Nacional

Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020, 13h:22 | Atualizado: 27/11/2020, 13h:24

Flordelis teria dito que pastor Anderson morreria por "atrapalhar a obra de Deus"


Metrópoles

Reprodução

Flordelis e Anderson

A informação foi dada pela nora da deputada federal Flordelis dos Santos Souza, Luana Rangel Pimenta, durante audiência na manhã desta sexta-feira (27)

O deputada federal Flordelis dos Santos Souza, acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, teria dito que ele morreria por “atrapalhar a obra de Deus”. A informação foi dada pela nora de Flordelis, Luana Rangel Pimenta, durante audiência na manhã desta sexta-feira (27/11).

Luana e outras testemunhas do crime foram ouvidas na 3ª Vara Criminal de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Flordelis também participou da audiência e chegou ao local por volta das 9h.

Esposa de Mizael, um dos filhos da deputada, Luana disse que, entre 2017 e 2018, Flordelis costumava dizer que recebia “mensagens divinas” sobre a morte de Anderson. Ela falava que o marido morreria porque estava “atrapalhando a obra de Deus”. As informações são do portal O Dia.

Luana também disse que a parlamentar teria colocado substâncias em bebidas do pastor para tentar matá-lo e que planejou o crime ao menos duas vezes.

“Um dia, eu e uns filhos fomos a um cinema na Barra. O Carlos (um dos filhos) disse: ‘não toma nada que a Flor der para o Niel (apelido de Anderson). A Cris (outra filha) tomou um suco de laranja e ficou cinco dias internada’. Vi várias vezes ela colocando pozinho no suco do pastor”, disse Luana durante a audiência, segundo o portal O Dia.

A nora de Flordelis também disse que Anderson passou “muito mal” durante o último ano de vida. “Fazia reuniões com uma lixeira em cima da mesa para poder vomitar”, afirmou, segundo o portal.

Além disso, Luana reforçou que o choro da deputada no dia da morte de Anderson foi falso, e que a parlamentar teria ordenado que o celular do pastor fosse quebrado e jogado no mar.

A audiência

Flordelis foi a primeira a chegar ao plenário, seguida pelos outros réus, que estão presos. Eles foram conduzidos à sala de audiência e a juíza advertiu que todos eles são proibidos de se comunicar. A magistrada ameaçou tomar outras medidas, caso a determinação fosse descumprida.

A deputada chorou quando viu os filhos e a neta chegarem ao fórum e escondeu a tornozeleira, que é obrigada a usar. As informações são do Extra.

No dia 13 de novembro, quando houve a primeira audiência, as testemunhas de acusação foram ouvidas. Entre elas, os delegados Allan Duarte e Bárbara Lomba, que conduziram as investigações.

Flordelis é a única dos 11 réus que não está presa. Por possuir imunidade parlamentar, a deputada somente poderia ser detida em flagrante delito por crime inafiançável.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Mauro | Sábado, 28 de Novembro de 2020, 15h27
    0
    0

    Esta amiga da Damares e apoiadira do Bozo se ferrou. Outros tantos vão ser desmascaradis aos poucos, inclusive o Bozo.

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), paga uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados. O salário de desembargador é de R$ 35,4 mil. Entre os chamados penduricalhos pagos pelo...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.