Legislativo

Quarta-Feira, 20 de Março de 2019, 16h:45 | Atualizado: 20/03/2019, 16h:53

CURRÍCULO ESCOLAR

Vereadores de Sorriso querem Educação Moral e Cívica nas escolas do município

Assessoria

Elisa Abrah�o

Uma das autoras da proposta, vereadora Elisa Abrahão usa a tribuna durante sessão

Embalados pela onda conservadora que resultou na eleição do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), a bancada governista na Câmara de Sorriso, formada pelos vereadores Elisa Abrahão (PRP), Nereu Bresolin (DEM), Dirceu Zanatta (MDB), Toco Baggio (PSDB) e Damiani na TV (PSC), apresentou  indicação solicitando a inclusão da disciplina de Educação de Moral e Cívica nas escolas da rede pública municipal. Na justificativa, os parlamentares afirmam que o objetivo é promover o fortalecimento dos valores éticos, morais e cívicos da nacionalidade.

A propositura seguiu para estudo pelos órgãos competentes municipais. O prefeito Ari Lafin (PSDB) ainda não se manifestou sobre o pedido dos vereadores.

Elisa Abrahão explicou que com a aplicação da  indicação, o município estará proporcionando a preservação, o fortalecimento e a projeção dos valores éticos da nacionalidade. “A ideia é tornar os alunos críticos e preparados para fortalecer o aprimoramento do caráter, com apoio na moral e na dedicação à família e à comunidade, possibilitando a compreensão dos direitos e deveres dos brasileiros e o conhecimento da organização sociopolítica e econômica do país”.

Elisa explicou que essa disciplina objetiva ainda o fortalecimento da unidade nacional e do sentimento de solidariedade humana, a valorização da Pátria, de seus símbolos, tradições e instituições e dos grandes vultos de sua história. “O ensino da disciplina Educação Moral e Cívica na grade curricular das escolas municipais deverá ter como base o texto das seguintes leis: Constituição Federal, Código Eleitoral Brasileiro e Lei Orgânica do Município de Sorriso”.

Histórico 

A adoção da disciplina de Educação Moral e Cívica no currículo escolar nacional ganhou efetividade com um decreto de 8 de março de 1940, de Getúlio Vargas e do ministro da Educação Gustavo Capanema. Depois, foi retomado em 1969 pela ditadura militar, considerado como tendo por objetivo controlar a juventude depois das revoltas estudantis na época, que contestavam o regime.

Com o fim da ditadura, começaram movimentações para revogar esta matéria dos currículos escolares. Em 1991, no Governo Fernando Collor, houve uma tentativa sem sucesso de revogação,  que só teve êxito dois anos depois, em 14 de junho de 1993, no Governo Itamar Franco.

Em 2013, o deputado federal  Valtenir Pereira (MDB) apresentou um projeto de lei para reinstituir o ensino de Educação Moral e Cívica e OSBP em todo país. A matéria, no entanto, não avançou.

Em fevereiro de 2019, já no governo atual, o ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez defendeu a volta ao currículo do ensino de Educação Moral e Cívica. O assunto está sendo tratado no âmbito do governo federal (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Dorileo flerta com PSB, mas apoia EP

max russi 400 curtinha   O deputado Max Russi (foto), presidente estadual do PSB, convidou oficialmente o empresário Dorileo Leal, do Grupo Gazeta de Comunicação, para se filiar ao partido e concorrer a prefeito da Capital. Ambos tiveram uma longa reunião no decorrer da semana. Dorileo ficou de avaliar, mas a...

CPI da Energisa, nomes e reclamações

thiago silva 400 curtinha   A CPI da Energisa, criada pelos deputados, vai levantar críticas, denúncias e debates acalorados. E surge numa época do ano em que a conta de luz dos consumidores foi às alturas por causa do longo período sem chuva e do intenso calor. O deputado Thiago Silva (foto) foi um dos que...

Vereador e jornalista trocam ameaças

abilio j�nior 400 curtinha   O vereador Abílio Júnior (foto) e o jornalista-militante José Marcondes, o Muvuca, estão protagonizando um embate pela internet. E a raiz do conflito é o fato do parlamentar ser ligado ao deputado estadual Sebastião Rezende, que teria embolsado R$ 6,5...

Deputado, lista de Riva e preocupação

neri geller 400   O ex-ministro da Agricultura e hoje deputado federal Neri Geller (foto) aparece na lista de José Riva como um dos políticos implicados. Embora bem articulado e numa posição de destaque, como coordenador da bancada mato-grossense, Neri já enfrenta uma série de demandas jurídicas...

Agora, Aladir quer disputar Alencastro

alair400   O servidor público do Estado Aladir Leite de Albuquerque (foto), hoje filiado ao Patriota, está determinado a concorrer à Prefeitura de Cuiabá. Ele estuda proposta para se filiar ao PMN ou PSC. Alair concorreu ao Senado no ano passado. Mesmo longe de se eleger, numa disputa com mais 10, ele saiu do pleito de...

Gaeco no interior e ajuda de prefeitos

Mauro Zaque curtinha   Com o promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) no comando, as unidades do Gaeco já estão estruturadas no interior do Estado. Em Barra do Garças, Cáceres, Sorriso e Rondonópolis, servidores como oficiais de gabinete, analistas jurídicos e assistentes ministeriais, foram realocados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.