Órgãos

Sexta-Feira, 01 de Março de 2019, 08h:57 | Atualizado: 01/03/2019, 13h:24

APOIO A BOLSONARO

Aprosoja-MT pede e produtores hasteam bandeiras em fazendas, silos e armazéns

O Governo Jair Bolsonaro (PSL) tem inspirado a Aprosoja-MT a utilizar a bandeira nacional como símbolo de patriotismo. Nesta semana, a associação lançou a campanha “Pátria no Campo”, que já distribuiu mil bandeiras no Estado. Boa parte dos produtores rurais fizeram forte campanha para eleger o capitão. Entre as propostas que agradam os homens do campo, estavam o uso de armas e ações mais fortes contra invasões de terras.

Rodinei Crescêncio/Montagem

bandeira_brasil_montagem

Bandeiras do Brasil foram colocadas no topo de armazéns e silos na região do Araguaia. Imagens foram postadas na página do Facebook da Aprosoja-MT 

Quem andar pelas fazendas em Sorriso, Sapezal, Querência, Campo Verde, Nova Xavantina, Alto Taquari entre outras cidades, já poderá ver as bandeiras hasteadas. Para o presidente da Aprosoja, Antônio Galvan, que foi fiel defensor de Bolsonaro durante o período eleitoral, a atitude manifesta confiança nas propostas de mudanças apresentadas pelo presidente, sendo a campanha um ato de demonstração de que o produtor rural acredita no país.

“Estamos vivendo um novo momento no Brasil e tenho certeza que vale a pena nos engajarmos para manifestar que acreditamos no nosso país. Enquanto entidade representativa estamos atendendo um anseio dos produtores e distribuindo as bandeiras aos nossos associados, mas na prática quem irá fazer o processo é o associado, o produtor rural”, disse Galvan.

Para o produtor de Sinop, Alessandro Lorenzi, hastear a bandeira demonstra patriotismo e é sinal de mudança na atitude dos brasileiros.  “É um marco na mudança do Brasil. Temos que mostrar que estamos mudando e nos tornando mais patriota”, disse o associado.

Em Primavera do Leste, a produtora Rosana Galbieri Leal também aderiu e hasteou a bandeira na fazenda. Ela ressalta que os produtores esperam por mudanças, por isso, pede que outros associados entrem na campanha. Nas redes sociais, a Aprosoja já está divulgando fotos e vídeos das fazendas com a bandeira nacional. (Com Assessoria)

Galeria de Fotos

Credito: Aprosoja
Bandeira é colocada como sinal de confiança dos produtores rurais
Credito: Assessoria
Produtores atendem pedido da Aprosoja
Credito: Aprosoja
Produtores rurais seguram bandeira em sinal de patriotismo
Credito: Aprosoja
Bandeira é colocada em fazenda de MT
Credito: Aprosoja
Fazenda Bela Vista

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Maria | Domingo, 03 de Março de 2019, 21h11
    5
    2

    Que loucura! Como se bastasse hastear a bandeira pra ser patriota! Idiotice aplaudir e comemorar isso. O governo Bolsonaro vende a prévia de banana nosso patrimônio, privatiza o q levamos mtos anos construindo c o dinheiro público, empobrece nosso povo tá enriquecer estrangeiros, toma medidas q vão destruir o comércio da soja c a China, justamente desses q hasteiam a bandeira , kkkkk ....favorecendo os Estados Unidos a quem ele submisso rende continência . Não quero dizer q não me orgulho da nossa bandeira ou q tenho vergonha dela. Mto ao contrário. Ser patriota, defender nosso país, honrar nossa pátria não basta hastear uma bandeira!

  • GILMAR | Sábado, 02 de Março de 2019, 17h20
    5
    6

    Este visual é mais bonito. Já estava cansado de ver essas bandeiras "cubanizadas" de PT e MST que infestam as margens de rodovias.

  • João Bosco Martins Pinto | Sábado, 02 de Março de 2019, 05h48
    6
    6

    Parabéns pela iniciativa! O agronegócio brasileiro, sem a fatídica corrupção, vai levar o Brasil ao 1° mundo.

  • Florinda | Sexta-Feira, 01 de Março de 2019, 10h31
    7
    1

    Orgulho do povo brasileiro, a nossa bandeira maravilhosaaa

  • cuiabano | Sexta-Feira, 01 de Março de 2019, 09h59
    4
    9

    o mesmo governo que não quer pagar o FEX devido ao nosso estado. bom saber de que lado estão os produtores

  • INDIGNAÇÃO | Sexta-Feira, 01 de Março de 2019, 09h51
    10
    1

    Não tem que ter vergonha da bandeira nacional. TEM QUE TER ORGULHO.

Matéria(s) relacionada(s):

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

França vira Plano B do PSB a prefeito

roberto franca curtinhas   O PSB, comandado no Estado pelo deputado Max Russi, tinha esperanças de lançar a prefeito de Cuiabá o hoje presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão. Mas frustrou-se. O próprio Misael, governista de carteirinha e já comprometido com o projeto de...

MM cancela visita para evitar grevistas

mauro mendes curtinha   Precavido, Mauro Mendes cancelou de última hora a presença no encontro do PSB neste sábado, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá. É que em um outro auditório, mas dentro do mesmo hotel, acontecia, em paralelo, o encontro estadual do PT e com participação de...

TCE livra delator de pagar R$ 412 mil

junior mendon�a curtinha   O delator premiado e encrencado com a Justiça em vários processos Gércio Marcelino Mendonça Júnior, o Júnior Mendonça (foto), da Comercial Amazônia Petróleo, conseguiu perdão do TCE de R$ 412,5 mil, bem como de uma multa proporcional...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.