100 DIAS PARA COPA

Terça-Feira, 04 de Março de 2014, 06h:51 | Atualizado: 04/03/2014, 07h:55

Hotelaria tem 15 mil leitos e não atende demanda; população ajuda

Carlos Chinaglia

hotéis.quadro

Luiz Carlos Nigro alerta para a falta de leitos em Cuiabá e VG e cita possível crise pós-copa

A 100 dias para a Copa, a expectativa sobre o número de turistas que virá a Cuiabá para assistir aos jogos da Copa tira o sono de empresários do setor hoteleiro. Apenas 15 mil leitos existem na Capital e boa parte já está reservada, especialmente para os dias das quatro partidas que ocorrerão na Arena Pantanal, em junho deste ano.

“Não sei onde serão acomodadas essas pessoas. Talvez em casas e apartamentos alugados. Não consigo visualizar isso”, declarou o presidente do Sindicato Intermunicipal dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Mato Grosso (SHRBS), Luis Carlos Nigro.

Conhecendo o déficit de vagas em hotéis, o Governo do Estado lançou o programa Cama e Café, em novembro do ano passado, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur) e da Copa do Mundo (Secopa). A iniciativa dará a população, além de Cuiabá, dos municípios de Poconé, Várzea Grande e Santo Antônio do Leverger a prerrogativa de alugar quartos de suas próprias residências aos visitantes de fora.

Pela hospedagem diária, cada turista pagará à família cuiabana uma média de R$ 60, conforme as regras do programa. A casa pode ter, no máximo, três quartos para uso turístico e o anfitrião ainda deve oferecer café da manhã e limpeza do quarto ao hóspede.

Dados divulgados pela Fifa no último dia 21 mostram que três dos 10 países que mais compraram ingressos para assistir aos jogos da Copa no Brasil terão suas seleções jogando em Cuiabá: Colômbia, com 60.231 ingressos comprados e, por isso, aparecendo em 3º lugar no ranking geral; Austrália, com 40.446 ingressos, figurando em 7º lugar na lista; e Chile, com 32.189, ficando, desse modo, na 9ª posição.

Não há dados específicos sobre qual das 12 subsedes brasileiras foram às escolhidas pelos torcedores dos três países acima citados. Mas, se apenas 1/8 de todos eles tiver decidido assistir aos jogos em Mato Grosso, somariam mais de 16 mil pessoas, número que já ultrapassa a quantidade de leitos ofertados atualmente na rede hoteleira, em Cuiabá e Várzea Grande.

Carlos Chinaglia

hotéis.quadro

Número de leitos nos hotéis não deve suprir demanda durante a Copa do Mundo

Os números divulgados pela Fifa são referentes aos dois lotes de ingressos já disponibilizados, totalizando 1,5 milhão de unidades, e não incluem São Paulo e Rio de Janeiro, cidades que sediarão a abertura e a final do mundial. Somente os turistas estrangeiros compraram 43% desse número de entradas já colocado à venda. Na última fase, mais 800 mil ingressos poderão ser adquiridos.

Segundo o presidente do Sindicato dos Hotéis, houve um investimento alto no segmento de hotelaria desde que Cuiabá foi anunciada como uma das subsedes, em maio de 2009. “Aproximadamente 15 hotéis foram inaugurados desde o anúncio e, atualmente, 12 estão em construção”, contabiliza Nigro.

A preocupação dos empresários do setor, todavia, não se restringe ao número de leitos. Muitos deles ainda não sabem o que farão após a Copa.

“É uma oferta muito grande para o número de turistas quem vem normalmente para Cuiabá. Alguns hotéis vão fechar as portas por conta dos prejuízos, isso é inegável, e os que sobreviverem irão depender exclusivamente de eventos”, prevê o sindicalista.

.

cama_café_1, O aposentado Antônio Lima, de 72 anos

Aposentado Antônio Lima, 72 anos, participa do programa Cama e Café

Entre os eventos citados por Nigro estariam os congressos segmentados que poderão ser sediados nos três centros de convenções disponíveis: o do Pantanal, do Hotel Fazenda Mato Grosso e da Famato.

Ele pondera que, infelizmente, pouco se fez para melhorar as atrações turísticas do Estado, sendo que pontos importantes como o Portão do Inferno e a Salgadeira não continuar longe da visão do turista, por falta de obras de reestruturação. “Os demais pontos turísticos são muito acanhados, principalmente os de Cuiabá, e em nada se diferem de outros lugares”, avalia o representante da rede hoteleira.

Em reunião na última quarta (26), integrantes da Câmara Técnica de Consumo e Turismo de Mato Grosso, criada para implementar ações locais de proteção ao consumidor turista, se reuniram para debater alternativas que coíbam exploração sexual infantil e até um provável abuso dos empresários do setor hoteleiro.

De acordo com o gerente de Fiscalização do Procon, Ivo Vinícius Firmo, a partir da próxima semana serão fiscalizados hotéis de Cuiabá e Várzea Grande. Os empresários terão um prazo de 30 dias para adequações em caso de irregularidades. Em um segundo momento, a equipe retornará aos estabelecimentos para verificar se eles fizeram as adequações solicitadas. Entre os fatores que serão fiscalizados estão os valores de diárias, formas de pagamento e horário de início e final da diária.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • antonio Iracildo | Quarta-Feira, 05 de Março de 2014, 09h25
    0
    0

    Participei de um congresso de engenharia em Campo Grande há alguns anos atrás e não houve acomodações suficientes para todos, vários amigos e amigas tiveram que ficar em motéis, pois não havia vagas em hotéis. Não há nenhuma cidade no Brasil que suporta grandes eventos, então Cuiabá não é exceção, não estamos devendo nada a ninguém.

Viúva de Adriano disputa em Cáceres

anelise silva 400 curtinha   Anelise Silva (foto), viúva do ex-reitor da Unemat e ex-deputado Adriano Silva, lançou pré-candidatura à prefeita de Cáceres pelo DEM do governador Mauro. Ela enfatiza que sofre a dor da perda e que decidiu entrar no páreo para dar continuidade ao projeto de Adriano de...

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.