Legislativo

Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019, 19h:29 | Atualizado: 01/10/2019, 09h:51

MORTE NO STF

Selma lamenta episódio envolvendo Janot e Gilmar Mendes e defende porte de arma

Waldemir Barreto

Selma Arruda

Selma Arruda discursa na tribuna do Senado, na sessão nesta 2ª, quando comentou caso relatado no livro do ex-procurador-geral Rodrigo Janot

A senadora Selma Arruda (Podemos) usou a tribuna para se pronunciar sobre a revelação do ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot, que afirmou ter ido até o Supremo Tribunal Federal (STF) armado com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes, e cometer suicídio em seguida. O pronunciamento foi feito nesta segunda (30).

Selma fez questão de enfatizar que “nada na vida se resolve com violência”. Mesmo criticando a atitude de Janot, lembrou que tanto o procurador geral da República quanto o ministro do STF têm direito ao porte de arma e agradeceu a Deus pelo homicídio seguido de suicídio não ter se concretizado.

“Hoje o Brasil teria uma história escrita de forma diferente. Deixo meu descontentamento. Não apoio atitudes violentas. Neste caso o porte de armas não inferiu já que nada aconteceu. Sou a favor do porte de armas, mas acredito que as coisas não se resolvem dessa forma”, declarou Selma.   

A senadora também aproveitou para pedir que o Supremo seja sensível às vozes das ruas e à Constituição. Segundo ela, nas redes sociais, é possível concluir que grande parte dos brasileiros apoia a atitude de Janot, o que evidência o desgaste da instituição.

“Ouça a voz do povo, a voz do Ministério Público, a voz desse Brasil que precisa mudar e se renovar. (...) Fica meu apelo que a Suprema Corte saiba ouvir a população”, completou.

Em nota, Gilmar Mendes lamentou o episódio, além disso, recomendou que Janot procure “ajuda psiquiátrica”.

“Nada mais me resta além de lamentar o fato de que, por um bom tempo, uma parte do devido processo legal no país ficou refém de quem confessa ter impulsos homicidas, destacando que a eventual intenção suicida, no caso, buscava apenas o livramento da pena que adviria do gesto tresloucado. Até o ato contra si mesmo seria motivado por oportunismo e covardia”, disse o ministro do STF em nota.

  Gilmar pediu, no âmbito do inquérito que apura fake news e ameaças contra ministros da Corte, que seja determinada a retirada do porte de arma  de  Rodrigo Janot. Requereu também que ele fique impedido de ir ao STF. A pedido do colega, o ministro Alexandre de Moraes autorizou mandado busca e apreensão na residência de Rodrigo Janot, o que foi cumprido pela Polícia Federal. 

Além de aprender a arma, o celular e os computadores de Janot, o STF impôs uma cautelar. O ex-procurador geral da República está proibido de se aproximar 200 metros de qualquer ministro do STF.

Atrito

O atrito entre Gilmar e Janot teria se intensificado durante as investigações da Lava Jato. O ex-procurador-geral da República pediu suspeição do ministro em processo envolvendo o empresário Eike Batista. Janot alegou que a esposa de Gilmar, Guiomar Mendes, trabalhava no escritório de advocacia que defende o empresário.

O ministro, por sua vez, teria rebatido as informações dizendo que a filha de Janot era advogada de empreiteiras investigadas na Lava Jato, e que por uma questão de analogia, o membro do MPF deveria também ser afastado das investigações. As trocas de acusações teriam irritado o então procurador ao ponto de decidir matar o ministro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.