Nacional

Sábado, 20 de Abril de 2019, 11h:48 | Atualizado: 20/04/2019, 11h:54

Polícia Civil prende integrantes de torcidas organizadas do Vasco e Botafogo

Agentes da Polícia Civil fazem uma operação, neste sábado (20), para prender integrantes de torcidas organizadas do Vasco e do Botafogo. De acordo com a corporação, a investigação da 18ª DP (Praça da Bandeira) apura a agressão a policiais.

Dos 10 mandados de prisão expedidos, ao menos sete já tinham sido cumpridos até as 10h. Entre os presos, dois são da torcida do Botafogo e cinco do Vasco.

Na casa dos integrantes, os agentes também apreenderam camisas e outros materiais utilizados nas torcidas organizadas. Entre as apreensões, havia uma camisa da Raça Rubro Negra, torcida organizada do Flamengo.

Segundo a polícia, ela é como um "prêmio" para os torcedores das organizadas do Vasco e Botafogo que entram na briga. Nesse caso, a camisa foi roubada de um torcedor do Flamengo que ficou ferido em um dos confrontos.

Briga na final da Taça Guanabara

A confusão entre torcedores e policiais militares que deu origem às prisões ocorreu no dia 17 de fevereiro, no Maracanã, durante um jogo entre Vasco e Fluminense. Integrantes da Fúria Jovem do Botafogo, aliados da Força Jovem do Vasco, participaram do ataque. Juntos, eles agrediram policiais militares do Regimento de Cavalaria.

A confusão começou antes mesmo do jogo, no mês retrasado. Houve uma briga judicial entre os clubes para saber qual torcida ocuparia o setor sul do estádio. A partida começou com com os portões fechados e, posteriormente, foi liberada a entrada das torcidas.

Segundo a investigação, torcedores de uma organizada do Vasco ficaram “agitados” e passaram a forçar as grades para entrar no estádio. Com isso, segundo a polícia, agentes montados em cavalos foram ao local para impedir a entrada irregular.

A investigação aponta ainda que os torcedores passaram hostilizar a equipe policial, com agressões, arremesso de pedras e fogos de artifício. Até os cavalos ficaram feridos.

A operação deste sábado contou com apoio do Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (Bepe) da Polícia Militar, que ajudou a identificar os suspeitos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Câmara adia o parecer sobre denúncia

felipe wellaton curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão, assinou a Resolução número 16, na última terça (21), prorrogando por mais 30 dias o prazo para definir um parecer sobre a representação do servidor público Valmir Molina contra o vereador Felipe Wellaton...

Pacto descumprido à saúde e denúncia

Pedro Taques curtinha   O governador Mauro ingressou com representação junto ao TCE, com pedido de medida cautelar, contra o antecessor Pedro Taques (foto) e o ex-secretário de Saúde Luiz Soares, apontando supostas irregularidades na concessão de R$ 82 milhões do Fundo Estadual de Saúde para...

Ex terá de restituir erário em R$ 11 mil

gisely ex julio pinheiro curtinha   O Tribunal de Contas do Estado manteve, em decisão desta semana, a sanção aplicada à Gisely Carolina Lacerda Pinheiro (foto), viúva do ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Júlio Pinheiro, que faleceu em junho de 2016. Julgada à revelia, já que foi...

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.