Nacional

Quinta-Feira, 27 de Novembro de 2014, 16h:06 | Atualizado: 27/11/2014, 16h:31

Falsificação

Polícia Civil deflagra operação contra esquema de falsificação de diplomas


Assessoria- PJC

Reprodução

diplomas

 Polícia Judiciária Civil deflagra operação contra falsificação de diplomas em MT

Cinquenta e sete ordens judiciais estão sendo cumpridas pela Polícia  Judiciária Civil do Estado, na operação "Falsário", para desarticular uma quadrilha especializada em falsificação de diplomas do ensino fundamental, médio, técnico, superior e pós-graduação.  

 A operação foi iniciada nesta quinta (27),  em Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo para cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva, 23 mandados de busca e apreensão domiciliar e 23 três mandados de condução coercitiva.

 Dez pessoas estão presas e 23 pessoas beneficiarias foram conduzidas para interrogatórios. Todos poderão responder por falsidade ideológica, uso de documento falso e associação criminosa.

 As ordens de busca e apreensão foram cumpridas, resultado em grande volume de material apreendidos como notebooks, computadores, documentos e vasta quantidade de certificados que ainda não foram contabilizados, além de cheques e mais de R$ 100 mil, em dinheiro.

 Os detalhes da investigação e o resultado alcançado até agora serão apresentados amanhã (28), às 9h30, em entrevista coletiva, no auditório da Diretoria Geral da Polícia Civil, em Cuiabá, com a delegada responsável pelo inquérito Anamaria Machado Costa, da Delegacia de Polícia de São José dos Quatro Marcos, acompanhada pela Delegada Regional de Cáceres, Elisabete Garcia dos Santos, e a Inteligência da PJC.

 A base das investigações é a cidade de Cáceres onde está preso o chefe da quadrilha, em Mato Grosso. A delegada Anamaria Machado Costa foi designada pela delegada Regional de Cáceres, Elisabete Garcia dos Santos, para finalizar a investigação que está em andamento há cinco meses.  

 As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz de Cáceres Jorge Alexandre Martins Ferreira, com anuência do promotor de Justiça Rinaldo de Almeida Segundo.

 A operação contou com participação da Diretoria de Inteligência da Policia Civil, em Cuiabá, que ajudou no monitoramento dos alvos nos estados com ramificação da quadrilha e locais com pessoas beneficiadas; com apoio das unidades de Inteligência do Estado de São Paulo, Departamento de Polícia Judiciária Civil do Interior de São Paulo - cidades de Campinas, São José do Rio Preto, Piracicaba -, Delegacia de Investigações Gerais da Polícia Civil de Jundiaí (SP), Departamento de Informações e Inteligência Policial em Minas Gerais e Departamento de Polícia Civil de Curvelo (MG).

 Também participaram da operação delegados das cidades mato-grossenses de Cuiabá, Cáceres, Araputanga, São José dos Quatro Marcos, Mirassol D'Oeste, Porto Esperidião, Rio Branco, Lambari D'Oeste, Jaciara, Rondonópolis e Primavera do Leste, municípios com cumprimento de ordens judiciais.

 O trabalho do serviço de Inteligência teve a colaboração da Coordenadoria  Geral de Inteligência, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (GGI/Senasp).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Cristina Macedo Marques | Sábado, 29 de Novembro de 2014, 15h50
    1
    0

    É muito triste ver o que anda acontecendo, as pessoas perderam a vergonha, a policia prende, a justiça solta, no outro dia é outro escândalo, e tudo ficar por isso mesmo. O que fazer em um país onde não existe justiça????

  • Ana Cebalho Ortis | Sábado, 29 de Novembro de 2014, 10h36
    1
    0

    Esta mafia montou um Laboratório em Cáceres, LABORATÓRIO SÃO MATHEUS, a OSS que administra o Hospital Regional(Santa Catarina), quarterizou o serviço de analises clinicas para eles, posteriormente tb foram para o hospital filantropico, Hospital São Luiz, tb administrado pela Santa Catarina, tudo ja tinha sido denunciado no MP o ano passado, mas atraves de documentos, tb falsificados foram enrolando nossa justiça morosa. A cidade de Cáceres não merece esta destruição.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS