Nacional

Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 10h:26 | Atualizado: 22/10/2020, 10h:34

Em guerra sobre vacina, Bolsonaro ataca governador: "nanico projeto de ditador"


Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quinta-feira (22/10), que o governador de São Paulo, João Doria, é autoritário e o chamou de “nanico projeto de ditador”, ao criticar a postura do tucano de querer impor a vacinação contra o coronavírus, em São Paulo. “Realmente, impor medidas autoritárias, só para esses nanicos projetos de ditadores, como esse cara de São Paulo aí”, atacou o presidente.

De acordo com o chefe do Executivo nacional, Doria estaria se precipitando ao falar de obrigatoriedade sobre uma vacina que ainda não tem comprovação científica.

“Então, não ouvi dizer, e acho que vocês também, nenhum chefe de Estado do mundo dizendo que iria impor a vacina quando ela tiver. É quase uma maneira de levar terror junto a população. Até porque, impor uma vacina que não tem um certo tempo de comprovação científica, fica muito difícil”, disse o presidente aos apoiadores, na porta do Palácio da Alvorada.

Plabo Jacob

Jair Bolsonaro

Bolsonaro acusou Doria de levar pânico à população: “Quando esse governador fala, em vídeo, que ele iria obrigar 40 milhões de paulistas a tomar a vacina, ele causa pânico nesse pessoal”.

O presidente disse ter a sua posição, desta vez, respaldada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “Ontem (quarta, 21/10), a OMS se manifestou contra a obrigatoriedade da vacina e disse que é contra medidas autoritárias. Eu quero dizer que a OMS se manifestou depois que eu já havia me manifestado. Então, dessa vez, eu acho que eles estão se informando corretamente. Talvez me ouvindo até né. Então eu tenho a certeza que não voltarão atrás nessa decisão”, disse.

Eficácia

Bolsonaro ainda enfatizou que não há comprovação científica da eficácia das vacinas ainda e que não houve ainda aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“É um direito de cada um tomar ou não. E outra coisa: é uma irresponsabilidade do governador (João Doria) porque não existe uma vacina eficaz e, no nosso caso, além de não existir comprovação científica, ainda não foi obviamente ratificada pela Anvisa”.

Bolsonaro ironizou a OMS que, segundo ele, não apoia a vacinação obrigatória: “Então, parabéns à OMS, começaram a acertar. Começando agora a se informar melhor antes de emitir um juízo, uma sugestão, uma medida aí que atinja a todos no mundo”, disse o presidente.

“Salve vidas”

Na quarta-feira (21/10), João Doria esteve em Brasília e fez um apelo ao presidente Jair Bolsonaro para que ele não recrimine o ministro da Saúde, que a seu ver, agiu corretamente em relação a compra da vacina do instituto Butantan.

“Peço a compreensão do presidente e o seu sentimento humanitário para compreender que seu ministro da Saúde agiu corretamente, baseado na medicina”, afirmou o governador. “Salve vidas, presidente Bolsonaro, e deixe as eleições para depois”.

O pedido veio após Bolsonaro, em resposta a comentários de apoiadores em sua conta no Facebook, que o governo federal não comprará a vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech, uma das que estão em estágio mais avançado no mundo.

No Brasil, a empresa chinesa mantém parceria com o governo de São Paulo e com o Instituto Butantan, responsável por coordenar as pesquisas e fabricar a vacina, caso ela tenha resposta imunizatória e seja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Bolsonaro prometeu que “tudo será esclarecido hoje” e garantiu que não comprará a vacina. Em resposta a um de seus seguidores, que acusou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de traição, o chefe do Executivo disse que “qualquer coisa publicada, sem qualquer comprovação, vira traição”.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • DE OLHO | Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020, 09h05
    0
    3

    COMPRAR VACINA CHINESA É JOGAR DINHEIRO PUBLICO FORA !! OU ALGUÉM JÁ VIU ALGUMA COISA FEITA NA CHINA PRESTAR ?? DÓRIA ESTA ARMANDO COM OS CHINESES...

  • CHIRRÃO | Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020, 09h03
    0
    3

    IMAGINEM SE O GOVERNO BOLSONARO FOSSE RESPONSÁVEL PELAS COMPRAS E DISTRIBUIÃO DOS RESPIRADORES E DOS MATERIAIS PRA PANDEMIA....NÃO EXISTIRIA TANTOS CASOS DE DESVIOS COMO ESTA TENDO...PRINCIPALMENTE NOS ESTADOS E MUNICIPIOS GOVERNADOS PELA ESQUERDA ! MAS O STF PRA ATENDER PARTIDOS ESQUERDISTAS ASSIM DECIDIU..

  • Benedita da Silva | Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 15h18
    4
    2

    Coronavac foi para o brejo? Não, e como a Anvisa tem até 60 dias após a solicitação de certificação da vacina, depois do carnaval, estará pronta. Quanto a ser ouvido pela OMS só a turma do reino dos aloprados acredita, qualquer vacina só e disponibilizada, depois de vários testes, e o Butantan faz isso com todas as vacinas disponibilizadas no país.

  • Pereira | Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 11h47
    4
    2

    o presidente Bozobosta tratando coisa seria como briga de comadesz

  • Joelira Palhares da Costa | Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 11h39
    4
    4

    Governador Mauro Mendes, o senhor não fala por mim. Eu não desejo tomar vacina da China, que foi Quem espalhou o vírus. Já lucrou muito vendendo máscaras, respirações... Ser a favor do Dória, projeto de ditador é inaceitável. Saberemos votar.

  • adriano | Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 11h15
    7
    5

    Pelo jeito ele prefere que seus seguidores continuem tomando a 'comprovadíssima' cloroquina e levando ozônio por trás... o Minto é um gênio, a ciência não serve pra nada talquei

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

Reeleição consagradora e base forte

leonardo bortolini leo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito Léo Bortolin (foto) mostrou nas urnas ser mesmo um líder político emergente da região. Ele assumiu o Executivo, após vencer a eleição suplementar em novembro de 2017, com 69% dos votos válidos. Agora foi à...

Vereador eleito diz não apoiar Abílio

eduardo magalhaes 400 curtinha   Release produzido pela campanha de Abílio Júnior anuncia que 13 dos 25 vereadores eleitos e/ou reeleitos estão apoiando o candidato do Podemos neste segundo turno em Cuiabá. E incluiu na lista Eduardo Magalhães (foto), do Republicanos. Mas o próprio Magalhães,...