Órgãos

Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 11h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Palácio Paiaguás

De quase mil desistentes do concurso, 8 não conseguem de volta valor da taxa de inscrição

Secretaria de Administração divulga nomes para ressarcir em fevereiro e março

   Dos 972 candidatos inscritos e que desistiram de participar do maior concurso do país para ingresso em 10.086 vagas no serviço público na estrutura do governo de Mato Grosso, organizado pela Unemat, oito não tiveram pedidos deferidos para terem direito ao ressarcimento da taxa de inscrição. É o que revela a relação dos nomes dos desistentes do certame, que deveria ter sido realizado em 22 de novembro e foi adiado por uma série de falhas. Os que não vão mais participar do concurso, agora dividido em três etapas, representam 0,3% do total. Os que tiveram pedidos indeferidos, tem prazo para recorrer. A efetiva devolução da taxa de inscrição será feita somente entre fevereiro e março, época em que o orçamento do exercício de 2010 será aberto.

   Com as desistências, vai haver menos concorrentes para os cargos de soldado da Polícia Militar, de delegado, de escrivão, de investigador, de técnico prisional, de agente prisional, de assistente prisional, de técnico socioeducativo, de assistente socioeducativo, de agente orientador e de professor de educação básica. Foram registrados desistências também para os cargos de técnico de administração educacional, apoio administrativo educacional, técnico da área instrumental, agente da área instrumental, agente de desenvolvimento econômico e social, técnico de desenvolvimento econômico e social, agente de serviço de trânsito, agente fiscal de defesa agropecuária. A secretaria estadual de Administração, sob Geraldo de Vitto, aponta candidatos que pediram exclusão para os cargos de fiscal de defesa agropecuária florestal, agente fundiário, técnico fundiário, analista do meio ambiente, fiscal de defesa do consumidor, conciliador de defesa do consumidor, auditor, gestor governamental, perito oficial criminal, técnico em necropsia e analista regulador.

   Conforme análise, nos oito pedidos indeferidos foram encontradas duplicidades de inscrição de CPFs. Essas pessoas tinham feito duas inscrições para níveis diferentes, mas só vale ressarcimento para a última inscrição. Sendo assim, apesar de terem pedido ressarcimento das duas, só vão levar dinheiro de volta de uma delas. O processo de desistência do concurso teve prazo final de desistência em 11 de dezembro. O secretário Vitto avalia positivamente a quantidade de pedidos de desistência se comparado ao total de pessoas que se inscreveram para participar do concurso. "O número de candidatos que pediram a devolução da taxa de inscrição demonstra a confiabilidade do concurso, pois, apesar do ocorrido, trabalhamos para que as provas aconteçam tranquilamente”, enfatiza Vitto.

   Calendário

   Os que optaram por fazer o concurso pelo nível fundamental devem ficar atentos porque no próximo dia 15 a pasta da Administração divulga a lista dos locais da prova, que acontece em 31 de janeiro. A lista de locais para a segunda etapa, para o nível médio, será divulgada em fevereiro, alguns dias antes da prova de 21 de fevereiro. A terceira, para as pessoas que irão concorrer ao cargo de nível superior, os locais serão disponibilizados pouco antes do "Dia D", que será 21 de março.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • ADILSON | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 20h58
    1
    0

    Acredito que este concurso é serie..afinal ninguém faz um concurso desse pra prejudicar pessoas..desisti sim de fazer o concurso..mas não por causa do que aconteceu e sim pq tive outras opções..acredito na seriedade desse governo...pois se Mt esta no patamar de desenvolvimento que esta.. a maior parte é mérito desse governo e do Governo Federal...

  • JUVENAL | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 19h35
    1
    0

    Com essa cara de corujão aí ele tá querendo é a grana pra "eles".

  • ANDRE LUIS | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 16h14
    1
    0

    NÃO SEI POR QUE O GOVERNADOR NÃO DEMITIU ESTE INCONSEQUENTE SECRETARIO DE ADMINISTRAÇÃO. IRRESPONSAVEL PARA COM O GOVERNADOR???????????????

  • silvia | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 15h04
    1
    0

    O numero de pedido de desistência são referente ao que pagaram pela inscrição, e quanto aos que não pagaram, é 05 vezes mais......

  • Cristiane | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 14h28
    1
    0

    Bom esse não é o primeiro e não será o ultimo concurso publico a ser cancelado no país. Imprevistos acontecem, sou matogrossense de coração e não aceito que denigram a imagem do meu Estado!!

  • Paula | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h19
    1
    0

    Não pagaram nem nós fiscais que trabalhamos e não temos nada haver com a paçoca!!!!!

  • Paula | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h19
    1
    0

    Não pagaram nem nós fiscais que trabalhamos e não temos nada haver com a paçoca!!!!!

  • Silva | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 13h09
    1
    0

    De mim estão livres. Boa sorte aos que ficam.

  • Ricardo Anzil | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 12h33
    1
    0

    Podem ter certeza de uma coisa, esses pedidos de desistencia do MAIOR FIASCO DE CONCURSO QUE MATO GROSSO JA TEVE, não revela o numero total de pessoas que ja desistiram de fazer as provas, pois na maioria das vezes pedir o ressarcimento do dinheiro não compensa. Peço a esse site que nos informe o numero real de pessoas que desistiram logo após a realização das provas. Ai não se assustem com o total de abstinênciano dia das provas. A mascara da irresponsabilidade desse governo aos poucos esta caindo.

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

Prioridade do DEM é reeleger Bussiki

marcelo bussiki 400 curtinha   Dos 25 vereadores, inclusive todos determinados a buscar a reeleição, um deles vai concorrer numa condição um tanto confortável. Trata-se de Marcelo Bussiki (foto), que integra o grupo político do governador Mauro, de quem, aliás, foi controlador-geral do...

Detran-MT recria taxa e fixa R$ 316

Entra em vigor a partir de hoje a lei 10.956, que cria uma taxa de R$ 316 para registro de contrato de financiamento de veículo, com cláusula de alienação fiduciária, de arrendamento mercantil, de compra e venda com reserva de domínio ou de penhor. A taxa será paga pelas agências financeiras e não pelos compradores. A partir de agora o serviço passa a ser executado e gerenciado 100% pelo Detran-MT. Por se tratar de nova...

Efetivos ilegais temem delação de Riva

Não são só os deputados e ex-parlamentares que estão em desespero por causa da eminente delação do ex-presidente da Assembleia José Riva junto ao MPE. Quem também se encontra em apuros são aqueles servidores que já enfrentam processo na Justiça por terem sido supostamente efetivados de forma ilegal à época em que Riva comandava a AL. Segundo o MPE,  eles foram estabilizados por atos administrativos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.