Nacional

Quinta-Feira, 13 de Março de 2014, 18h:46 | Atualizado: 13/03/2014, 18h:46

Após 3 anos como reitor, Adriano inicia pré-campanha para deputado


Enviado especial a Cáceres

Davi Valle/Rdnews

adriano_interna.jpg

Ex-reitor da Unemat, Adriano Silva, se desincompatibiliza do cargo para disputar vaga na Assembleia

Ao se afastar da Reitoria da Unemat para concorrer às eleições, o professor Adriano Silva (PP) começa, na próxima semana, a visitar municípios a fim de viabilizar uma cadeira na Assembleia. Nesta peregrinação, o progressista explica que percorrerá por 22 cidades da região Sudoeste do Estado. “A partir de amanhã vamos avançar nas discussões políticas”, afirma em entrevista ao Rdnews.

Há 17 anos trabalhando na educação, Adriano ressalta que possui experiência na área e, por isso, esta será uma das principais bandeiras que defenderá, caso eleito. “No Legislativo a educação é pouco discutida. Temos que colocá-la como prioridade do Executivo, pois é ela que transformará o Estado”.

Para tentar se eleger, o professor deve contar com a Unemat como principal “puxador de votos”, pois a instituição apresenta mais de 21.250 eleitores, sendo 18 mil alunos, 1,6 mil funcionários, 1 mil docentes e 650 técnicos. Apesar de o posto ter ajudado na disseminação de seu nome em todo o Estado, Adriano lembra que existem prós e contras em todo trabalho que ocupa um grande cargo. Em contrapartida, destaca que o anseio de ter um representante da Unemat no Legislativo, o impulsionou na ideia de se tornar deputado. “É primordial a instituição participar ativamente do processo do Estado”.

Outra bandeira defendida pelo progressista é o fato de Cáceres não ter nenhum representante na Assembleia há 20 anos. Adriano ressalta que o município já foi muito forte politicamente e, hoje, vive um momento de dependência. “Nossa região está sufocada em pobreza. E pior, sem uma nova vocação”. Para o ex-reitor, a região, que abrange 22 municípios, precisa se unir para tentar voltar a ser importante no desenvolvimento econômico do Estado.

Para definir outras propostas de campanha, o professor explica que nestas visitas deve buscar o diálogo com a população para saber suas maiores reivindicações. Em Cáceres, Adriano deve começar pelos bairros. “Temos uma agenda extensa nestes próximos 90 dias”. O ex-reitor, no entanto, contará com a concorrência de, pelo menos, mais três principais candidatos no município, sendo Leonardo Alburquerque, Wilson Kishi, ambos do PDT, e Marcinho Lacerda (PMDB). Além destes, também se articulam na busca por uma vaga na Assembleia: Corbelino Moraes (PSDB), Leomar Motta (PP), Josias Modesto (PTB) e o Professor Brandão (DEM). O elevado número de candidatos, contudo, pode prejudicar Cáceres, visto que os votos ficam pulverizados. Na prática, para ser eleito, o candidato e/ou coligação precisam obter cerca de 70 mil votos, conforme o quociente eleitoral.

Balanço

Nos três anos e meio no comando da Unemat, Adriano salienta que quando assumiu o cargo, a instituição estava em descrédito perante a sociedade, tendo em vista alguns conflitos de professores e técnicos. O principal objetivo, primeiramente, foi repaginar e reformular a entidade e criar um novo conceito, como a universidade sendo um “braço” intelectual do Estado. “Hoje a Unemat, em várias áreas, faz o plano estratégico de Mato Grosso”. 

Durante a gestão, o professor elenca também a ampliação de campi em outros municípios; criação de mais 10 cursos como medicina e engenharia; concursos de professores e técnicos administrativos; e assistência estudantil para 5 mil acadêmicos.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Alcir Oliveira | Quinta-Feira, 20 de Março de 2014, 12h10
    0
    0

    Expansão territorial, criação de novos cursos sem planejamento, em especial fora de sede (medida claramente eleitoreira), infraestrutura deficitária, laboratórios obsoletos e desatualizados o que desestimula pesquisadores e acadêmicos provocando evasão escolar e ausência de compromisso social com certeza compromete a qualidade de ensino não podendo afirmar que este é o modelo de educação superior que o Mato Grosso deseja.

  • Elifas Jose Ribeiro Ribeiro Ribeiro | Quinta-Feira, 13 de Março de 2014, 11h37
    2
    0

    Será que ele ja esta se achando a ultima bolacha do pacôte? A não ser que ele esteja contando com os votos dos eleitores-ignorantes,politicamente

  • marcos | Quinta-Feira, 13 de Março de 2014, 06h40
    3
    0

    Se a sua atuação como deputado estadual (se eleito), for igual a de reitor, estamos fritos.

Álbum de casamento para 300 casais

marcia pinheiro 400 curtinha   A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (foto), que desde 2017 lidera alguns projetos sociais de forma voluntária, fez questão de, mesmo com a pandemia da Covid-19, promover, na última segunda, entrega simbólica de álbuns de casamento para 10 casais, que foram...

Fora de vez da disputa para senador

cidinho santos 400 curtinha   O empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto), recém-filiado ao DEM, desistiu de vez da ideia de entrar de última hora na corrida ao Senado, na suplementar que será realizada em novembro deste ano. E por algumas razões. Primeira, como sócio do frigorífico União...

TCE suspende licitação de R$ 12 mi

air praiero 400 curtinha   Uma concorrência pública, com valor estimado de R$ 12,5 milhões, tocada pela secretaria de Habitação e Regularização Fundiária de Cuiabá, sob o defensor público licenciado Air Praeiro Alves (foto), foi suspensa cautelarmente pelo TCE por causa de...

6 estão no páreo em Tangará; 2 fortes

vander masson 400 curtinha   Tudo indica que os tangaraenses terão nas urnas 6 candidatos majoritários nas eleições de novembro. O cenário está se desenhando com os seguintes "prefeitáveis": Chico Clemente (PSD), Gunther Duarte (PSL), Vander Masson (foto), do PSDB, Claudinho Frare (Republicanos),...

Bolinha é multado por irregularidades

humberto bolinha 400 curtinha   Por causa de irregularidades cometidas ainda em 2017, ao fazer aquisições sem realizar licitação e/ou pesquisa de preço, o prefeito de Guiratinga, Humberto Domingues, o Bolinha (foto), recebeu multa do TCE de 12 UPFs-MT, correspondente hoje a R$ 1,7 mil. E será intimado pelo...

Puxando o "rei" pra baixo em Tangará

reinaldo morais 400 curtinha   A pré-campanha ao Senado do empresário Reinaldo Morais (foto), o "rei dos porcos", evangélico e bolsonarista, vem ganhando aceitação popular em vários municípios. Mas, em Tangará da Serra, enfrenta muita resistência. Algumas pessoas próximas ao...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.