DESENVOLVIMENTO EM TRILHOS

Sexta-Feira, 28 de Março de 2014, 07h:10 | Atualizado: 28/03/2014, 11h:45

Motoristas reclamam das condições dos pátios e banheiros de terminais


Enviada Especial a Rondonópolis

Davi Valle/Rdnews

ferrovia-rondonopolis-estrada-caminhões

900 caminhões descarregam produção no terminal ferroviário de Rondonópolis 

Entre oito e dez vezes por mês, caminhoneiros se aventuram nas estradas de Mato Grosso para levar soja do Norte do Estado para os terminais ferroviários de Rondonópolis, Itiquira, Alto Taquari e Alto Araguaia. Em março, abril e maio, época da safra, isso se intensifica ainda mais. Além de sofrer com a condição extremamente precária das rodovias federais e estaduais, eles reclamam da lentidão do sistema da empresa que faz a gestão dos terminais, a América Latina Logística (ALL), e falta de um local adequado para aguardarem a sua vez de descarregar a produção.

Conversando com quatro caminhoneiros que estavam na fila do terminal de Rondonópolis há cinco horas, o Rdnews descobriu que a questão da espera é o de menos. “Mesmo que o sistema da ALL seja por agendamento no dia, ficamos esperando por 14, 15 horas. Mas não tem problema, é assim mesmo. Em algumas ocasiões passamos até mais tempo aqui do que na estrada”, explica Cassiano Ussani. O real problema é a infraestrutura extremamente precária que a empresa oferece a eles. “Não só aqui em Rondonópolis, mas em todos os terminais de Mato Grosso”, acrescenta.

Davi Valle/Rdnews

Cristiano Zanotelli - caminhoneiro

Caminhoneiro Cristiano Zanotelli reclama da falta de estrutura de terminal

Cristiano Zanotelli, que ainda tinha que esperar 400 caminhões até chegar a sua vez, fala que o ponto mais ineficaz da ALL é o pátio. Ele reclama que o terreno grande não é pavimentado, por isso, quando chove muito vira um terreno cheio de lama e buracos. "Os caminhões podem atolar. E quando está seco e venta muito, é poeira para todos os lados”, afirma. Caue Martins, coordenador de gente e gestão da ALL, por sua vez, explica que o local ainda está nessas condições porque não está pronto, já que foi inaugurado em outubro do ano passado e ainda não deu tempo de finalizar essa parte da obra.

Para Marildo Strapazzon, os banheiros são a pior parte. Sujos, sem manutenção e sem produtos de limpeza, os caminhoneiros passam o dia no local reféns das instalações. João Carlos Soares diz que só é preciso só ter um banheiro bom. "Cama, cozinha, ar condicionado, tudo isso temos dentro do próprio caminhão. Não estamos pedindo nada extraordinário, como uma sala luxuosa com tecnologia. Queríamos pelo menos um banheiro decente e um pátio concretado”. 

Os quatro caminhoneiros são unânimes quando o assunto é a lentidão do sistema da ALL. Segundo eles, são apenas sete tombadores (equipamento que retira a soja do caminhão) e cada um demora sete minutos para fazer o descarregamento. Em média há 800 a 900 caminhões por dia para fazer o processo. 

Galeria de Fotos

Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • jose afonso | Segunda-Feira, 20 de Julho de 2015, 18h46
    0
    0

    ola, nem sei por onde começar mas achei este espaço aqui vou registrar minha idignação na rodovia que liga uberlandia a cidade do prata tem um posto com nome de uberpraata ,nunca vi um banheiro mais sujo e mal cheiroso , fica aqui meu protesto

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

Adevair vai para PTB e quer ser vice

adevair cabral curtinha   O PTB, que hoje não tem um representante entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares, o presidente da Câmara Municipal Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral (foto). O curioso é que ambos chegam na legenda petebista...

7 contra reinstituição dos incentivos

valdir barranco curtinha   Como já esperado pelo governador Mauro, apesar da pressão de diversos segmentos, como do comércio, do agronegócio e da indústria, o projeto de lei complementar número 53, que trata da reinstituição dos incentivos fiscais, passou facilmente pelo crivo da Assembleia....

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.