Legislativo

Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 15h:34 | Atualizado: 24/03/2020, 15h:35

REUNIÃO NA CÂMARA

Vereadores vão decidir se abrem mão da VI de R$ 18 mil durante a quarentena

Rodinei Crescêncio

1� sess�o c�mara de vereadores cuiab� misael galv�o

Presidente da Câmara de Cuiabá Misael Galvão, que convocou reunião com demais vereadores para debater pagamento ou não da VI de R$ 18,9 mil

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (PTB), convocou todos os vereadores para deliberar sobre o pagamento ou não da verba indenizatória (VI) no período de suspensão das atividades legislativas. As sessões, a partir da próxima  quinta (26), serão feitas por videoconferência, mas esse assunto será tratado em reunião presencial marcada para amanhã (25), às 15h.

A VI dos vereadores, que já foi questionada pelo Tribunal de Contas (TEC-MT) e pelo Ministério Público Estadual, é de R$ 18,9 mil enquanto o salário é de R$ 15 mil. Somente os vereadores Felipe Wellaton (PV) e Diego Guimarães (Progressitas) anunciaram que vão abrir mão dos recursos, de forma espontânea, durante a quarentena.

Por recomendação médico João Leopoldo Baçan, que atua na Câmara, a reunião deve ser breve e estão dispensados os vereadores com mais de 60 anos de idade. A medida também atende aos portadores de comorbidades, como hipertensão arterial, diabetes, imunssuprimidos, os portadores de doenças oncológicas, os portadores de doenças pulmonares crônicas e ainda os que estão em quarentena recomenda por profissional de saúde.

A reunião será na sala da Presidência, sendo assegurada a distância mínima entre os participantes. Na convocação, a Câmara recomendou aos vereadores  evitar o contato físico e não levar assessores para impedir  aglomeração.

R$ 2 milhões

A Câmara  de Cuiabá irá renunciar R$ 2 milhões de seu orçamento para serem utilizados nas ações de combate ao coronavírus pelo Executivo Municipal. Os recursos serão direcionados à secretaria de Saúde da Capital e fazem parte das medidas adotadas pelo Parlamento no combate à doença. 

O recurso deverá ser destinado à compra de insumos básicos para as unidades de saúde da Capital, como máscaras, luvas, álcool gel, entre outras coisas. Além disso, ainda colocará a disposição do Executivo os 25 carros e a van locados pela Câmara para atender as demandas do Legislativo. 

Por fim, a Câmara ainda irá colocar o seu prédio a disposição para ser utilizado como retaguarda ou ponto de apoio por parte do Poder Executivo, principalmente no que tange a vacinação e testes rápidos.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Thalles | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 07h44
    2
    0

    CASA DOS HORRORES

  • Ggm | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 07h39
    2
    0

    Deveriam ter vergonha de estarem em duvida diante de uma tragédia dessa que pode acontecer em Cuiabá. O dinheiro é preciso ir para quem tem o direito. O povo.

  • Benedito costa | Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 19h58
    4
    0

    Porra caraio! Já receberam salário antecipado ainda tão preocupado em receber verba indenizatória? O senhor deveria ter vergonha na sua cara lavada em falar isso. Cancela essa verba e repassa para a saúde coisa que o senhor não tem a competência, capacidade, coragem pra fazer isso. Tô inojado dessa Câmara, desses vereadores. Por mim você jamais receberá um voto meu. Enquanto o Governo decide em pagar 200 reais pra quem é autônomo, MEI e outros, vocês preocupado com 18.000 a mais na conta. Porque vocês não faz ainda em doar essa grana paga por nós para um por um de cidadãos que precisa desse valor de 200 reais.

  • Silvia | Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 17h37
    4
    0

    É lógico que não devem receber VI. É uma verba paga para o desempenho das funções do vereador. Se não estão fazendo nada, o que não é novidade, não devem receber. É só seguir o bom senso.

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

Articulação pra tentar voltar ao Procon

gisela simona 400 curtinha   Com adiamento e ainda sem nova data para a eleição suplementar ao Senado, Gisela Simona (Pros), que se afastou do Executivo para concorrer ao pleito, quer retornar ao cargo de secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), vinculado à secretaria...

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.