Órgãos

Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 11h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Estratégia

Instituições se unem em MT contra pedofilia

   O cerco contra crimes de pedofilia vão se fechar mais ainda em 2010. Nesta quarta (30), a Polícia Federal lançou um formulário em sua página para ajudar a agilizar as denúncias da população.  O delegado federal Cristiano Nascimento dos Santos revela que já instaurou cinco inquéritos para apurar crimes dessa natureza. Algumas entidades lançaram também políticas sociais, uma delas o “MT Contra a pedofilia”, encampado pela ong do mesmo nome e presidida pelo vereador várzea-grandense Toninho do Gloria (PV).

   O parlamentar diz que vai trabalhar temas para alertar e esclarecer a população sobre não só pedofilia, mas também acerca de aborto, infanticídio, drogas e prostituição infantil. “A jornada em sua 1ª edição em 2010 atenderá ao clamor da população que diariamente se depara com a notícia de crianças e adolescentes que são violentadas em Mato Grosso”. Um dos casos que o vereador destaca foi a prisão de um professor de música, acusado de abusar sexualmente dos seus alunos, menores de idade.

    A ideia da ong é demonstrar que o que falta não são apenas novas leis, mas principalmente a aplicação das já existentes, entre elas o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e mobilizar mais as câmaras municipais, conselhos tutelares e de direito para acompanhamento e implementação de políticas definidas no âmbito municipal, pois todas são implementadas no município ou estado. Quer organizar também uma rede de proteção nos municípios, realizar seminários com lideranças políticas, religiosas e com a sociedade em geral.

   Uma das iniciativas já foi colocada em prática pela Prefeitura de Várzea Grande, que sancionou projeto do próprio Toninho, instituindo a campanha de esclarecimento "Combate à Pedofilia em Várzea Grande". Para o parlamentar,  vítimas e suas famílias precisam ser mais assistidos pelo Município. Ele propôs cinco projetos que tratam desses crimes. Os principais são instituir a campanha de esclarecimento e estabelecer normas de atendimento em hospitais, com a previsão de instalações específicas com tratamento direcionado a crianças e adolescentes vítimas da pedofilia e normas de atendimento psicológico para estudantes da rede pública de ensino e também atendimento de grupo multidisciplinar.

   Na Assembleia Legislativa o crime também tem suporte de combate. O trabalho em conjunto com o Ministério Público é realizado pela Sala da Mulher, através do Comitê de Enfrentamento contra o Abuso Sexual da Criança e Adolescente. Conforme a presidente Janete Riva, em Mato Grosso ocorrem entre cinco e seis casos diariamente. A criação do Comitê se deu em razão do crime contra o menino Kaytto Guilherme do Nascimento Pinto, de 10 anos, morto em abril deste ano após ter sido violentado, em Cuiabá. Então a entidade decidiu lançar a campanha para fomentar denúncias dessa natureza. De lá para cá 24 cidades já participam da iniciativa.

   Números

    A  delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) registrou neste ano 964 boletins de ocorrência de abuso contra crianças e adolescentes. Para diminuir esse índice, a orientação é que a sociedade denuncie, através dos telefones gratuitos 100 e 197.

--------------------------------------------
Clique no play e veja a reportagem sobre pedofilia da TVCA nesta 4ª

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Carlos | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 09h34
    0
    0

    Luta em vão. De que adianta pegar pedófilo, por na cadeia se só vão ficar preso aqueles que não tem interesse político? Exemplo disso foi a decisão do STJ em que o Gilmar (de plantão) madou liberar um prefeito pedófilo do Amazonas simplesmente por erro de seu colega daquela comarca quando foi elaborado o processo (foi o que eu entendi quando li a reportagem). Juristas devem trabalhar pela emoção também, pois quantas famílias não estão em desespero por causa dessa bandidagem? No final, o destino de um criminoso fica na interpretação de uma pessoa como se esta nunca estivesse errado na vida, e o pior que, sendo tomada uma decisão errada, é a sociedade quem paga pelo prejuízo, e somos nós quem pagamos esses juristas. Perdemos a guerra para os políticos corruptos, traficantes, pedófilos e nesse país as punições só terão peso igualitário quando criminosos influentes que se escondem por trás dos três poderes forem realmente condenados, ou seja, isso nunca irá acontecer.

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.