Legislativo

Segunda-Feira, 06 de Janeiro de 2020, 16h:00 | Atualizado: 06/01/2020, 16h:07

pressão na al

Servidores se mobilizam na tentativa de barrar votação da reforma da previdência

Helder Faria

Servidores audiencia previdencia

Servidores públicos durante audiência para debater reforma da previdência; eles voltam a se mobilizar nesta semana

O Sintep-MT, que representa os educadores do Estado, junto com o  Fórum Sindical, está convocando todas as categorias de servidores públicos estaduais para mobilização nesta terça (7), a partir das 14 horas, na Assembleia. O objetivo é impedir a aprovação da nova alíquota da previdência apresentada pelo Governo Mauro Mendes (DEM).

“A ameaça das novas taxações sobre os servidores públicos já aposentados e as alterações nas regras daqueles que ainda estão para se aposentar, colocam em risco os direitos e a subsistência assegurada pela aposentadoria, no período que os/as trabalhadores/as mais precisarão de recursos para se manter”, diz a nota divulgada pelo SintepMT.

Pela proposta do Executivo, a contribuição previdenciária dos servidores da ativa aumentará de 11% para 14%. Já os aposentados e pensionistas que ganham R$ 5.839, que hoje são isentos de contribuição, passarão a pagar 14%. A mesma alíquota será cobrada dos inativos que ganham acima de R$ 5.839 e atualmente pagam R$ 11%.

“A presença dos servidores públicos estaduais é fundamental para impedir a aprovação dessa que será uma das maiores injustiças sociais com os profissionais da rede estadual”, destacou o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira.

"Se abster da participação é  contribuir com o governo na retirada de direitos dos salários dos trabalhadores”, disse   dirigente do Sintep/MT e presidente da Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso (CUT-MT), Henrique Lopes.

O projeto, que deveria ter sido apreciado ainda no ano passado, ser votada nessa semana, uma vez que um pedido de dispensa de pauta já foi aprovado em dezembro.

Os sindicalistas também lembram que os servidores estão sem receber a Revisão Geral Anual (RGA) de 2018 e 2019. E, no caso da educação, pagamento do percentual da Lei 510/2013 em 2019, o que resultou em greve da categoria.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Jose arimateia | Terça-Feira, 07 de Janeiro de 2020, 07h34
    0
    0

    Esse aí de cima é gado do asno.

  • Cuiabano | Terça-Feira, 07 de Janeiro de 2020, 06h10
    1
    0

    O curioso é que o judiciário, legislativo e ministério público recebem r.g.a. todos os anos, tem os.maiores salários do estado, tem todos os tipos de benefícios: saúde,educação, alimentação, auxílio transporte e muitos outros. Não precisam fazer greve, logo não são comunistas, e não aparece ninguém pra mandar eles irem pra privada???

  • Contribuinte | Segunda-Feira, 06 de Janeiro de 2020, 16h11
    1
    21

    Pedem conta e vão para iniciativa privada, não ficam arrumando contusão.

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

Grupo de EP e Kleber pra marketing

kleber lima 400 curtinha   O grupo do prefeito Emanuel Pinheiro decidiu abrir diálogo com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima (foto), visando o pleito de outubro. Não há mais resistência a uma possível contratação de Kleber, independente de quem o grupo lançar ao Palácio Alencastro,...

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.