Nacional

Sábado, 21 de Março de 2020, 18h:35 | Atualizado: 21/03/2020, 18h:43

Brasil testará cloroquina contra o coronavírus; droga ainda está em teste

Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro

O Brasil testará em pacientes com Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, um remédio normalmente usado contra malária, mas que se mostrou promissor contra o vírus em testes iniciais em outros países, a cloroquina, ou hidroxicloroquina.

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou hoje a experiência será em um hospital particular de São Paulo, o mesmo onde ele foi operado durante o tratamento para se recuperar da facada da qual foi vítima na campanha de 2018.

“Agora há pouco profissionais do Hospital Albert Einstein me informaram que iniciaram um protocolo de pesquisa para avaliar a eficácia da cloroquina nos pacientes com Covid-19”, disse ele em postagem neste sábado (21). “E decidimos que o laboratório químico e farmacêutico do Exército deve imediatamente ampliar a sua produção desse medicamento, que, na última sexta, o presidente da Anvisa, Antonio Barra, decidiu que não poderá ser vendido a outros países“, completou.

Pelo mundo

Mais cedo neste sábado, o presidente norte-americano Donald Trump também falou sobre a cloroquina e sobre outro medicamento usado experimentalmente contra o novo coronavírus, a azitromicina, e previu que eles poderão “mudar a medicina”.

A esperança surgiu após a divulgação de uma pesquisa de cientistas franceses. O estudo foi feito por cientistas da Universidade Aix Marseille, Universidade Côte d’Azur e Centre Hospitalier Universitaire de Nice.

Nos testes, receberam o medicamento seis pacientes assintomáticos, 22 com sintomas de trato respiratório superior e oito com sinais no trato respiratório inferior. Todos tomaram 600 mg do medicamento por 10 dias.

Entre os casos, 20 mostraram uma diminuição significativa na carga viral comparada a pessoas que não tomaram remédio algum. O medicamento foi ainda mais eficaz quando o princípio ativo azitromicina, também citado por Trump, foi incluído.

Receita médica

Nessa sexta (20), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu passar a exigir apresentação de receita médica em farmácias para liberação de medicamentos com hidroxicloroquina, substância estudada como possível remédio para o novo coronavírus. O órgão afirma que a medida vai permitir que pacientes que já utilizam o medicamento não fiquem sem tratamento.

O Metrópoles mostrou também nessa sexta que houve uma corrida às farmácias no Distrito Federal em busca de medicamentos à base da hidroxicloroquina, causando um desabastecimento do produto.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Everton | Domingo, 22 de Março de 2020, 10h05
    1
    0

    Que facada? Tudo simulação!!!!

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.