Nacional

Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019, 16h:23 | Atualizado: 21/11/2019, 16h:29

PL de Bolsonaro sobre legítima defesa proíbe prisão de militares em flagrante

PM

sirene pm

O texto estabelece situações que justificam uma reação do policial ou agente de segurança

Projeto de Lei anunciado nesta quinta (21) regulamentando o excludente de ilicitude para policiais e agentes das forças de segurança em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLOs) propõe o fim da prisão em flagrante em casos enquadrados como legítima defesa.

O objetivo da proposta, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, é trazer maior segurança às GLOs “fornecendo respaldo jurídico aos militares e aos agentes de segurança pública para agirem em defesa dos direitos fundamentais nesses momentos extremos”, segundo comunicação enviada à imprensa pelo Palácio do Planalto.

O texto estabelece situações consideradas “injusta agressão”, ou seja, que justificam uma reação do policial ou agente de segurança. Entre elas, está a prática ou a iminência da prática de ato de terrorismo.

O policial ou agente também fica resguardado quando houver risco de morte ou lesão corporal, considerando os seguintes cenários: restrição à liberdade da vítima, mediante violência ou grave ameaça; e porte ou porte ostensivo de arma de fogo.

Além dos agentes das Forças Armadas, se aprovada pelo Congresso Nacional, a lei passa a valer para policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais civis e policiais militares.

AGU na defesa de crimes cometidos por policiais

Além de criar regras para isentar de punição policiais e agentes das Forças Armadas que atuem em GLOs, o Projeto de Lei anunciado nesta quinta prevê que servidores que vierem a cometer excessos e sejam processados por crimes serão representados na Justiça por advogados públicos, membros da Advocacia Geral da União (AGU).

O presidente anunciou o envio do projeto ao Congresso durante o lançamento de seu novo partido, a Aliança pelo Brasil. O chamado “excludente de ilicitude”, porém, é proposta antiga de Bolsonaro, que foi repetida várias vezes durante a campanha eleitoral.

Em seu site, a AGU informa que entre suas “funções institucionais” estão fazer a “representação judicial e extrajudicial da União (Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e dos órgãos públicos que exercem função essencial à justiça), além de suas autarquias e fundações públicas”.

O órgão informa ainda que “a representação judicial é exercida em defesa dos interesses dos referidos entes nas ações judiciais em que a União figura como autora, ré ou, ainda, terceira interessada.”

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Barrada licitação pra comprar veículos

ronaldo 400 prefeito bom jesus do araguaia 400   Acatando a uma representação interna com pedido de cautelar, o conselheiro interino do TCE Moisés Maciel determinou que o prefeito Ronaldo Rosa de Oliveira, o Rone do Mureré (foto), de Bom Jesus do Araguaia, suspenda, de imediato, o pregão eletrônico para...

Fazendeiro deve disputar em Tangará

chico clemente 400 curtinha   Chico Clemente (foto), que está determinado a disputar a Prefeitura de Tangará da Serra pelo PSD, é fazendeiro e não precisa de política praticamente para nada. Mesmo assim, é conhecido por gostar muito dos bastidores, o que o levou a estar na direção de campanhas...

Vander sufocado em Tangará da Serra

vander masson 400 curtinha   Se até há poucos dias tudo indicava para uma possível eleição de Vander Masson (foto) em Tangará da Serra, agora a situação ganha novos rumos e se complica para o tucano. O filho do ex-deputado Saturnino vem perdendo o controle do cenário. Nos últimos...

IFMT e novo laboratório pra testagem

deiver 400 curtinha   Numa iniciativa inédita, o Campus do IFMT Cuiabá - Bela Vista, sob o diretor-geral Deiver Alessandro Teixeira (foto), terá um novo laboratório a ser utilizado para análise sorológica da Covid-19, através da pesquisa de IgG e IgM. A obra, orçada em R$ 1 milhão,...

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.