Órgãos

Quarta-Feira, 27 de Fevereiro de 2019, 14h:41 | Atualizado: 27/02/2019, 14h:45

PRESTAÇÃO DE CONTAS

TCE discute legalidade de alteração feita pela AL e diz que órgão já presta contas

Thiago Bergamasco

Luiz Henrique Lima

Conselheiro Luiz Henrique Lima, vice-presidente do TCE

O conselheiro substituto Luiz Henrique Lima avalia que a medida da Assembleia em exigir prestação de contas mensal do Tribunal de Contas (TCE) não apresenta nenhuma nova demanda por informações, já que o órgão publica mensalmente seus balanços contábeis no portal de transparência da Corte de Contas. Os conselheiros também discutirão se a medida da Assembleia é constitucional. 

“Já realizamos a prestação de contas anual ao Poder Legislativo, e mensalmente publicamos todas as informações pertinentes a este tema no portal de transparência do órgão. Não há nada oculto”, aponta o conselheiro.

A exigência foi publicada pela Assembleia nesta segunda (25) e impõe que no relatório anual o TCE apresente análise da evolução dos custos do controle de eficiência, eficácia e economicidade, além da prestação de contas mensal e trimestral.

Luiz Henrique explica que o colegiado do TCE analisará se a medida invade a competência do Tribunal, já que é prerrogativa do órgão a iniciativa de alterar e criar normas que interfiram administrativamente na Corte de Contas.

Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de decisão do ministro Edson Fachin autorizou a Assembleia a indicar nome para preencher a vaga vacante do ex-conselheiro Humberto Bosaipo, aposentado desde 2014, que o TCE e a Assembleia vem travando verdadeira briga para garantir que a vaga seja preenchida segundo interesse de cada instituição.

No caso da Assembleia, a defesa é por um nome político, neste caso o deputado Guilherme Maluf (PSDB), que foi indicado mediante um tumultuado rito, mas cuja nomeação está judicializada. Do outro lado, o TCE, que conta atualmente com seis conselheiros substitutos, que ocupam a vaga por terem feito concurso público, além do presidente Domingos Neto, que foi indicado politicamente para a vaga.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Nho Belo | Quinta-Feira, 28 de Fevereiro de 2019, 11h02
    0
    0

    Deveria ser vedado que qualquer pessoa que tenha tido mandato fosse indicada ao tribunal de contas, inclusive deveria ser vedado a qualquer parente seja em linha colateral ou vertical também fosse vedados. Este tribunal analisa as contas e as licitações públicas, a isenção deve ser ao extremo. Não pode haver o mínimo de dúvida quanto a parcialidade e isenção e conduta.

  • clara | Quinta-Feira, 28 de Fevereiro de 2019, 08h11
    2
    0

    Para pessoas com atos não republicanos com deve ser o cutico realmente não faria falta né !

  • cutico | Quarta-Feira, 27 de Fevereiro de 2019, 16h58
    2
    5

    SE O TCE ACABASSE NÃO IRIA FAZER FALTA.

Matéria(s) relacionada(s):

Do colapso a repasses regularizados

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que, antes mesmo da posse como governador e a partir do resultado do PIB-MT de 2017, apontando um crescimento de 12,5% da economia, é que resolveu mergulhar nos números da administração pública para tentar entender tamanha questão paradoxal. Questionou...

O conselheiro de pretensos candidatos

blairo maggi 400 curtinha   Blairo Maggi, que seria imbatível se concorresse à suplementar ao Senado para a vaga de Selma, se transformou num espécie de conselheiro político de vários pretensos candidatos. Entre outros, já procuraram-no para conversar sobre este pleito fora de época figuras como...

Em saia-justa sobre corte na Unemat

adriano silva 400 curtinha   A comunidade acadêmica da Unemat esperava mais do seu ex-reitor e integrante do quadro docente, professor Adriano Silva (foto). O governador Mauro conseguiu na Justiça derrubar a vinculação de repasse financeiro a Unemat, o que representa, na prática, menos recursos para a...

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.