Legislativo

Segunda-Feira, 04 de Abril de 2011, 17h:32 | Atualizado: 04/04/2011, 18h:26

Saúde Pública

Toninho muda de ideia e defende modelo sugerido por secretário

Toninho de Souza     O vereador por Cuiabá Toninho de Souza (PDT) afirma que não estará presente na audiência pública que será realizada nesta terça (5) na Assembleia Legislativa, para debater novamente a tercerização da Saúde no Estado.

     O pedetista esclarece que na semana passada, o secretário da pasta Pedro Henry esteve na Câmara e explicou por duas horas os pontos que causariam dúvidas aos parlamentares. “Eu me dou por satisfeito. Entendi o que o Henry pretende fazer e concordo com ele. O maior problema era a falta de comunicação, mas agora estou mais tranquilo e creio que vai dar certo”, pontua.

     Toninho foi um dos que mais articularam contra as Organizações Sociais de Sáude (OSS). Inclusive, na primeira audiência pública realizada em 17 de março, ele chegou a deixar a Casa no meio dos debates esbravejando que os vereadores não teriam sido respeitados.

     O parlamentar, no entanto, agora compartilha da mesma ideia de Henry e afirma que os profissionais da Saúde têm feito represálias por ainda não terem entendido o novo modelo de gestão.

     “Com a tercerização o pronto-socorro de Cuiabá vai desafogar bastante e não veremos mais as pessoas amontoadas como tijolos, e isso é o mais importante. Não podemos mais aceitar o mal atendimento”, frisa Toninho.

     Outro ponto abordado por ele é em relação à forte pressão exercida pelos médicos e outros profissionais da Saúde. Toninho acredita que a greve dos médicos se dá pela falta de informação da categoria em relação às OSS e também pela comodidade que o emprego público oferece. “Muitos ficam assim porque não querem sair da zona de conforto que vivem. Sabem que com a tercerização têm que trabalhar de verdade, que vão ter que produzir, porque no serviço público levam as coisas nas coxas, agora terão que trabalhar para manter o emprego”, alfineta o pedetista.

     O vereador revela que a explicação de Henry convenceu a Câmara por ser um raciocínio lógico, que visa cortar gastos e otimizar o atendimento. O secretário teria dito que existe uma tabela de preços para o Sistema Único de Saúde, que fica sete vezes mais cara, se comparado aos hospitais particulares e que esse foi o melhor argumento, já que isso implicaria em mais atendimentos e de melhor qualidade, “Eu sugeri ao secretário que abra o debate, como ele fez conosco, para a classe médica. Com isso, acabará o medo a instabilidade no emprego e entenderão que o mais importante é o cidadão e não discussões vãns,” finaliza Toninho.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Maria | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 03h47
    0
    0

    Olá Toninho, Estou te escrevendo aqui para registrar a minha tristeza pelo seu posicionamento nesta matéria. Se vc “se deu por satisfeito” pelas duas horas de “explicações” do Secretário Pedro Henri acerca do novo modelo de Gestão proposto, é um direito que vc tem. Mas, daí a subestimar a nossa capacidade de interpretação da realidade, afirmando que nós, profissionais da saúde “ainda não entendemos o novo modelo de gestão”, “que não queremos sair da zona de conforto” e ainda mais que estamos com medo da “instabilidade no emprego”, foi demais vereador. Quer dizer que, em duas horas de explicação, vc foi capaz de fazer uma leitura da realidade muito maior do que nós, profissionais da saúde, que estudamos, multiplicamos, executamos, amamos, lutamos e sofremos com/por a política de saúde no nosso cotidiano, há anos. Resolvi te lançar essa reflexão, porque, apesar de triste, ainda quero acreditar que vc tem boas intenções, ou seja, “é do bem” e merece uma oportunidade de realmente conhecer, o nosso verdadeiro entendimento sobre o assunto. Pelo respeito e carinho que muitos de nós, profissionais da saúde temos por vc, nos colocamos a disposição para esse diálogo, sem nenhuma pretensão de te convencer de nada, apenas de tentar te esclarecer, que nós temos absoluta certeza que o nosso “umbigo” não está a prêmio e que a nossa preocupação, assim como, creio que a sua também, é com a sociedade. Em breve faremos contato no seu Gabinete. AbraSUS.

  • CELI FERREIRA | Quarta-Feira, 06 de Abril de 2011, 18h12
    0
    0

    TONINHO DE SOUZA, QUE DECEPÇÃO, SÓ POSSO DAR-LHE MEUS PÊSAMES PELA SUA IGNORÂNCIA OU...

