Legislativo

Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 09h:15 | Atualizado: 27/03/2020, 12h:38

DESCOMPASSO NA CRISE

Wellington é contra impeachment, mas afirma que Bolsonaro deve ser moderado

Assessoria

Wellington Fagundes

O senador Wellington Fagundes, em videoconferência durante sessão do Senado, que suspendeu os encontros físicos, após caso de coronavírus

O senador Wellington Fagundes (PL) descarta o impeachment do presidente da República Jair Bolsonaro como saída para a crise política e econômica causada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Afirma que o momento é de diálogo em prol da unidade nacional.

“Como parlamentar, participei de dois impeachments, dos ex-presidentes (Fernando) Collor e Dilma Rousseff. São processos traumáticos, demorados e com consequências muito grandes para o país. Mas o presidente Bolsonaro precisa moderar seus posicionamentos”, ponderou Wellington, em videoconferência com jornalistas de Mato Grosso, na tarde desta quinta (26).

Wellington, que é líder do Bloco Vanguarda (que agrega nove senadores do PL, DEM e PSC), lembra que Bolsonaro foi eleito pela posição ideológica forte e por ir para o confronto contra os adversários. No entanto, acredita que a postura não é adequada para enfrentar uma crise da dimensão da provocada pela Covid-19.

Temos que dar força para o presidente da República, mas ele precisa moderar também

Wellington Fagundes

“O que sustenta o governo na democracia é a aprovação popular. O presidente  Bolsonaro foi eleito com perspectiva de mudança. A posição ideológica vem sempre muito forte, antes da administrativa. Não creio que seja o melhor caminho. No momento de crise, excesso não é bom. Temos que agir com bom senso. É preciso do equilíbrio”, completou.

Ocorre que em cadeia nacional de Rádio e TV, Bolsonaro retomou o tom agressivo que parecia ter abandonado recentemente, defendeu reabertura do comércio e das escolas. Além disso, voltou a criticar governadores pelo que chama de política de “terra arrasada”.

“Temos que dar força para o presidente da República, mas ele precisa moderar também. Os governadores que querem ser candidatos em 2022 não podem fazer politicagem. Não é hora de vaidade nem de pensar em eleições”, concluiu.

Mesmo sem citar nomes, Wellington se refere aos governadores de São Paulo João Doria (PSDB) e do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC). Ambos fazem oposição sistemática e  vivem em confronto com Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Jedae | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 15h14
    0
    1

    nardo, leia mais, já vai ajudar em muito. Sei que te solicitar isso, é muito pra sua pequena capacidade. Porém, faça um esforço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Vilson Peres | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 12h08
    1
    0

    Fecha a boca senador, falar mau do BOLSONARO e certeza de revolta contra o sr., fica quetinho que vc ganha mais.

  • naldo | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 11h31
    2
    1

    Pelo andar da carruagem, pelas contradições, imbecilidades, arrogâncias, presepadas deste presidente, já devia estar deposto. Dilma foi derrubada por muito menos. Nobre senador, nunca mais terá meu voto. Por ser puxa-saco deste imbecil do Bolsonaro, tua carreira política deve terminar neste mandato e, depois, cair no ostracismo.

  • Ary | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 10h50
    1
    2

    Bora, fazer impeachment. Garanto que os poderes irão mudar de lugar (congresso e Judiciário), sou o primeiro ir a Brasilia e tirar na unha que voltar a favor do impeachment. Bora,Bora,Bora, Ta tudo parado mesmo...

  • Jedae | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 10h46
    2
    1

    “Não se aproxime de uma cabra pela frente, de cavalos (mulas, petistas e comunas), por trás ou de idiotas e fracos, por qualquer lado” (Provérbio Judeu)

  • JÚNIOR | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 10h06
    5
    4

    Deixa eu rir. Nesse tempo de corona virus é bom rir. Será que tem político na condição de dar opinião passo PRESIDENTE BOLSONARO??? ÚNICOS POLÍTICOS QUE VOU VOTAR TODAS AS VEZES É O BOLSONARO E O MAURO MENDES, O RESTO É VOTO NULO.

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.