Órgãos

Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 11h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Palácio Paiaguás

De quase mil desistentes do concurso, 8 não conseguem de volta valor da taxa de inscrição

Secretaria de Administração divulga nomes para ressarcir em fevereiro e março

   Dos 972 candidatos inscritos e que desistiram de participar do maior concurso do país para ingresso em 10.086 vagas no serviço público na estrutura do governo de Mato Grosso, organizado pela Unemat, oito não tiveram pedidos deferidos para terem direito ao ressarcimento da taxa de inscrição. É o que revela a relação dos nomes dos desistentes do certame, que deveria ter sido realizado em 22 de novembro e foi adiado por uma série de falhas. Os que não vão mais participar do concurso, agora dividido em três etapas, representam 0,3% do total. Os que tiveram pedidos indeferidos, tem prazo para recorrer. A efetiva devolução da taxa de inscrição será feita somente entre fevereiro e março, época em que o orçamento do exercício de 2010 será aberto.

   Com as desistências, vai haver menos concorrentes para os cargos de soldado da Polícia Militar, de delegado, de escrivão, de investigador, de técnico prisional, de agente prisional, de assistente prisional, de técnico socioeducativo, de assistente socioeducativo, de agente orientador e de professor de educação básica. Foram registrados desistências também para os cargos de técnico de administração educacional, apoio administrativo educacional, técnico da área instrumental, agente da área instrumental, agente de desenvolvimento econômico e social, técnico de desenvolvimento econômico e social, agente de serviço de trânsito, agente fiscal de defesa agropecuária. A secretaria estadual de Administração, sob Geraldo de Vitto, aponta candidatos que pediram exclusão para os cargos de fiscal de defesa agropecuária florestal, agente fundiário, técnico fundiário, analista do meio ambiente, fiscal de defesa do consumidor, conciliador de defesa do consumidor, auditor, gestor governamental, perito oficial criminal, técnico em necropsia e analista regulador.

   Conforme análise, nos oito pedidos indeferidos foram encontradas duplicidades de inscrição de CPFs. Essas pessoas tinham feito duas inscrições para níveis diferentes, mas só vale ressarcimento para a última inscrição. Sendo assim, apesar de terem pedido ressarcimento das duas, só vão levar dinheiro de volta de uma delas. O processo de desistência do concurso teve prazo final de desistência em 11 de dezembro. O secretário Vitto avalia positivamente a quantidade de pedidos de desistência se comparado ao total de pessoas que se inscreveram para participar do concurso. "O número de candidatos que pediram a devolução da taxa de inscrição demonstra a confiabilidade do concurso, pois, apesar do ocorrido, trabalhamos para que as provas aconteçam tranquilamente”, enfatiza Vitto.

   Calendário

   Os que optaram por fazer o concurso pelo nível fundamental devem ficar atentos porque no próximo dia 15 a pasta da Administração divulga a lista dos locais da prova, que acontece em 31 de janeiro. A lista de locais para a segunda etapa, para o nível médio, será divulgada em fevereiro, alguns dias antes da prova de 21 de fevereiro. A terceira, para as pessoas que irão concorrer ao cargo de nível superior, os locais serão disponibilizados pouco antes do "Dia D", que será 21 de março.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • ADILSON | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 20h58
    1
    0

    Acredito que este concurso é serie..afinal ninguém faz um concurso desse pra prejudicar pessoas..desisti sim de fazer o concurso..mas não por causa do que aconteceu e sim pq tive outras opções..acredito na seriedade desse governo...pois se Mt esta no patamar de desenvolvimento que esta.. a maior parte é mérito desse governo e do Governo Federal...

  • JUVENAL | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 19h35
    1
    0

    Com essa cara de corujão aí ele tá querendo é a grana pra "eles".

  • ANDRE LUIS | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 16h14
    1
    0

    NÃO SEI POR QUE O GOVERNADOR NÃO DEMITIU ESTE INCONSEQUENTE SECRETARIO DE ADMINISTRAÇÃO. IRRESPONSAVEL PARA COM O GOVERNADOR???????????????

  • silvia | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 15h04
    1
    0

    O numero de pedido de desistência são referente ao que pagaram pela inscrição, e quanto aos que não pagaram, é 05 vezes mais......

  • Cristiane | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 14h28
    1
    0

    Bom esse não é o primeiro e não será o ultimo concurso publico a ser cancelado no país. Imprevistos acontecem, sou matogrossense de coração e não aceito que denigram a imagem do meu Estado!!

  • Paula | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h19
    1
    0

    Não pagaram nem nós fiscais que trabalhamos e não temos nada haver com a paçoca!!!!!

  • Paula | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h19
    1
    0

    Não pagaram nem nós fiscais que trabalhamos e não temos nada haver com a paçoca!!!!!

  • Silva | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h09
    1
    0

    De mim estão livres. Boa sorte aos que ficam.

  • Ricardo Anzil | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 12h33
    1
    0

    Podem ter certeza de uma coisa, esses pedidos de desistencia do MAIOR FIASCO DE CONCURSO QUE MATO GROSSO JA TEVE, não revela o numero total de pessoas que ja desistiram de fazer as provas, pois na maioria das vezes pedir o ressarcimento do dinheiro não compensa. Peço a esse site que nos informe o numero real de pessoas que desistiram logo após a realização das provas. Ai não se assustem com o total de abstinênciano dia das provas. A mascara da irresponsabilidade desse governo aos poucos esta caindo.

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...