Legislativo

Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 17h:32 | Atualizado: 08/02/2019, 17h:44

Propostas de Moro

Selma pede o auxílio da Polícia Civil para aperfeiçoar pacote Anticrime da União

Assessoria

Selma delegados

Delegado Demerval Resende recebeu senadora Selma Arruda para debater pacote de Moro

A Polícia Judiciária Civil    (PJC) foi convidada pela senadora  Selma  Arruda (PSL), para analisar e sugerir alterações no Pacote Anticrime, apresentado  pelo ministro da Justiça Sérgio Moro, nessa semana.

A intenção da senadora, que se reuniu na manhã dessa sexta  ( 8), com toda a diretoria da PJC , é absorver  o conhecimento técnico de profissionais  da segurança pública, como os delegados, que vivenciam diariamente  as dificuldades diante da legislação vigente.

Selma    aponta que, no geral, o pacote de medidas é positivo, mas pode ser melhorado e os delegados de polícia, por exemplo, são legítimos conhecedores do Código Penal e toda a legislação criminal, podendo  com isso, contribuir significativamente com eventuais sugestões de mudanças.

“Nós aqui temos uma  visão toda própria disso tudo, visão de fronteira, de estado com grandes distâncias a percorrer, enfim, de coisas que  só  aqui que  acontecem. Por isso peço  que vocês analisem esse pacote, observem se há pontos a serem acrescentados ou suprimidos, para que, a partir daí, possamos pensar numa legislação criminal que possa realmente dar as respostas que precisamos”, enfatizou.

A senadora  adiantou também que pretende destinar, neste ano, parte de sua  emenda parlamentar para a PJC, que tem sofrido escassez de recursos e de estrutura para prestar seus serviços, especialmente nessa época, onde o Estado decretou calamidade financeira, ou seja,  descartando por tempo ainda não determinado, qualquer investimento no aparato de Segurança Pública de Mato Grosso.

“A senadora sabe muito bem como a Polícia Civil se desenvolve, da nossa importância no combate ao crime, já que no tempo em que ele foi juíza, ela viu as carências que a Polícia Civil tem passado e, agora como senadora, ela tem a oportunidade de nos auxiliar, tanto na parte da legislação, como também na parte das emendas”, observou o delegado-geral da PJC, Mário Dermeval Resende.

De acordo com ele, os delegados  têm muito a contribuir com o pacote de medidas propostas por Sérgio Moro.

“Vamos participar sim [da análise], nossa especialidade é fronteira e o combate ao crime organizado. Temos um corpo de delegados  que irá analisar essas  propostas do ministro da Justiça e então, sugeriremos e orientaremos a  senadora com base nesse estudo, para que ela faça propostas que possam fazer com que as investigações, de acordo com nossa peculiaridade, sejam melhoradas”, disse Resende. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Domingo, 10 de Fevereiro de 2019, 21h07
    0
    0

    Nunca vi a polícia civil na fronteira, seria mais eficiente dialogar com o GEFRON ou com o Comando Geral da Polícia Militar.

  • Edinei | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 19h08
    1
    0

    Senadora mal entrou já está dando lição de atuação para os demais, continua assim senadora, representando todos de Mato Grosso... Voto legítimo gestores competentes!

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.