Nacional

Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 15h:06 | Atualizado: 15/04/2019, 15h:10

Assange é acusado de usar embaixada do Equador como centro de espionagem

O presidente do Equador, Lenín Moreno, acusa o cofundador da WikiLeaks, Julian Assange, de tentar criar um “centro de espionagem “ na embaixada do Equador em Londres. Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Moreno explicou os motivos de expulsão do asilo de Assange, detido no Reino Unido na última quinta-feira (11).

Segundo o presidente equatoriano, Assange violou as condições de asilo e tentou criar um centro de espionagem na embaixada do Equador, país que lhe concedeu asilo político há sete anos.

Segundo o presidente equatoriano, Assange violou as condições de asilo e tentou criar um centro de espionagem na embaixada do Equador, país que lhe concedeu asilo político há sete anos

“Não podemos permitir que a nossa casa, a casa que abriu as suas portas, se torne um centro de espionagem. Essa atividade viola as condições de asilo”, acrescentou o líder equatoriano na entrevista.

Moreno acusa o governo anterior de ter dado condições a Assange para usar a embaixada equatoriana a fim de “interferir em assuntos de outros Estados”.

No entanto, as acusações a Assange, que levaram à revogação do asilo, geraram controvérsia no Equador. Rafael Correa, ex-presidente do país, considera que esse é "um crime que a humanidade jamais esquecerá" e que Lenín Moreno é “o maior traidor da história equatoriana e latino-americana”.

Segundo o jornal britânico, o WikiLeaks estava associado a um site anônimo que publicou informações e fotos particulares de Moreno e sua família, numa alegada campanha para enfraquecer a imagem do atual presidente equatoriano. Moreno negou que as recentes acusações a Julian Assange tenham sido uma represália pela exposição dos referidos documentos pessoais.

Na mesma entrevista, o presidente equatoriano dá como exemplo da interferência de Assange em assuntos internos de outros estados, a publicação dos documentos do Vaticano, em janeiro de 2019. “É lamentável que haja pessoas dedicadas a violar a privacidade das pessoas”, acrescentou.

Assange foi criticado pelo seu comportamento com a equipe diplomática de Londres e hábitos de higiene. “Ele manteve constante comportamento higiénico inadequado ao longo da estadia, o que afetou sua própria saúde e o clima interno da missão diplomática.”, comentou Moreno.

Ao The Guardian, Moreno afirmou que recebeu garantias do Reino Unido de que o cofundador do WikiLeaks não será extraditado para um país em que possa ser sujeito a tortura, maus-tratos ou condenado à pena de morte.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Dorileo flerta com PSB, mas apoia EP

max russi 400 curtinha   O deputado Max Russi (foto), presidente estadual do PSB, convidou oficialmente o empresário Dorileo Leal, do Grupo Gazeta de Comunicação, para se filiar ao partido e concorrer a prefeito da Capital. Ambos tiveram uma longa reunião no decorrer da semana. Dorileo ficou de avaliar, mas a...

CPI da Energisa, nomes e reclamações

thiago silva 400 curtinha   A CPI da Energisa, criada pelos deputados, vai levantar críticas, denúncias e debates acalorados. E surge numa época do ano em que a conta de luz dos consumidores foi às alturas por causa do longo período sem chuva e do intenso calor. O deputado Thiago Silva (foto) foi um dos que...

Vereador e jornalista trocam ameaças

abilio j�nior 400 curtinha   O vereador Abílio Júnior (foto) e o jornalista-militante José Marcondes, o Muvuca, estão protagonizando um embate pela internet. E a raiz do conflito é o fato do parlamentar ser ligado ao deputado estadual Sebastião Rezende, que teria embolsado R$ 6,5...

Deputado, lista de Riva e preocupação

neri geller 400   O ex-ministro da Agricultura e hoje deputado federal Neri Geller (foto) aparece na lista de José Riva como um dos políticos implicados. Embora bem articulado e numa posição de destaque, como coordenador da bancada mato-grossense, Neri já enfrenta uma série de demandas jurídicas...

Agora, Aladir quer disputar Alencastro

alair400   O servidor público do Estado Aladir Leite de Albuquerque (foto), hoje filiado ao Patriota, está determinado a concorrer à Prefeitura de Cuiabá. Ele estuda proposta para se filiar ao PMN ou PSC. Alair concorreu ao Senado no ano passado. Mesmo longe de se eleger, numa disputa com mais 10, ele saiu do pleito de...

Gaeco no interior e ajuda de prefeitos

Mauro Zaque curtinha   Com o promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) no comando, as unidades do Gaeco já estão estruturadas no interior do Estado. Em Barra do Garças, Cáceres, Sorriso e Rondonópolis, servidores como oficiais de gabinete, analistas jurídicos e assistentes ministeriais, foram realocados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.