Órgãos

Segunda-Feira, 11 de Maio de 2015, 07h:40 | Atualizado: 28/12/2015, 14h:46

Forças Armadas

Comandante do Exército defende a democracia e rechaça golpe militar

Lucas Ninno

general

 General Villas Bôas, comandante do      Exército durante a vista a Mato Grosso

O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, rechaçou qualquer possibilidade das Forças Armadas interferirem na situação política do país. Segundo o oficial, os manifestantes que reivindicam intervenção militar contra a presidente Dilma Rousseff (PT) nas ruas ou nas redes sociais estão completamente fora da realidade. “Não é papel das Forças Armadas fiscalizar o governo, derrubar o governo ou interferir na vida política do país", garante.

Manifestantes reclamam da corrupção, especialmente na Petrobrás, dos aumentos nas contas de luz, do preço da gasolina, cortes em programas como o Fies, além da  elevação da inflação, entre outros problemas. Pelo Brasil, obras estão paradas por falta de pagamento. Em Mato Grosso, por exemplo, estão paralisadas as duplicações da BR-163, que são de competência do Dnit.

Apesar da situação, o general ressalta que as missões do Exército estão escritas no artigo 142 da Constituição, sendo que os marcos legais da atuação são muito bem definidos. As declarações do general Villas Bôas foram dadas ao Rdnews, durante as comemorações do sesquicentenário do nascimento do Marechal Cândido Rondon, em Mimoso. 

De acordo com o general, os manifestantes que pedem intervenção militar precisam compreender as normas da democracia brasileira antes de propor soluções sem fundamentação legal.  “Isso absolutamente não procede. Não tem nenhum fundamento. O Exército é uma força de sustentação do Estado Democrático de Direito e deve obediência à presidente da República, que é nossa comandante-em-chefe”, completa. 

Villas Bôas ainda lembra que, em tempos de paz, o Exército deve se preparar em tecnologia e em capacidade de se projetar onde for necessário se fazer presente. O comandante também defende o papel estimulador do desenvolvimento científico e tecnológico no país. “O Brasil ainda tem uma grande parte do seu território a ser completamente integrado à dinâmica do desenvolvimento nacional. E as Forças Armadas são indutoras do desenvolvimento Muitas vezes as únicas prestadoras das necessidades básicas à população. Falo da região Amazônica”, explica.

Para o general, a participação do Exército em ações de segurança pública devem ser casuais, pontuais e episódicas. “Em relação à segurança pública, a problemática dos nossos centros urbanos é o que passa pelas nossas fronteiras. Segundo a Polícia Federal, cerca de 80 % da violência urbana está ligada ao narcotráfico. O Exército está desenvolvendo ferramentas como Sisfron para monitorar e intervir em tempo real contra o narcotráfico e contrabando de armas”, conclui o comandante.

Golpe militar

Após a renúncia do presidente Jânio Quadros, em 1961, ocorreram uma série de fatos que culminaram no golpe de 1964. Militares, com apoio de setores da sociedade, que temiam um golpe de esquerda, assumiram o poder. Os militares prometiam encerrar a intervenção de forma rápida, mas a ditadura durou 21 anos, terminando em 1985.

Postar um novo comentário

Comentários (142)

  • Ryck | Segunda-Feira, 29 de Agosto de 2016, 17h26
    0
    0

    VCS não podem acreditar nas palavras desse site vcs não sabem se procede. O Exército vai entrar na hora certa e tem mais o Exército brasileiro tem a melhor inteligência do Brasil. Sabe direitinho quem são os comunistas e subversivos, na hora certa todos vão ser capturados sem dúvida. Portanto fiquem tranquilos. Em todas as histórias do Exército sempre eles expulsaram do Brasil esses movimentos comunista internacional. Dilma e sua tropa vão pegar mais um chute na bunda dos nossos honrados militares. Aguardem.

  • raildo | Terça-Feira, 08 de Março de 2016, 00h49
    0
    4

    Eu sou a favor do golpe Militar so assim esse País vai pra frente... o Exército tem que perder esses roubadores. ..

  • sebastiao edson nobrega garcia | Sexta-Feira, 18 de Dezembro de 2015, 23h22
    3
    0

    sebastiao edson nobrega garcia, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Luciano | Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2015, 07h24
    0
    2

    TAVA ESPERANDO QUE DESSE O DIA, HORA E COMO FARIA INTERVENSAO. QUE PENA. ELE NAO DISSE, OLHA SOOOOO

  • DAVI BEN AVRAHAM | Domingo, 27 de Setembro de 2015, 10h01
    0
    2

    FHC FEZ UM DOCUMENTO NA ONU, SO TEM 3 POSSIBILIDADES DELES AGIREM UMA É ATRAVÉS DE UM GRANDE MOVIMENTO POPULAR.

  • ALCIDES DANIEL SARTORI | Sábado, 26 de Setembro de 2015, 10h58
    0
    4

    PELO COMENTÁRIO DO EXMO. GENERAL, POR ALGUNS MOTIVOS QUE IMAGINAMOS, NÃO PODEMOS CONTAR COM AS FORÇAS ARMADAS, ESTAMOS À MERCÊ DESSA QUADRILHA BOLIVARIANA.

  • José de Lima | Quinta-Feira, 03 de Setembro de 2015, 01h29
    3
    3

    Ora senhor foi promovido pela esquerda,portanto tem de defende-la,ela é aquilo que lhe deu o que sonhou,inclusive talvez passando a frente de companheiros mais merecedores e não simpáticos ao regime.

  • Ricardo | Quarta-Feira, 02 de Setembro de 2015, 22h04
    2
    0

    Ricardo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Josw | Quarta-Feira, 02 de Setembro de 2015, 19h22
    0
    0

    Mais não está evidenciado que estam querendo implantar no Brasil o tal socialismo Bolivariano mandando dinheiro público para Cuba a fundo perdido e também para outras ditaduras de esquerda.

  • jose novaes | Quarta-Feira, 02 de Setembro de 2015, 17h11
    1
    1

    jose novaes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.