Órgãos

Quarta-Feira, 10 de Julho de 2019, 10h:00 | Atualizado: 10/07/2019, 10h:28

Como última cartada

AMM articula com Novo e quer incluir cidades e Estados no texto da Previdência

O presidente da AMM, associação dos municípios Neurilan Fraga articula com o Partido Novo para que seja apresentado um destaque ainda hoje na Câmara, para incluir Estados e municípios na Reforma da Previdência. Se o partido seguir a agenda municipalista deverá quebrar acordo feito com o presidente da Mesa Diretora, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é de nenhum partido não apresentar destaques na votação marcada para esta quarta (10).

neurilan fraga 680

Neurilan Fraga alega que inclusão vai gerar economia de R$ 200 bilhões para cidades

Neurilan explica ao que a inclusão dos Estados e municípios na Reforma da Previdência é uma forma de garantir que 2.108 cidades, que estão com deficit previdenciário, obtenham economia de até R$ 200 bilhões nos próximos 10 anos.

O temor do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de Maia é que caso os municípios e Estados sejam incluídos na Reforma, o Governo perca boa parte da base no Congresso, visto que muitos Estados, principalmente do Nordeste, estão contra as alterações no sistema previdenciário.

A medida de retirar os entes da Reforma foi uma forma encontrada pelos deputados federais para empurrar o desgaste com os parlamentares e chefes dos Executivos estaduais e municipais.

Em tese, conforme avalia Neurilan, dificilmente a Reforma vai passar nos municípios, porque vai ser uma briga “de quintal de casa”, onde a pressão dos servidores públicos municipais e Estaduais vai dificultar que a reforma seja concretizada nos entes.

Interesse econômico

A AMM também tem outros interesses na inclusão de Estados e municípios na Reforma. Neurilan destaca que o presidente Jair Bolsonaro condicionou várias liberações de recursos com a aprovação da Reforma.

A primeira medida esperada é a provação do Projeto de Lei 511, que regulamenta a Lei Kandir e o pagamento do FEX. O PL já está nas mãos de Rodrigo Maia, que só está esperando a aprovação da reforma para colocar em pauta na Câmara. Se aprovado o PL, Mato Grosso terá direito a receber R$ 1,8 bilhão de FEX por ano, ao invés de R$ 500 milhões.

Outros temas condicionados à Reforma são a inclusão de um FPM extra para os municípios em Setembro. Atualmente as cidades já recebem reforço em julho e dezembro e o compartilhamento dos lucros dos leilões do Pré-Sal com os municípios.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.