Nacional

Domingo, 05 de Julho de 2020, 11h:00 | Atualizado: 05/07/2020, 11h:12

MPF abre investigação após governo levar comprimidos de cloroquina a indígenas


Do Metrópoles

Ministério da Defesa

Cloroquina indigenas Roraima

Após meses de apelos por ações mais efetivas do poder público no combate ao coronavírus entre os indígenas, etnias que vivem na reserva Yanomami, em Roraima, receberam uma missão comandada pelo ministro da Defesa, general Fernando de Azevedo Silva, e ganharam, entre outros insumos, 66 mil comprimidos de cloroquina. A droga não tem eficácia comprovada contra a Covid-19 e os indígenas desconfiam dela e criticam o uso propagandístico da visita sobre a qual nem foram avisados, já que jornalistas de agências internacionais também foram chamados pelo governo.

O Ministério Público Federal (MPF) em Roraima recebeu denúncias por causa da visita, que levou um contingente de pessoas que podem ter sido expostas ao vírus antes. Foi aberto um procedimento para investigar a visita sem consulta aos povos indígenas, sobretudo em um período em que as aldeias estão isoladas por razões sanitárias. A investigação inclui a distribuição da cloroquina, segundo nota divulgada pelo órgão.

“O objetivo é apurar a distribuição de cloroquina às comunidades indígenas, o ingresso nos territórios sem prévia consulta de seus povos – em desrespeito à decisão de isolamento de muitas de suas comunidades –, a violação das regras de distanciamento social, a presença expressiva de meios de comunicação em contato com os indígenas e a eficiência de operação com vultoso gasto de recursos públicos”, disse o MPF.

Segundo o governo, todos os integrantes da comitiva foram testados para ver se estavam infectados. Testes também foram aplicados em algumas dezenas de indígenas e deram negativo, o que levou o ministro Azevedo e Silva a dar entrevistas dizendo que a pandemia não havia chegado ao território. Para os indígenas, porém, há risco de contaminação, porque a comitiva esteve antes no Hospital de Campanha de Boa Vista, em contato com pessoas infectadas pela doença.

A operação ocorreu no fim da semana passada e, desde então, lideranças Yanomami e das outras oito etnias que vivem na reserva têm feito reclamações nos canais a que têm acesso.

Neste vídeo, dois indígenas reclamam do uso propagandístico da imagem de seus familiares pelo governo e pedem quem a comitiva não volte aos territórios. O registro foi feito por um perfil administrado pelos próprios indígenas da região nas redes sociais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Andréia | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 15h12
    0
    0

    A CLOROQUINA TEM, SIM, EFICÁCIA CONTRA A COVID19; MAIS DE 90% NA PRIMEIRA FASE. OS EXEMPLOS DE CURAS SÃO MILHARES NO BRASIL E NO EXTERIOR: PIAUÍ, MANAUS, PORTO SEGURO, SÃO PAULO, MINAS GERAIS; ITÁLIA E MUITOS OUTROS LUGARES. ESSE USO POLÍTICO DA CLOROQUINA ACHANDO QUE ESTÃO ATACANDO O PRESIDENTE ESTÁ É MATANDO PESSOAS. ISSO VAI SE VOLTAR CONTRA É QUEM FAZ ESSE "JOGO".

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.