Nacional

Domingo, 24 de Janeiro de 2021, 15h:35 | Atualizado: 24/01/2021, 15h:36

FURA FILA

Rastreamento de vacinados contra a Covid tem falhas e preocupa técnicos da Saúde


Site Metropoles - DF

Christiano Antonucci Secom-MT

Imuniza��o hospitais regionais de MT  - covid - vacina

Em meio a denúncias de pessoas furando a fila para serem vacinadas contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o monitoramento de quem recebeu a proteção é fundamental. A ação é importante para que as autoridades sanitárias acompanhem o desempenho da campanha.

Contudo, o rastreamento apresenta falhas. Cada estado tem um sistema de registro, e a centralização dos dados, na plataforma do Ministério da Saúde, está desatualizada.

O painel Brasil Imunizado. Somos Uma Só Nação, que pertence ao LocalizaSUS e traz dados sobre a imunização, indicava que somente 2.535 doses do imunobiológico foram aplicadas. O dado é de 19 de janeiro.

Para se ter dimensão da defasagem, o número é bem abaixo dos mais de 100 mil vacinados contabilizadas pelas secretarias estaduais de Saúde até a última sexta (22).

Na hora da vacinação, os agentes de saúde podem cadastrar as informações no sistema de atenção primária do Sistema Único de Saúde (SUS), no sistema de informação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) ou na plataforma do município ou do estado.

Porém, segundo técnicos do Ministério da Saúde, é essencial que todos os dados sejam transferidos para um único sistema, o federal. Isso norteia ajustes na campanha e a distribuição de doses neste momento que o imunobiológico ainda está escasso.

Normalmente, no ato da vacinação, são anotados dados pessoais, como nome completo, profissão, sexo, data de nascimento. As informações são inseridas nos sistemas informatizados.

O que se espera dos governos estaduais, assim como do federal, é a total e absoluta transparência de todos os seus atos, e agora, principalmente, sobre tudo o que se relaciona à Covid-19

Lúcio Big, do Instituto Observatório Político e Socioambiental

“É muito importante a gente ter esse rastreamento. Os dados de cada indivíduo e o total de vacinas são essenciais para gente conseguir acompanhar o que está acontecendo. É até um meio de garantir que as pessoas recebam as duas doses da vacina. Essa defasagem é muito ruim”, destaca um técnico do Ministério da Saúde.

Segundo o acompanhamento da pasta, a Região Sul, com 1.364 doses aplicadas, é a que mais vacinou. O ranking tem ainda o Nordeste (875), Sudeste (126), Norte (89) e Centro-oeste (67).

Por unidade da Federação, segundo os dados do LocalizaSUS, Paraná, Paraíba, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco e Goiás são os estados que mais vacinaram. Contudo, nenhum passou de mil doses aplicadas.

Para especialistas, a divulgação de dados corretos é importante para a campanha. Lucio Big, fundador do Instituto Observatório Político e Socioambiental, explica que é preciso divulgação, mas com cautela sobre os dados dos vacinados.

Transparência

“O que se espera dos governos estaduais, assim como do federal, é a total e absoluta transparência de todos os seus atos, e agora, principalmente, sobre tudo o que se relaciona à Covid-19. No entanto, é preciso ter cautela quanto à divulgação dos nomes de quem foi vacinado.

Se de um lado a divulgação dos imunizados pode inibir a ação dos furadores de fila, que lamentavelmente vêm tirando doses de vacina dos verdadeiros necessitados, por outro perde-se a garantia legal contra a violação à intimidade do cidadão prevista em lei”, defende.

Ele completa. “Se superado isso, nada seria melhor neste momento, em relação à garantia de um atendimento digno e correto a todos nós que necessitamos da vacina contra a Covid-19, que uma divulgação ampla e irrestrita por parte do Ministério da Saúde, de todos os vacinados do país, dados esses que poderão ser fornecidos pelas secretarias de saúde de cada unidade da Federação”, frisa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • dura lex sed lex | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021, 08h58
    0
    0

    Gostei governador de Manaus, que sirva de exemplo aos outros governadores, bem, caso não tenham furado fila. Bela decisão, os fura fila não tomarão a segunda dose, simples assim. Mas, para ter tal decisão, certamente, sua família, seus amigos, e outros não furaram a fila. PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ISSO É LUTAR PELO POVO(POBRE, NÉ)

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...