MIMOSO E RONDON

Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2014, 08h:00 | Atualizado: 14/02/2014, 01h:24

Falta de investimento atrapalha turismo e economia do distrito

Local de nascimento do Marechal Cândido Rondon espera ansiosamente a conclusão da obra do Memorial


Enviada especial a Mimoso

Iara Rezende/Rdnews

Anderson Evangelista

Anderson Evangelista, da Escola Santa Claudina, que fica em frente à estrutura do Memorial Rondon, conta que turistas se decepcionam quando visitam o local

A população de Mimoso, distrito de Santo Antônio do Leverger, ainda tem esperança de que um dia a obra do Memorial Rondon fique pronta, mesmo após 10 anos de lançamento do projeto. Apesar disso, o sentimento que mais permeia a vida dos habitantes é a decepção e a revolta.

“Em outras cidades e até mesmo em outros países há museus e monumentos ao Marechal Cândido Rondon. Enquanto isso, no local onde ele nasceu, há apenas uma construção inacabada”, afirma Anderson Evangelista de Sá, secretário da Escola Estadual Santa Claudina.

Segundo ele, o único local do distrito que possui alguns objetos e lembranças do Marechal é na própria escola onde trabalha. Parte dela foi construída por Rondon nos anos 1940. Há uma árvore de pau brasil plantada pelo próprio Rondon no fundo da instituição de ensino e em exposição pelo corredores e salas estão algumas fotos, móveis e cópias de cartas do chamado pai das comunicação do país. “A escola tem o nome da mãe do Marechal. Mas é só isso que Mimoso possui, além do Memorial inacabado”, pontua Anderson.

Iara Rezende/Rdnews

Elvira Maria

Elvira Martins acredita que haveria desenvolvimento no distrito se o Memorial funcionasse como previsto

Elevina Maria Martins de Oliveira, funcionária da Mercearia Saadi, acredita que se o museu fosse concluído, o distrito se desenvolveria rapidamente e a economia daria um salto. “O nosso ritmo aceleraria. Todos seriam obrigados a se movimentar e atender demandas que surgiriam. Restaurantes, hotéis, supermercados e lojas com certeza seriam abertos”. De acordo com ela, Mimoso não possui hotéis, apenas quartos de aluguel. Alguns projetos para a construção já foram idealizados, mas perceberam que o investimento não valia a pena. “Como receber turistas se nem ao menos eles encontram local para se hospedar?”, indaga.

Mesmo sem estar pronto, alguns turistas aparecem no Memorial Rondon. Anderson dá informações a muitos deles, pois a escola Santa Claudina está localizada em frente à construção e é o primeiro local onde se dirigem depois de perceberem que não há quase nada para ser visto. “É triste dizer para os turistas que o que eles vieram procurar é apenas aquela estrutura inacabada. Eles ficam decepcionados e, com certeza, não voltam mais, nem se ficar pronta. Isso atrapalha o turismo já quase inexistente”. O secretário escuta reclamações constantemente e fica chateado com a situação. “Há alguns dias veio um casal do Rio de Janeiro para conhecer o Memorial e foi embora cinco minutos depois. Não tem como movimentar a economia desse jeito”. 

O projeto da estrutura é dos arquitetos José Afonso Portocarrero e Paulo César Molina. Ele foi idealizado ainda no governo de Dante de Oliveira, tendo a construção dos alicerces iniciada em 2002. Após isso, aconteceu apenas a reforma do assoalho no governo de Blairo Maggi.

Cerca de R$ 780 mil foram gastos até o momento. Anderson conta que no ano passado o governador Silval Barbosa visitou Mimoso e prometeu concluir a obra. Jairo Pradela, secretário de Estado de Desenvolvimento do Turismo, garante que já está em processo de licitação e ainda no primeiro semestre as obras serão retomadas. “Esperamos que seja verdade. Esperança é a última que morre”. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.