Nacional

Terça-Feira, 16 de Dezembro de 2014, 09h:00 | Atualizado: 16/12/2014, 17h:41

Legislativo

CPMI da Petrobras, LDO e Código Civil devem ser votados nesta terça

Na última semana de trabalhos legislativos antes do recesso do Congresso Nacional, pelo menos três matérias relevantes devem ser votadas pelos parlamentares. Nesta terça (16) e quarta (17) serão votados o relatório final da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o novo Código de Processo Civil (CPC).

 O relatório final da CPMI da Petrobras foi apresentado na última quarta (10) pelo relator, deputado Marco Maia (PT-SP). Apesar de as quase 900 páginas reunirem os principais assuntos investigados pela CPMI, a oposição considerou que o relatório não toma providências importantes e apresentou outro texto para ser votado. Dessa forma, na próxima quarta (17), os membros da comissão deverão decidir qual dos dois será aprovado.

 Antes disso, contudo, na terça-feira, há a previsão de que o Senado examine em última instância o novo CPC. O texto original foi proposto por uma comissão de juristas convocada pelo Senado para reformar o código. Depois, o projeto foi submetido a uma comissão especial de senadores que transformou as propostas em projeto de lei. A matéria foi aprovada e recebeu substitutivo na Câmara. O relator, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), propôs alterações que retiram trechos aprovados por deputados, mas isso ainda será discutido e novas propostas de mudanças podem ser apresentadas pelos líderes partidários. De qualquer forma, depois de aprovado, o texto seguirá para sanção da presidenta Dilma Rousseff.

 Na terça-feira, a partir das 19h, o Congresso Nacional se reunirá para votar a LDO de 2015. A matéria deveria ter sido votada até julho, antes do recesso legislativo do meio do ano. No entanto, com a chegada da Copa do Mundo e das eleições, os parlamentares entraram no chamado recesso branco e não apreciaram a lei. A LDO deveria servir de base para a formulação da peça orçamentária, mas como não foi aprovada este ano, o Orçamento acabou sendo feito com base na LDO do ano passado.

Somente depois da votação do texto nesta semana é que os parlamentares vão se dedicar à apreciação do Orçamento Geral da União de 2015. Ele deveria ser votado até o dia 22 deste mês, mas tudo indica que não haverá tempo e medida deve ficar para ser apreciada no ano que vem, a partir de fevereiro, quando o Congresso retoma os trabalhos legislativos e os novos senadores e deputados tomam posse. Para arcar com os compromissos fixos até lá, o governo poderá gastar por mês, no ano que vem, o equivalente a um doze avos do Orçamento de 2014.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

Faissal se licencia e Oscar assume vaga

oscar_curtinha_400   O deputado estadual de primeiro mandato Faissal Calil (PV), a partir de quarta (21), vai se licenciar por 4 meses. Assim, dará lugar para o retorno do ex-deputado Oscar Bezerra (foto), que disputou à reeleição no ano passado, sem sucesso. Oscar, que tem base eleitoral em Juara, teve 11.827 votos e...

Fora do Podemos e dando pitacos

marcelo_curtinha   O presidente do Podemos-MT, José Medeiros, se diz surpreso com as declarações do adjunto de Turismo da Capital Marcelo Pires, que se posiciona contra a filiação de Niuan no partido. O absurdo disso é que Marcelo sequer é filiado e muito menos militante. Só participou de uma...

Melhorias refletem no Mutirão Fiscal

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) está empolgado com a intensa procura dos contribuintes para negociação de dívidas municipais e ficou mais animado quando tomou conhecimento dos comentários de muitos, inclusive daqueles menos favorecidos, que estão indo à Arena Pantanal,...

Inclusão ilegal de Júlio no DEM-Cuiabá

fabio garcia 400 curtinha   A conspiração de Fabio Garcia (foto) na hora de definir novos membros do DEM-Cuiabá, armada às pressas e na base do atropelo, sem consultar os irmãos Júlio e Jayme Campos, principais referências do partido na Baixada Cuiabana, acabou por escancarar uma prova de ilegalidade....

Tragédia, Sachetti, 2020 e reflexos

adiltonsachetti_curtinha400   O apelo emocional provocado pelo acidente envolvendo Lidiane, esposa de Sachetti (foto), e que resultou na morte de uma criança de 3 anos, aliado à suspeita de fuga e omissão de socorro, seguramente terá reflexos nas eleições de 2020. Caso o ex-federal e ex-prefeito seja...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.