Legislativo

Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2020, 12h:33 | Atualizado: 26/02/2020, 10h:49

Na Jovem Pan

Selma repete tese de perseguição, mas não mostra "prova concreta" a jornalista

Reprodução

Selma Arruda

Senadora cassada Selma Arruda (Podemos) durante entrevista transmitida ao vivo no programa 3 em 1, da rádio Jovem Pan, na noite desta segunda

Em entrevista ao programa 3 em 1, da rádio Jovem Pan de São Paulo, nesta segunda (24), a senadora cassada Selma Arruda (Podemos) reforçou o discurso de que as decisões da Justiça eleitoral contra ela são resultado de perseguição política por, enquanto juíza da 7ª Vara de Cuiabá, ter colocado figurões da política (como o ex-governador Silval Barbosa e o ex-presidente da Assembleia José Riva) na cadeia).

A juíza aposentada teve o mandato cassado por caixa 2 e abuso do poder econômico no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) em abril. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em dezembro, e agora ela aguarda decisão da Mesa Diretora do Senado, que deve seguir a decisão judicial e afastá-la do cargo.

Durante o programa, a senadora afirma que não teve o pleno direito de defesa e que foi cassada por ter atingido grandes partidos, como o MDB. Disse ainda que o TSE está sendo apressado ao determinar a realização de uma eleição suplementar – marcada para abril -, antes de que o Senado declare o seu cargo como vago.

Selma também sugeriu que o ministro mato-grossense Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tenha interferido na decisão do TSE, já que o ministro-relator Og Fernandes, que votou pela cassação da senadora, é padrinho de uma das enteadas do ministro.

Tais teses foram reforçadas até mesmo após o questionamento do jornalista Josias de Souza, um dos apresentadores do programa, que questionou os argumentos de Selma, que chegou a comparar seu caso com a operação nacional Lava Jato, que nos últimos meses tem tido decisões revistas no STF.

“O STF tem tomado uma série de decisões que esvaziam a Lava Jato. Isso é real. Não me parece que se compare muito com o seu caso. A senhora foi julgada pelo TRE e TSE e foi condenada. Não está em uma situação de estar sendo perseguida por ter tomado decisões. Houve um processo. Me preocupa, pois, a senhora está dizendo que esse processo foi mal julgado. A partir da sua informação, o TSE é um tribunal desleixado. Teve apenas um voto contrário. Esse é o argumento de todo condenado. O que a senhora traz de concreto para dizer que está sendo perseguida? ”, questionou o jornalista.

Josias ainda afirmou que a carreira de Selma como magistrada não está sendo questionada, mas a sua campanha de 2018.

“Lá no meu estado estão sim tentando anular minhas sentenças. Assim como estão tentando fazer com Sergio Moro. Sobre a sua crença em relação aos tribunais, eu respeito, mas não é a minha”, respondeu, Selma.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Aline | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 11h44
    0
    0

    Por que não te calas, Selminha carabina?

  • ELIAS | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 10h04
    0
    0

    Essa petista...OPA ESQUECI E DA TURMA DO BOZO

Redes sociais, lives e efeito colateral

Em tempo de coronavírus, as redes sociais têm sido fundamentais para disseminar informações. As plataformas são utilizadas, por exemplo, para realização de coletivas, mas, nesta segunda (6), houve um efeito colateral. O governador Mauro Mendes e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo foram "vítimas" de ferramenta de animação do Facebook. Os dois falavam sobre ações para combater a doença...

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.