Órgãos

Domingo, 02 de Junho de 2019, 09h:02 | Atualizado: 02/06/2019, 19h:00

Estudo Atuarial

Massa de inativos do TCE custa R$ 6,1 mi por mês e gera deficit previdenciário - veja

selo previdencia

Com a atual alíquota de 11%, cobrada sobre o salário dos servidores ativos do Tribunal de Contas do Estado (TCE), mais os 11% que são recolhidos pelo próprio TCE como contrapartida, existe uma insuficiência de 11,5%, que equivale a cerca de R$ 700 mil mensais, que precisam ser retirados da fonte de custeio da Corte de Contas para suprir o pagamento dos benefícios de 203 aposentados e 52 pensionistas.

Os dados fazem parte do Estudo Atuarial realizado pela Consultoria Exacttus, encomendado pelo Mato Grosso Previdência (MT Prev), e que traz um raio-x do deficit atuarial dos Poderes e órgãos constitucionais.

“O custo normal adequado, que deveria ser praticado para cobrir a massa de assegurados do TCE é de 33,50%. A defasagem é de 11,50%”, constata o secretário de Controle Externo de Previdência do TCE, Eduardo Benjoino Ferraz. Se o TCE estivesse contribuindo, enquanto patronal, com 22%, o deficit seria de apenas 0,50%, conforme aponta o estudo. 

Rodinei Crescêncio

Quadro aposentados TCE-MT

Confira, acima, dados detalhados sobre como está a Previdência da Corte de Contas de Mato Grosso que hoje gasta R$ 6,1 milhões mensais com os inativos

Em um universo de 387 servidores ativos, o TCE, mantém uma folha salarial de R$ 9,8 milhões mensais, sendo que o menor salário é de R$ 6.326 mil e maior, R$ 33.763 mil. Já o número de aposentados soma 203 servidores, mais 52 pensionistas, que juntos custam R$ 6,1 milhões mensais. Entre os aposentados, o menor benefício é de R$ 5,5 mil e o maior é de R$ 33,7 mil. Já entre os pensionistas, o menor é R$ 4,9 mil, enquanto que o maior é R$ 33,7 mil. Entre inativos, TCE tem 255 servidores e pensionistas. 

TCE

Eduardo Benjoino Ferraz

Secretário de Controle Externo de Previdência, Eduardo Benjoino detalha como está setor

Com a atual perspectiva, o deficit atuarial do TCE é de R$ 1,4 bilhão, que representa 2,61% do total do Estado, fixado em R$ 57 bilhões.

“Hoje tem uma regra que impossibilita o aumento da alíquota do ente, que pode pagar no mínimo igual aos servidores e não pode superar o dobro da contribuição dos servidores. Hoje por mais que a gente queira, não teria como aumentar a alíquota. A reforma da Previdência vai acabar possibilitando isso, porque vai aumentar a alíquota dos servidores e, consequentemente, vai acabar aumentando a alíquota patronal”, explica Eduardo.

Assim como nos demais Poderes e órgãos que enfrentam o problema do deficit financeiro e atuarial previdenciário, as definições do planejamento a ser feito para resolver a situação ainda está sendo debatido no âmbito do Conselho Estadual da Previdência. Na prática, os Poderes e órgãos institucionais aguardam a reforma da Previdência, em tramite no Congresso, para que as soluções sejam encaminhadas na administração pública estadual.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • clara | Segunda-Feira, 03 de Junho de 2019, 09h28
    0
    0

    Uai mais esses inativos não estão mais na folha do estado(executivo) ?

  • walter liz | Domingo, 02 de Junho de 2019, 20h23
    3
    2

    O que é a menor pensão deveria ser a maior, teto do INSS, nenhuma aposentadoria do setor público paga com dinheiro público não pode ser maior que o Teto do INSS.

  • Kleber | Domingo, 02 de Junho de 2019, 16h37
    9
    1

    Lembrando que recentemente foram contratados, parentes de deputados, vergonhoso, e ainda, tem coragem de falar em não dá aumento aos servidores do executivo.

  • Eleitor | Domingo, 02 de Junho de 2019, 14h10
    10
    0

    ISTO É QUE É PRIVILEGIO OS CAMARADAS RECEBEM OS DUODÉCIMOS RIGOROSAMENTE EM DIA E GASTAM COM MORDIAS E ALTOS SALÁRIOS, E O EXECUTIVO QUE ESTA COM OS SALÁRIOS ATRASADOS, SEM PAGAMENTO DE RGA E DEVENDO AOS FORNECEDORES E AINDA TEM QUE PAGAR OS APOSENTADOS DESTE TRIBUNAL QUE É APENAS UM PESO PARA SOCIEDADE O PRESIDENTE DO BOLSONARO QUE FALA TANTO EM COMBATER PRIVILÉGIOS DEVERIA ACABAR COM OS TRIBUNAIS DE CONTAS DOS ESTADOS E DEIXAR APENAS O TCU O POVO NÃO AGUENTA MAIS PAGAR AS MORDOMIAS DESTE PESSOAL QUE NADA PRODUZ ALÉM DE APROVAR CONTAS IRREGULARES COM RESALVAS...

  • Pedro | Domingo, 02 de Junho de 2019, 12h08
    10
    1

    Em casa de ferreiro o espeto é de pau.

  • Adilson | Domingo, 02 de Junho de 2019, 09h41
    15
    0

    Altos salários e empreguismo sempre pontuou aquela corte. Compensa para o âmbito público uma instituição como essa?

Matéria(s) relacionada(s):

EP cita 4 pela força do MDB em Cuiabá

rafael bastos 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro disse neste sábado, no encontro do MDB, que acabou atraindo a presença de representantes de outros 12 partidos, que a agremiação emedebista foi construída e ganhou força e espaço na Capital graças aos filiados históricos Rafael...

Júlio, do DEM, vê boa gestão de EP

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), uma das lideranças históricas do DEM, foi "apertado" nesta sexta, em entrevista a Antero de Barros, na rádio Capital FM, especialmente sobre o fato do ex-governador e ex-senador demonstrar simpatia e apoiar a gestão do prefeito Emanuel, enquanto outros do partido...

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.