Legislativo

Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 07h:20 | Atualizado: 11/09/2019, 14h:20

CUIABÁ

Vereador denuncia "aluguel" de crianças venezuelanas para pedir esmola no sinal

Gilberto Leite

Delegado Veloso

Vereador Marcos Veloso, do PV de Cuiabá, em entrevista à imprensa

  O vereador Marcos Veloso (PV), que é delegado da Polícia Civil,  está averiguando a denúncia que crianças venezuelanas estão sendo “alugadas” para mendicância nas ruas e sinaleiras de Cuiabá.  Segundo o parlamentar, a primeira ação foi informar a  os  órgãos responsáveis e uma força tarefa com  Ministério Público, Conselho Tutelar e assistência social do Município  e do Estado para identificar as pessoas que estão nessa situação.

“O trabalho está sendo feito de maneira discreta. As pessoas estão sendo identificadas e notificadas. Em caso de reincidência, outras medidas serão tomadas, como encaminhamento para Vara da Infância e Juventude, disse Marcos Veloso ao .

Segundo o vereador, as denúncias anônimas dão conta que crianças brasileiras também estão sendo “alugadas” para pedir esmola nas sinaleiras junto com adultos. Por isso, Marcos Veloso considera que os fatos relatados são graves e precisam ser apurados com rigor.

crianças venezuelanas

Esta é uma cena comum de se ver em Cuiabá. Um adulto, se identificando como venezuelano, pedindo ajuda, emprego ou outro apoio, ao lado de crianças

“Ainda não podemos afirmar que são verdadeiros, mas estamos averiguando. Precisamos saber se existem pessoas por trás e porque essas pessoas aceitam ficar nos sinais mendigando, se existe algum tipo de chantagem e qual é o instrumento de pressão utilizado para que se submetam a essa situação. Estou falando em tese, caso as denúncias sejam confirmadas”, completou.      

Marcos Veloso também ressalta que   são casos isolados já em Cuiabá são 627 venezuelanos cadastrados e cerca de 60 estão nos semáforos. A grande maioria, que entra no Brasil pelo Estado de Roraima na condição de refugiados do regime de Nicolás Maduro, é atendida pela Pastoral do Imigrante situada no bairro Carumbé.

JLSiqueira

Oscar Bezerra

Oscar Bezerra, também do PV, na tribuna da AL

Ação na AL 

 Na semana passada, o deputado estadual Oscar Bezerra (PV), que é correligionário de Marcos Veloso,  viajou 2.100 quilômetros até Boa Vista (RR) para conhecer de perto a situações dos milhares de venezuelanos que já cruzaram a fronteira fugindo do regime de Nicolás Maduro. O parlamentar pretende utilizar as informações para mobilizar a Assembleia, o Governo do Estado e a sociedade para prestar assistência para os imigrantes do país vizinho que estão chegando a Mato Grosso.

“Vou ficar quatro meses na Assembleia e pretendo usar esse período para prestar assistência aos irmãos venezuelanos que estão vindo para o Brasil fugindo do regime perverso do ditador Maduro. Já que o Governo Federal abriu a fronteira para acolher, nós temos que prestar assistência. Muitos estão vindo para Mato Grosso e acabam no sinaleiro, com a família inteira, pedindo esmola. Precisamos garantir perspectivas para essas pessoas”, declarou Oscar, que é suplente do licenciado Faissal (PV).

O parlamentar ainda está analisando se a assistência aos venezuelanos que chegam a Mato Grosso será prestada por meio de projeto de lei ou por ação social. Entretanto, reforça que alguma coisa precisa ser feita.

“Preciso concluir essa missão, que não é oficial, é uma iniciativa individual, para definir qual a melhor alternativa. Tenho convicção que algo precisa ser feito e vou levar esse debate para o Parlamento. O empresariado pode ajudar com emprego para essas pessoas, muitas são qualificadas e estão prontas para o trabalho”, concluiu.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Beto | Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 18h23
    0
    1

    Fico feliz por saber o deputado Oscar bezerra está engajado nessa luta

  • Marlon | Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 08h46
    5
    0

    Se esses venezuelanos não conseguirem colocação no mercado de trabalho, vai ficar muito difícil essa situação de mendicância. Daqui a pouco vai ter brasileiro fingindo ser Venezuelano pedindo esmola.

  • juca | Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 08h35
    3
    0

    TEM QUE ACABAR CO ESSA FARRA

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

Janela tira muitos políticos do calvário

gilberto figueiredo curtinhas   O fechamento da janela partidária, que encerrou-se no último sábado, dia 4, marcou o fim de um longo calvário aos partidos, que tiveram que suportar em seus quadros políticos que não estavam mais de “alma”, mas somente de “corpo”. Na Câmara...

Só 2 vereadores não vão à reeleição

felipe wellaton curtinha 400   Apenas dois entre os 25 parlamentares cuiabanos não vão buscar a reeleição. O licenciado Gilberto Figueiredo, que trocou o PSB pelo DEM, quer concorrer a prefeito, assim como Felipe Wellaton (foto), que até trocou de partido, saindo do PV e agora no Cidadania. Pretende disputar...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.