Órgãos

Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 11h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Estratégia

Instituições se unem em MT contra pedofilia

   O cerco contra crimes de pedofilia vão se fechar mais ainda em 2010. Nesta quarta (30), a Polícia Federal lançou um formulário em sua página para ajudar a agilizar as denúncias da população.  O delegado federal Cristiano Nascimento dos Santos revela que já instaurou cinco inquéritos para apurar crimes dessa natureza. Algumas entidades lançaram também políticas sociais, uma delas o “MT Contra a pedofilia”, encampado pela ong do mesmo nome e presidida pelo vereador várzea-grandense Toninho do Gloria (PV).

   O parlamentar diz que vai trabalhar temas para alertar e esclarecer a população sobre não só pedofilia, mas também acerca de aborto, infanticídio, drogas e prostituição infantil. “A jornada em sua 1ª edição em 2010 atenderá ao clamor da população que diariamente se depara com a notícia de crianças e adolescentes que são violentadas em Mato Grosso”. Um dos casos que o vereador destaca foi a prisão de um professor de música, acusado de abusar sexualmente dos seus alunos, menores de idade.

    A ideia da ong é demonstrar que o que falta não são apenas novas leis, mas principalmente a aplicação das já existentes, entre elas o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e mobilizar mais as câmaras municipais, conselhos tutelares e de direito para acompanhamento e implementação de políticas definidas no âmbito municipal, pois todas são implementadas no município ou estado. Quer organizar também uma rede de proteção nos municípios, realizar seminários com lideranças políticas, religiosas e com a sociedade em geral.

   Uma das iniciativas já foi colocada em prática pela Prefeitura de Várzea Grande, que sancionou projeto do próprio Toninho, instituindo a campanha de esclarecimento "Combate à Pedofilia em Várzea Grande". Para o parlamentar,  vítimas e suas famílias precisam ser mais assistidos pelo Município. Ele propôs cinco projetos que tratam desses crimes. Os principais são instituir a campanha de esclarecimento e estabelecer normas de atendimento em hospitais, com a previsão de instalações específicas com tratamento direcionado a crianças e adolescentes vítimas da pedofilia e normas de atendimento psicológico para estudantes da rede pública de ensino e também atendimento de grupo multidisciplinar.

   Na Assembleia Legislativa o crime também tem suporte de combate. O trabalho em conjunto com o Ministério Público é realizado pela Sala da Mulher, através do Comitê de Enfrentamento contra o Abuso Sexual da Criança e Adolescente. Conforme a presidente Janete Riva, em Mato Grosso ocorrem entre cinco e seis casos diariamente. A criação do Comitê se deu em razão do crime contra o menino Kaytto Guilherme do Nascimento Pinto, de 10 anos, morto em abril deste ano após ter sido violentado, em Cuiabá. Então a entidade decidiu lançar a campanha para fomentar denúncias dessa natureza. De lá para cá 24 cidades já participam da iniciativa.

   Números

    A  delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) registrou neste ano 964 boletins de ocorrência de abuso contra crianças e adolescentes. Para diminuir esse índice, a orientação é que a sociedade denuncie, através dos telefones gratuitos 100 e 197.

--------------------------------------------
Clique no play e veja a reportagem sobre pedofilia da TVCA nesta 4ª

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Carlos | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 09h34
    0
    0

    Luta em vão. De que adianta pegar pedófilo, por na cadeia se só vão ficar preso aqueles que não tem interesse político? Exemplo disso foi a decisão do STJ em que o Gilmar (de plantão) madou liberar um prefeito pedófilo do Amazonas simplesmente por erro de seu colega daquela comarca quando foi elaborado o processo (foi o que eu entendi quando li a reportagem). Juristas devem trabalhar pela emoção também, pois quantas famílias não estão em desespero por causa dessa bandidagem? No final, o destino de um criminoso fica na interpretação de uma pessoa como se esta nunca estivesse errado na vida, e o pior que, sendo tomada uma decisão errada, é a sociedade quem paga pelo prejuízo, e somos nós quem pagamos esses juristas. Perdemos a guerra para os políticos corruptos, traficantes, pedófilos e nesse país as punições só terão peso igualitário quando criminosos influentes que se escondem por trás dos três poderes forem realmente condenados, ou seja, isso nunca irá acontecer.

Políticos e prisões nos últimos 2 anos

gaspar lazzari 400 curtinha   Vários políticos, que exerceram mandatos eletivos, como de vereador, prefeito, deputado e de governador, foram em cana nos últimos dois anos em MT. Eis alguns deles com passagem pelo cárcere: ex-governador Silval Barbosa, ex-deputados José Riva, Mauro Savi e Gilmar Fabris e o hoje...

Contratos da MTI vão ser suspensos

kleber geraldino mti curtinha 400   O governador Mauro Mendes vai determinar que o presidente Kleber Geraldino Ramos dos Santos (foto) suspenda todos os contratos da Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - ex-Centro de Processamento de Dados do Estado), após ser informado de irregularidades em pelo menos dois...

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.