Nacional

Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 11h:50 | Atualizado: 25/05/2020, 11h:55

Weintraub explica fala sobre povos indígenas em reunião: "Não foi pensado"


Metrópoles

Reprodução

Weintraub

O ministro da Educação Abraham Weintraub disse que odeia os termos "povos indígenas" e "ciganos". Para ele, é preciso acabar com esses "privilégios"

O ministro da Educação Abraham Weintraub explicou que o discurso proferido na reunião ministerial do último dia 22 de abril, em que diz odiar o termo “povos indígenas”, não foi pensado.

Weintraub retornou às redes sociais na manhã desta segunda-feira (25/05) para tentar explicar o comentário. Ele postou o vídeo da fala, e escreveu:

“Esse desabafo não foi um discurso pensado. Eu estava em uma reunião fechada e todos tiveram que entrar sem celular. Sou realmente um cara sincero e educado, como podem constatar”, disse.

“Ódio com mentiras”

O vídeo faz parte de uma reportagem do canal Globo News, que foi editada com imagens dos povos atacados por Weintraub. O ministro pediu para que parassem de “criar ódio com mentiras”.

“Empregados milionários da globo/marinhos, tenham um pingo de honestidade e passem a fala completa!

Eu sou fruto da mistura que deu origem ao povo brasileiro (inclusive índios). Nós somos o único povo do Brasil! Parem de criar ódio com mentiras! De tentar nos dividir!”, completou.

A reunião foi publicada na última sexta-feira (22/05) após decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito da investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal (PF).

Durante o encontro, Weintraub disse que o partido comunista “está querendo transformar a gente numa colônia”. Em seguida, ele diz que odeia os termos “povos indígenas” e “ciganos”.

“Odeio o termo ‘povos indígenas’, odeio esse termo. Odeio. O ‘povo cigano’. Só tem um povo nesse país. Quer, quer; não quer, sai de ré. É povo brasileiro, só tem um povo”, disse.

“Pode ser preto, pode ser branco, pode ser japonês, pode ser descendente de índio, mas tem que ser brasileiro, pô. Acabar com esse negócio de povos e privilégios. Só pode ter um povo, não pode ter ministro que acha que é melhor do que o povo”, completou.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • naldo | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 20h58
    1
    1

    Reginaldo, como você é idiota! Maioria da população brasileira? Só para refrescar a tua memória, cerca de 61% dos brasileiros aptos a votar não votaram em Bolsonaro. Dos demais, grande parcela votou nele só pelo ódio ao PT. E até o momento, com todas essas trapalhadas do Bozo e sua equipe, grande parcela de seus apoiadores já deixaram de apoiá-lo. Então, o que você diz maioria da população brasileira são só os gatos pingados, talvez ainda 10% da população. Está na hora de você virar o disco. Ou será que cada comentário seu te rende um fardo de capim?

  • CRC | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 18h19
    1
    2

    Esse ser ASQUEROSO não merece o cargo que ocupa, nem de ministro nem de professor numa IES pública. Jamais representou a educação. Fora seu escroto!

  • HELO | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 17h46
    3
    3

    COMO "NÃO FOI PENSADO" ESSE INDIVÍDUO É ACÉFALO !!!!!!!

  • Costa | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 14h00
    4
    5

    este verme deveria ser expulso do país, da nojo assistir a fala desse idiota!

  • Reginaldo | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 13h25
    4
    3

    Essa questão indígena no vídeo pode ser discutida, mas, quanto ao que Veintraub falou sobre o STF, não sei se com aquelas palavras, mas, ele foi porta voz da maioria da população brasileira. O sentimento anti STF tomou conta de boa parte da população quando o tribunal passou a ser uma entidade que congrega diversas correntes político partidária.

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.