  • JUVENAL ATENA | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 10h07
    0
    0

    Temos que ter POLÍTICOS que interesse pelo termino da construção do ELEFANTE BRANCO DO HOSPITAL CENTRAL , localizado próximo a procuradoria do Estado no paiaguaís, se não me falha a memória essa obra deu inicio no governo Julio Campos quantos já passaram e não terminaram, lá está sendo um depósito de matos e lixo servindo de esconderijo de bandidos. Dou uma sugestão ao RDNEWS fazer uma matéria e fotos do local.

  • DODÔ | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 09h54
    0
    0

    Acho que os profissionais da SAÚDE não tem que ter medo da Organizações Sociais de Sáude (OSS), pois tudo que é organizado vai pra frente, empresas que foram privatizadas como EMBRATEL, PETROBRÁS,CEMAT, ETC, até o salário dos funcionários melhoraram tem empresas que tem a participação nos lucros e até 14º salário. Isso não é bom para os funcionários.

  • JHOY | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 08h04
    0
    0

    No modelo que querem implantar aqui em MT, exceto o Hospital Metropolitano em VG ainda a ser inaugurado, caso as OS sejam implantadas nas demais unidades que ja funcionam(Hospitais Regionais de Saúde de Caceres, Rondonopolis, Colider, Sorriso, Barra do Garças e Água Boa), onde praticamente 100% da mão de obra são servidores publicos, que continuarão a receber seus salários pagos pelos seus orgãos de origem(poder público) e apenas serão gerenciados pelos diretores das OS, o preço de custo a ser pago a estas deverá sem muito abaixo do mercado uma vez que praticamente não terão qualquer despesa com folha de pessoal. Atenção TCE, AUDITORTIA GERAL DO ESTADO, MINISTERIO PUBLICO, DELEGACIAS FAZENDÁRIAS, CONSELHOS MUNICIPAIS E ESTADUAL DE SAUDE, vamos ficar de olho.

  • adauto torres | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 07h37
    0
    0

    parabens vereador ,mais uma vez o sr demonstra falta de seriedade e comprometimento com a população,demonstrtando que é um arremedo de vereador e um experte em acomodações e defender seu propio interesse.

  • RAFAEL COKI | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 02h11
    0
    0

    LEO KUIABANO SEU COMENTÁRIO FOI BRILHANTE, SÓ PASSEI PARA DIZER QUE ELE JÁ SENTOU NA MESA E COMEU A PIZZA ANTES DA IMPLANTAÇÃO DAS OSS. "QUER CONHECER O HOMEM , DÊ O PODER PARA ELE". ESTE É O PRIMEIRO MANDATO DELE (TONINHO) E QUANDO SERÁ QUE VAI CHEGAR O QUINTO = SECRETARIO PEDRO HENRY, EMSABOADO...

  • Lucidia | Terça-Feira, 05 de Abril de 2011, 00h36
    0
    0

    Pergunto a mesma coisa: qual foi o "argumento" para convencer o nobre vereador? Além disso esse senhor está desatualizado, pois a audiência de amanhã foi cancelada e aparentemente sem motivo plausível.

  • Aline Almeida | Segunda-Feira, 04 de Abril de 2011, 23h56
    0
    0

    Toninho de Souza te respeito muito, mas vc só esta aparecendo nós bairros agora por que, esta chegando as eleições, pode tirar seu cavalo da chuva pois aqui no bairro JARDIM VITÓRIA só vai dar E LUCIEDER E LUCIEDER, pode vir pedir voto aqui mais votamos em Lucieder Luz. Vereador de copa do mundo.

  • Roberto | Segunda-Feira, 04 de Abril de 2011, 23h51
    0
    0

    A quem aproveita o atual sistema,falido e caro? Só aos medicos e prestadores de "serviço" de forma duvidosa. A populaçao nao deve se deixar levar como força de manobra por uma classe que esta afundada no mercantilismo e usando da doença para presionar o governo para seus interresse. Parabens TONINHO,todo politico consiente tera essa posiçao,já os demagogo seguirao a direçao que as conveniencia eleitoreira indicar. O futuro dira qual e a melhor medida. Enquanto isso,aos profisionais sem conciencia.PARE DE SABOTAR AS MEDIDAS,pois o povo esta morrendo nessas maos que deveria exalar vida. Deus lhe emprestou um saber para salvar vida ,nao para enriquecer.

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.