Nacional

Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 19h:00 | Atualizado: 11/11/2019, 19h:04

Presidente Jair Bolsonaro edita medida provisória que extingue seguro DPVAT

Marcos Corrêa

Jair Bolsonaro

O texto da MP assinada pelo presidente Jair Bolsonaro será publicado no Diário Oficial da União dessa terça

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) editou, nesta segunda (11), medida provisória que, na prática, extingue Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não, o chamado DPVAT.

O texto da MP será publicado no Diário Oficial da União dessa terça (12) e se tornará lei até o Congresso analisar. Os parlamentares têm até 180 dias para aprovar ou negar a medida.

Os acidentes ocorridos até o dia 31 de dezembro deste ano continuam cobertos pelo DPVAT. Sendo assim, a Seguradora Líder continua à frente dos procedimentos referentes a esses acidentes até o fim de 2025.

Depois dessa data, a União se responsabilizará por essas obrigações.

O objetivo, segundo o governo, é evitar fraudes e diminuir os custos de supervisão e regulação do DPVAT por órgãos públicos.

De acordo com o Palácio do Planalto, os cidadãos vítimas de acidentes deverão ser atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “A Medida Provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública”, diz o texto enviado.

A cobertura de auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte será feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O valor total contabilizado no Consórcio do DPVAT é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para a cobertura até 2025, para acidentes até 31 de dezembro de 2019, é de R$ 4,2 bilhões.

Os cerca de R$ 4,7 bilhões restantes serão destinados à Conta Única do Tesouro Nacional. O repasse será dividido em três parcelas, sendo a primeira em 2020 e a última em 2022. Na estimativa do governo, o valor será suficiente para compensar o repasse ao SUS e ao Denatran.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.