Legislativo

Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2020, 11h:47 | Atualizado: 18/02/2020, 12h:08

RETOMADA DOS TRABALHOS

Tumulto marca sessão da Câmara de VG e Calistro pede licença para manter o cargo

Andhressa Barboza

Manifestantes C�mara de VG

Servidores da Educação ocuparam a av. Alzira Santana, em frente à Câmara de VG, para protestar por reajuste salarial e condições de trabalho

Entre vaias e gestos de desaprovação dos quase 1,3 mil manifestantes, os vereadores de Várzea Grande encontraram dificuldades para discursar na sessão que marca o reinício dos trabalhos, na manhã desta terça (18). Na oportunidade, o presidente Fábio Tardin (DEM) afirmou que o vereador Jânio Calistro (PSD) está sendo considerado licenciado, com suspensão de pagamentos tanto do salário quanto da verba indenizatório. Calistro foi preso em 19 de dezembro do ano passado, acusado de ligação com o tráfico de drogas. O caso foi encaminhado para Comissão de Ética do legislativo, junto com toda documentação.

O objetivo, afirmou o presidente da Câmara por meio de nota, é que a Comissão avalie a documentação encaminhada pela delegacia Especializada de Entorpecente do qual  o vereador é acusado. "Sendo assim, a Comissão irá avaliar a documentação e estudar o possível  afastamento do parlamentar".

Enquanto a Câmara estava ocupada por manifestantes, os vereadores pareciam acuados dentro das paredes de vidro que circunscrevem o Plenário temporário onde estão sendo realizadas as sessões até a conclusão das reformas na sede. que já se estende desde março de 2019. Cada tentativa de fala de um dos parlamentares, era interrompida por vaias e gritos de ordem dos presentes. Durante parte da manhã, a avenida Alzira Santana, na altura da Câmara, esteve obstruída pelos manifestantes que levaram carro de som.

Os manifestantes, em sua maioria professores da rede municipal, cobram dos vereadores a fiscalização da gestão municipal, em especial quanto aos reajustes e reenquadramentos que tem sido objeto de fricções entre servidores e a administração da prefeita Lucimar Campos (DEM). Os profissionais da educação reclamam reajuste que pode chegar a 12%.

Humanização e sensibilidade para com os professores que estão adoecendo em sala de aula

Leliane Borges

“Humanização e sensibilidade para com os professores que estão adoecendo em sala de aula”, foi uma das reivindicações da vice-presidente do Sindicado dos trabalhadores no Ensino Público (Sintep) de VG, Leliane Borges. Ela explica que além de salários, é preciso observar as condições de trabalho nas escolas.

De acordo com o presidente do Sintep VG, Jucelino Dias, caso as negociações não avancem, uma greve da categoria pode ser iminente.

A preocupação da gestão da prefeitura, segundo assessoria, é com as implicações em atender às demandas dos profissionais da Educação, concedendo o reajuste de 12% que se acumulam nos últimos 15 anos. Apesar de considerar legítima a manifestação da categoria, o Executivo municipal poderia extrapolar os limites constitucionais de gastos com a folha de pagamento, conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), caso acate todas as reinvindicações. A gestão municipal ainda se diz atenta para com as demais categorias que não receberiam reajustes na mesma proporção dos educadores.

Contudo, a assessoria afirmou que “todos os secretários, bem como a prefeita Lucimar Campos, estão abertos ao diálogo com os servidores para que se possa construir junto uma solução viável e coerente”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.