Legislativo

Segunda-Feira, 26 de Maio de 2014, 19h:22 | Atualizado: 27/05/2014, 13h:02

Relator suspende debate do MT-Prev por falta de deputados em reunião

.

alexandre_comissao.jpg

  Alexandre César conduz o diálogo entre Executivo, Legislativo e Judiciário 

O debate acerca da implantação do MT-Prev, que cria o fundo único previdenciário, está suspenso em virtude da não participação dos deputados que são integrantes da Comissão Especial que estuda o projeto na Assembleia. A decisão de cancelar a discussão foi do deputado estadual e relator do projeto, Alexandre César (PT), que vinha conduzindo o diálogo com  Executivo, Legislativo e Judiciário.

 “Nos reunimos em três deputados na semana passada e encaminhamos que a maioria dos deputados viria para esta reunião, mas já são 14h40 e eles não compareceram”, ressalta o petista antes da reunião da Comissão Especial, nesta segunda (26), na presidência da Assembleia. Alexandre afirma ainda que nem é o papel do relator de tomar decisão solitária, uma vez que precisava ter pelo menos a maioria da Comissão envolvida no processo.

Os servidores pedem mais tempo para discutir esta matéria que vai interferir na vida de mais de 100 mil servidores dos três poderesn assim como do Ministério Público Estadual, da Defensoria e do Tribunal de Contas do Estado.

O Fórum Sindical externa preocupação com a possibilidade de o projeto ser colocado para votação em caráter de urgência a qualquer momento, do jeito que está, já que só a metade dos artigos foi apreciada. O risco dessa situação previdenciária não mudar será o aumento da dívida pública por meio da antecipação de receitas para cobrir o déficit atual.

 Além de Alexandre César, os deputados que formam a Comissão Especial José Riva (PSD), Ezequiel Fonseca (PP), Wagner Ramos e Emanuel Pinheiro, ambos do PR. (Com Assessoria)

AL discute MT Prev; servidores não querem comissionados na gestão

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Pedro Lima cohen | Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014, 14h31
    0
    0

    Onde está o legislativo? fugindo de que? não tem como ter parti$$ipação ativa?

  • cuiabana | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 08h02
    0
    0

    cuiabana, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.