Nacional

Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 14h:54 | Atualizado: 21/10/2019, 16h:00

Mourão: o "máximo" que se pode fazer é ter gente para recolher óleo no litoral

João Arthur/Tamar

Manchas de �leo Nordeste

Foram recolhidas mais de 600 toneladas de resíduos das praias do litoral nordestino

O vice-presidente Hamilton Mourão destacou nesta segunda (21) as dificuldades para lidar com o óleo que aparece no litoral do Nordeste e disse que, no momento, "o máximo" que o governo pode fazer "é ter gente capacitada" para recolher os resíduos, já que não se consegue identificar as causa da mancha de óleo. Segundo Mourão, o governo adotou as medidas cabíveis, contudo, "faltou comunicar" de forma mais eficiente o trabalho realizado.

Mourão, que está no exercício da Presidência com a viagem de Jair Bolsonaro à Ásia e ao Oriente Médio, deu a declaração ao sair de seu gabinete no Palácio do Planalto.

Ele foi questionado se o governo foi omisso ao lidar com as manchas, já que a Justiça Federal em Pernambuco concedeu, no domingo (20), uma liminar determinando que o governo federal dê início, em 24 horas, à implementação de uma série de medidas para recolher o óleo que atinge o litoral e proteger áreas sensíveis do estado.

Segundo a Marinha, desde o dia 2 de setembro, foram recolhidas mais de 600 toneladas de resíduos no litoral nordestino.

O presidente em exercício declarou que o governo adotou todas as medidas previstas no plano nacional de contingência, firmado em 2013, no governo Dilma Rousseff.

Mourão ainda frisou empecilhos para conter o avanço das manchas, já que não se consegue identificar a origem, o que dificulta prever quanto óleo ainda chegará às praias.

"É um caso único na história do mundo, não temos notícia. Diferente daquelas manchas de petróleo que avançam pelo mar, as próprias medidas de contenção são complicadas. O máximo que a gente pode fazer, hoje, é ter gente capacitada para recolher esse óleo que chega nas praias, e é isso que nós estamos fazendo", disse Mourão.

"Não há uma previsibilidade porque não se consegue detectar a mancha. Pode vir aí a Nasa, pode vir quem quiser que não consegue enxergar isso aí. É um ministério", acrescentou.

O vice-presidente também, que terá uma reunião à tarde para discutir as medidas adotadas pelo governo federal até o momento, disse que é preciso manter a busca para identificar a causa, intencional ou não, do derramamento de óleo no mar.

Mourão ressaltou que o governo adotou os protocolos do Plano Nacional de Contingência, firmado em 2013, e que tomou as medidas previstas. Ele lembrou que a Justiça Federal já analisou o caso. Em decisão no domingo (20), a juíza Telma Maria deu 15 dias para o MPF especificar quais outras ações o órgão quer que sejam adotadas em relação às manchas de óleo.

Para o vice-presidente, faltou ao governo comunicar melhor as ações adotadas até o momento.

"A juíza já analisou, já mostrou que o governo desde 2 de setembro acionou os protocolos correspondentes. Apenas mais uma vez faltou comunicar melhor isso aí", declarou o vice-presidente à tarde.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Políticos em peso em evento do HMC

A solenidade que marcou a entrega do HMC em Cuiabá, nesta segunda (19), está sendo considerada o evento do ano para o prefeito Emanuel. Ele conseguiu motivar a presença de diversas lideranças políticas, empresariais e de diferentes setores. Para se ter uma ideia, dos 11 membros da bancada federal, 8 estavam presentes, assim como 16 dos 24 deputados estaduais e 17 dos 25 vereadores. Também marcaram presença dezenas de prefeitos e outros...

Base na Câmara e apoio de Iva Viana

leonardo 400 curtinha   Leonardo Bortolin (foto), que comanda Primavera do Leste e um dos vários prefeitos que prestigiaram a solenidade de entrega 100% do HMC, nesta segunda à noite, em Cuiabá, revelou contar com uma base forte e sólida na Câmara Municipal, o que tem sido importante na aprovação dos...

Ato de EP atrai 6 últimos governadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto), habilidoso nas articulações políticas, conseguiu levar para o mesmo evento, marcando a entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta segunda à noite, cinco ex-governadores e ainda o atual. Prestigiaram a solenidade Júlio Campos, Carlos Bezerra,...

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.