, a mensagem segue para sanção do Executivo Municipal. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h44
    3
    0

    SENHOR REDATOR Os comentários por mim enviado, ha poucos minutos se refere a MATÉRIA com o título ""Comissionados terão R$ 22 milhões de VI e secretária aponta correção de distorções""" por gentileza solicito que troque, e faça as publicações de acordo com a matéria...... GRATO

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h37
    3
    0

    E TEM MAIS Neste mesmo dia 29/12, outro jornal virtual apresentou como TÍTULO da "Assembléia Legislativa" o seguinte REFORMA PREVÊ R$ 26,5 MILHÕES DE ECONOMIA COM CORTE DE ""COMISSIONADOS"" Que DESENCONTRO É ESTE????? Um, querendo cortar GASTOS e outro querendo AUMENTAR???? DURMA COM ESSA!!!!!!

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h37
    3
    0

    COMPLEMENTANDO UM QUESTIONAMENTO!!!! QUANTAS UTIs, daria para construir com ESSA DINHEIRAMA?????? A SAÚDE está pedindo S.O.S.., há muito ........ FIM DE PAPO.....

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h36
    3
    0

    COMPLEMENTANDO Nada contra o "REAJUSTE!!!! Já disse anteriormente...Se tem algum dispositivo que ampare... ORA BOLAS!!!QUE REVOGUE ...A população está SATURADA !!! Porque não mudar esse título de "VERBA INDENIZATÓRIA"" para alguma coisa... tipo "gratificação por Incentivo" Essa palavra "INDENIZATÓRIA" vem soando mal há muito. principalmente nos gabinetes de parlamentares (federal e estadual e até municipal ) Visto que...., as suas finalidades são desviadas para pagamentos extras Em restaurantes, viagens, hospitais, farmácias etc e etc ... Já pagaram até TAPIOCA... e o mais curioso nisso tudo... é que já pagaram até VELÓRIO de um político em MT...Querem prova??? Taí a mídia, que propalou na ocasião... enfim "GASTOS" pessoais E a mídia , sempre vem nos mostrando os seus destinos. ORA BOLAS!!! Ninguém está sendo prejudicado para ser indenizado. Daí... , a não necessidade do termo "INDENIZATÓRIA"" Mas.,,, deverá abrir precedente para os demais servidores(COMISSIONADOS) do Estado. Não bastasse a "VERBA VEXATÓRIA" para os poderes "LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO" que já é uma "VERGONHA NACIONAL", e que atualmente, é combatida e enojada por toda a população brasileira.

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h35
    3
    0

    COMPLEMENTANDO Ao longo do Ano, o que a MÍDIA divulgou dessa "CASA DO POVO", rotulada de "CASA DOS HORRORES", pela toda mídia.., NÃO está em NENHUM GIBI.!!!!"!.... O Mau Uso do Dinheiro Público, esta em todos os lugares, não é somente ""PRIVILÉGIO" dessa Câmara Legislativa. "UM RECADINHO a todos os parlamentares e edis, deste país", Chegou o momento oportuno, para acabar de uma só vez e, com tiro certeiro dessa tal de "Verba Indenizatória". O que não dá para entender mesmo é o por que do título "Indenizatória". Está indenizando quem???. Então vou explicar..... Não deixa de ser um salário indireto, pelo qual se entende de uma contraprestação, paga pelo empregador, aos serviços prestados pelo trabalhador por ele contratado. Já a indenização, coisa diametralmente diversa, destina-se a reparar um direito malferido, reparação de danos etc. QUE NÃO É O CASO. Há parlamentares (EDIS)com a cara de pau que essa "verbinha extra" já estava inserida no orçamento. ORA BOLAS!!!! Devemos lembrar que... Há no Congresso Nacional, INÚMEROS PROJETOS, colocando um FIM nessa VERBA NOCIVA a todos leitores e contribuintes.. ..., Torno a REPETIR.... O ""Orçamento é lei autorizativa, o Executivo pode eliminar despesas extravagantes, esbanjadoras e dissipadoras como essa no momento da execução. É o mínimo que pode ser feito e é o que O POVO ESPERA.

  • Armindo de Figueiredo Filho | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 13h35
    3
    0

    A verdade seja dita, Não há dúvida de que essas verbas não são "INDENIZATÓRIAS", mas, sim, "REMUNERATÓRIAS". Daí, a situação fica mais grave ainda. Pois, se de um lado os beneficiários não carecem prestar contas dos vultosos recursos auferidos via tais verbas "vexatórias"", mês a mês e ano a ano, de outro eles também não recolhem Imposto de Renda e nem arcam com a contribuição da Previdência Social sobre essas verbas. Em alguns casos, essas "VERBINHAS EXTRAS"" se prestam até mesmo para burlar o subteto constitucional de algumas carreiras públicas (em termos geais), tendo em vista os altíssimos /proventos/subsídios que já percebem . ORA! ORA! ORA! E TEM MAIS!!! Hoje, além da impunidade dos crimes de colarinho branco, da corrupção de prioridades, do obscurantismo, autoritarismo, palacianismo e neopatrimonialismo, Essa "VERBINHA" que gerou e continua gerando um "MAL ESTAR", precisa ser debatido e enfrentado pela sociedade... essa que é a verdade!!!, Não passam de verba "famigeradas" , servindo apenas para uso pessoal (auxílios moradia, transporte, restaurante, etc e etc... e por aí vai ... enfim !!! Manifestadamente inconstitucionais e imorais. VAMOS LÁ!! Em muitos casos, (raríssimas exceções) não é exigido dos beneficiários que comprovem as despesas realizadas de qualquer centavo que seja do dinheiro recebido. sem demonstrar o destino dado a ele.. É DE LASCAR!!!! Eis um questionamento!! Essa despeinha, Estava ou Está prevista no orçamento??? Se tiver.... manda cortar. Devemos lembrar que o orçamento é lei autorizativa, e o Executivo pode eliminar mais essa despesa; já que a população em geral, classifica como extravagantes, esbanjadoras e dissipadoras por todos os lados. ENFIM! NINGUÉM QUER SABER DESSE QUADRO DEMONSTRATIVO!!!....PASSEI POR CIMA..,Não deixa de ser mais uma afronta a nós contribuintes. O Povo não aguenta mais falar nessa tal de verba Vexatória/Indenizatória ou seja lá o que for. É descabida no momento, não deixa de ser um mais um salário indireto,e todos já sabem onde elas vão parar... O governo não deu um centavo de aumento para a maioria das categorias que vem reivindicando reposição salarial (VER RGA) há anos e, agora vem MAIS ESSA?? Essa CASA DO POVO, com mais uma de suas excentricidades .. .NOS POUPEM!!!!! FIM DE PAPO....

  • Carlos | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 09h16
    3
    0

    Aquele galho de goiabeira verde, sem folha teria muito uso para esta reportagem.

  • Joaquim | Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 09h06
    2
    0

    Ué o Mane Gogó disse que estava cortando gastos, essa a população de Cuiabá não vai entender!

  • Felipe | Sábado, 28 de Dezembro de 2019, 16h28
    4
    1

    O Prefeito atual está igualzinho a seus antecessores e a ex-governadores de Estado. Todos dizem cortar pelo menos 25% dos DAS. Mas sempre estão existindo DAS de sobra. Pega na mentira.

  • Gabriel Jesus | Sábado, 28 de Dezembro de 2019, 13h33
    4
    2

    Esses vereadores da base do paletó vão levar uma surra do povo cuiabano ano que vem!!! Na urna daremos a resposta. Fora paletó!!! Fora vereadores vendidos!

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.