Legislativo

Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 12h:15 | Atualizado: 07/07/2017, 13h:23

Cuiabá 300 anos

Vereadores criticam secretaria dos 300 anos de R$ 1,4 mi e pedem a revogação

Gilberto Leite

Gilberto Figueiredo

Vereador Gilberto Figueiredo é contra criação de nova secretaria

Os vereadores por Cuiabá contrários a criação da secretaria extraordinária de Cuiabá 300 anos (SEC 300) – Felipe Wellaton (PV), Marcelo Bussiki e Gilberto Figueiredo (ambos do PSB) – sugerem que o prefeito Emanuel Pinheiro revogue a criação da pasta e a incorpore à secretaria de Planejamento ou do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá (IPDU). Apesar de ter votado a favor da criação da pasta, Abílio Junior (PSC) encampa as medidas do trio.

A medida, segundo os parlamentares, é em virtude da atual realidade econômica do município. De acordo com Wellaton, que é membro da Comissão Permanente de Fiscalização e Acompanhamento de Execução Orçamentária, o impacto financeiro com a criação da pasta e seus 16 cargos será de mais de R$ 1,4 milhão anual. “Em um momento que falta insumos ao pronto-socorro e às policlínicas de Cuiabá, entendo que não é hora de gerar mais gastos com criação de cargos”, pontuou.

A Prefeitura de Cuiabá argumenta que a criação, aprovada durante a sessão de ontem (7), visa propiciar que sejam feitas ações para planejar e promover o desenvolvimento de Cuiabá nos próximos anos. Caberá à pasta atuar em prol de iniciativas práticas para melhorias estruturais e concretas em todas as esferas de crescimento da Capital, que chega aos 300 anos em 2019.

Além dos problemas da saúde, Gilberto destaca que estão faltando cuidadores de alunos deficientes nas escolas e creches, e a prefeitura continua inchando a máquina pública com novas contratações e nomeações que aumentam as despesas. “Vejo que esta medida vem na contramão do que os outros municípios estão fazendo”, disse.

Abilio Junior, que é arquiteto e urbanista, por sua vez, pontua que o IPDU já abarcaria as funções que poderão ser desenvolvidas pela nova pasta proposta pela prefeitura. “Porque é o IPDU quem planeja o desenvolvimento da cidade por mais de 20 anos. E as ações e festividades que serão realizadas em comemoração aos 300 anos da nossa cidade estão dentro desse período”, sustenta.

Contrários

Dos quatro vereadores que sugerem a incorporação da SEC 300, Abilio, Wellaton e Bussiki também votaram contra o desmembramento da secretaria de Comunicação com a de Governo, pois não havia especificado no projeto se requisitos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estavam sendo cumpridos. Mesmo assim, Emanuel desmembrou, aumentando os custos aos cofres públicos com a criação de 16 novos cargos, gerando ao município um aumento dos gastos anuais em aproximadamente R$ 2,7 milhões. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Maria | Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 21h48
    1
    0

    Nos 250 anos de Cuiabá o pessoal trabalhou pelo orgulho de ser cuiabano. Saudade dessa época. Assim até eu quero fazer parte dessa secretaria.

  • eduardo | Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 17h05
    2
    2

    Mas os nobres vereadores são uma comédia mesmo, os mesmo que criticam a criação são os mesmos que aprovaram, isso pode ? vocês são uma vergonha para Cuiabá....

  • marcos guimaraes | Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 15h56
    7
    0

    Estou totalmente de acordo, no PS falta materiais básicos, e estamos privilegiando uma situação que não há necessidade alguma.

  • João da silca | Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 15h19
    5
    1

    Tirei o chapéu para Emanuel ...Poxa desse jeito era melhor ter dado chance para wilson santos !!

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.