Nacional

Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020, 13h:26 | Atualizado: 15/09/2020, 13h:26

Guedes: "Governo está quebrado e vai ficar dando aumento na aposentadoria?"


Metrópoles

Reprodução

Bolsonaro e Guedes

Em recado ao presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ser necessário, sim, pensar na desindexação dos gastos públicos

Após receber bronca pública do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a hipótese de congelamento de aposentadorias e pensões, o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender, nesta terça-feira (15/9), a desindexação, a desvinculação e a desobrigação dos gastos públicos.

O economista disse que é preciso rever a indexação – quando o salário mínimo, por exemplo, é reajustado com base na inflação – e que, “se quiser, pode manter o reajuste automático do BPC, do salário mínimo, mas agora pense duas ou três vezes sobre isso”.

“Quarenta milhões de desempregados. Cê vai ficar dando aumento do salário mínimo? Ao invés de 40 [milhões], vai para 50 [milhões], 60 milhões de desempregados, porque está em uma situação de pandemia, o PIB caiu”, disse, em videoconferência.

“As empresas estão quebrando e vão dar aumento de salário? O governo está quebrado e vai ficar dando aumento de benefício para todo mundo nesta crise? Tem de colocar a mão na cabeça e dar uma pensada”, completou o ministro da Economia.

Guedes contemporizou a proposta e disse, no entanto, que a equipe econômica não estava discutindo a ideia de congelar aposentadorias e pensões do INSS para criar o Renda Brasil. “Agora, é uma decisão política do presidente, e acabou esse assunto”, assinalou o ministro.

“O que está sendo discutido não é assaltar o pobre para dar aos paupérrimos. A emenda é muito mais ampla do que isso. Quem é eleito, é eleito para decidir onde serão gastos os recursos públicos, não ficar atrás dos orçamentos indexados onde não se controla”, frisou.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • jorge | Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 11h17
    1
    0

    diminui os deputados para uns 27, senador para 7, e ai vem o efeito cascata nos estados, pois esse povo é quem quebra o pais e não serve para nada, nada somente para consumir dinheiro. eu achei que esse mito era diferente mas e a mesma coisa dos que já passaram por ai com uma diferença fala merda demais.

  • alexandre | Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 07h50
    2
    0

    Tem que cortar fundo partidário, tem que cortar 30% dos duodecimos e verbas indenizatorias, tem que reduzir nos poderes, o lagostas...

  • Eleitor | Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020, 13h55
    2
    1

    Já passou da hora do Bolsonaro mandar esse banqueiro para aquele lugar, esse sujeito desrespeita as domesticas, ataca os servidores publicos e agora ataca os aposentados. O que este infeliz sabe fazer é perseguir os trabalhadores e querer tornar os milionários em bilionários. Vou dizer uma coisa esse Guedes e o Ricardo Salles do meio ambiente hoje são os dois ministros mais odiados e que ajuda a puxar para baixo a imagem do Bolsonaro. Presidente eu votei foi no senhor e não nesse banqueiro que não sabe o que é viver na pobreza.

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.