Nacional

Terça-Feira, 16 de Julho de 2019, 21h:25 | Atualizado: 16/07/2019, 21h:35

Toffoli suspende inquéritos de senador Flávio Bolsonaro com dados do Coaf

Nelson Jr.

Dias Toffoli

O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, determinou a suspensão dos processos judiciais 

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a suspensão dos processos judiciais que usaram dados bancários de pessoas investigadas compartilhados por órgãos de controle sem autorização da Justiça.

A decisão foi proferida após pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que teve movimentações bancárias suspeitas apontas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Flávio é investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) no inquérito que apura o suposto desvio de dinheiro em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Segundo as investigações, os desvios ocorriam a partir da arrecadação ilícita de parte dos salários de servidores lotados no gabinete do então deputado estadual. Flávio Bolsonaro nega envolvimento no caso.

O Coaf identificou hora e data de 48 depósitos, cada um de R$ 2 mil feito entre junho e julho de 2017. As transações somam R$ 96 mil.

A defesa de Flávio argumentou ao STF que a investigação conduzida pelo MPRJ teria irregularidades porque o repasse de dados do Coaf ao MPRJ não teria sido intermediado pela Justiça.

Os advogados alegam que o Coaf se comunicou diretamente com as instituições financeiras a fim de detalhar informações enviadas pelos bancos. A medida foi vista como um “atalho” à necessidade de autorização judicial para quebra de sigilo bancário.

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pode julgar nesta terça-feira (16/07/2019) o habeas corpus de Flávio sobre o caso. Os desembargadores devem expedir uma decisão confirmando se o caso de Flávio se encaixa ou não na decisão de Toffoli.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Critico | Terça-Feira, 16 de Julho de 2019, 22h52
    0
    1

    E os devidos de.milhoes dos filhos do PRESIDIÁRIO não foram detectadas? Porque? 2 pesos 2 médicas?

Matéria(s) relacionada(s):

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

Sem prefeitos, Sema cancela evento

mauren 400   Sob Mauren Lazzaretti (foto), a secretaria estadual de Meio Ambiente tinha programado um ato nesta quarta, às 16h, em sua sede, para entrega do chamado Kit Descentralização a 30 prefeitos. O governador Mauro participaria do evento. Mas os gestores não apareceram. Cinco mandaram representantes. Ao ser...

"Fogo amigo" no TCE e petição no STJ

E segue a guerra nos bastidores entre conselheiros substitutos e os titulares afastados. Os reservas que há dois anos compõem o Pleno torcem para Albano, Joaquim, Sérgio, Teis e Novelli não retornar à ativa tão cedo. E, segundo informações, dois deles têm agido de forma açodada no STJ, a quem cabe decidir pelo retorno ou não, em julgamento de um recurso na pauta para o próximo dia 18. Tentam tumultuar o processo,...

Prefeito vai dar emprego a mototaxista

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) afirma que, como pai de família, se sensibilizou muito com a situação do mototaxista que foi atropelado por "amarelinhos" no bairro Altos da Serra. Ele garante que determinou que o secretário Antenor procure a família da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.