Órgãos

Quinta-Feira, 30 de Dezembro de 2010, 19h:54 | Atualizado: 31/12/2010, 07h:36

Rumo à Copa de 2014

Ônibus Rápido funcionará já em 2012, diz presidente da Agecopa


Projeto mostra como vão ficar as vias exclusivas para o transporte coletivo na Capital  

   Apesar das obras ainda nem terem sido licitadas, o presidente da Agecopa, Yenês Magalhães, afirmou que a implantação do novo sistema de transporte coletivo, o Bus Rapid Transit (BRT), ou "Ônibus Rápido", deve ser concluída em dois anos. A expectativa é que tudo fique pronto até dezembro de 2012, a tempo da escolha das sedes da Copa das Confederações, que será realizada em 2013 no Brasil. Das 12 cidades que receberão os jogos da Copa de 2014, apenas cinco serão selecionadas para o evento que deve funcionar como um pré-Mundial. "O sonho de qualquer cidade sede é sediar também a Copa das Confederações, porque é o momento de fazer um grande teste. Ela representa 10% do evento principal", explica Yenês.

   De acordo com o presidente, até o final de janeiro o projeto do BRT deve ser entregue para análise. Se tudo estiver dentro das determinações do Tribunal de Contas, a licitação será lançada em fevereiro. "Esse processo (de licitação) deve levar de 45 a 90 dias. Então, dentro da normalidade, no final de março ou início de abril começariam as obras do BRT", afirma Yenês, explicando que por se tratar de uma obra de alto custo pode haver uma grande concorrêcia entre as empresas que participarem da licitação, o que faria com que o processo se arrastasse por mais tempo.

   Yenês lembra ainda que as obras de mobilidade urbana, que incluem, além do BRT, as adaptações para o desbloqueio do trânsito de Cuiabá e Várzea Grande, dependem de outros cinco projetos que estão sob a responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), porque serão realizados em pontos em que as BRs 163, 364 e 070 passam dentro do perímetro urbano.

   Na avenida Fernando Correa da Costa haverá a construção de dois viadutos, o primeiro no local onde atualmente passa a ponte sobre o rio Coxipó e o segundo na frente da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Outra obra semelhante será implantada na rotatória que dá acesso à rodovia Palmiro Paes de Barros, acesso para Santo Antônio do Leverger. Já na avenida da FEB, em Várzea Grande, serão feitas trincheiras no ponto em que ela se encontra com a avenida Dom Orlando Chaves e no quilômetro zero.

   Para essas obras já foram disponibilizados R$ 364 milhões, mas os convênios para a execução ainda não foram assinados. O fato, no entanto, não preocupa o presidente. "Não é possível que a gente não consiga ainda mais tendo o Pagot como presidente do Dnit", pondera. Mesmo não considerando a possibilidade, Yenês revela que se o convênio não for firmado, o Governo do Estado terá que arcar com as obras para viabilizar a conclusão do BRT. "Se não fechar eu sei que vamos ter que cortar parte do nosso orçamento para fazer essas cinco obras, porque o BRT não funciona sem elas. Aí nós teriamos que fazer ajustes", explica.


Avenida Fernando Corrêa passará por reformulações para receber os locais de passagem dos ônibus

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Jeferson | Sexta-Feira, 04 de Março de 2011, 11h54
    0
    0

    Reclamar qdo é necessário e aplaudir qdo é devido, estou torcendo para que todas as obras saiam do papel e se tornem uma realidade. Cbá precisa desse progresso e nós como moradores necessitamos de tudo isso, devemos torcer para que tudo ocorra positivamente, para que possamos ter mais orgulho da nossa cidade verde.

  • jOSÉ DOURIGÓ | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 19h13
    0
    0

    ORA ORA BOM MUITO BOM RUFEM OS TAMBORES QUE IDÉIA GENIAL, tiraram a faixa deonibus da esquerda, onde a pessoa, ja nao tinha segurança no transito(com calçada ja não era seguro agora piorou) e vão quebrar tudo e botar canteiro central muito bem quem vai pagar a conta somos nós mesmo(trocaram 6 por 5 mais 1) xa por deus, GENIOS.

  • fernando | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 16h27
    0
    0

    espero que abram mas uma pista de cada lado do 9ºbec até a entrada indo para leverger...

  • mara | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 15h50
    0
    0

    vão ter que desapropriar mtas casas e comercios para colocar em pratica esse projeto, na fernando correa principalmente na ponte do coxipó até entrada para leverger ta quase imposssivel transitar....

  • MARQUES | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 15h36
    0
    0

    SÓ GAMBIARRA. CADÊ TUNEIS, VIADUTOS, PONTES, CALÇADÕES NA AREA CENTRAL E, NESSE, CHEGA DE NÃO FAZER VISANDO VENDA DE CARTÃO VERDE, CENTRO SÓ PRA ONIBUS E ONIBUS E SÓ GETULIO, PRAINHA, CEL ESCOLASTICO, PONCE E TREZE PRA RETORNO. VEICULOS SÓ AO ARREDORES EO POVO QUE FAÇA CAMINHADA, É SAUDE. VEICULOS SÓ DA BARÃO PRO CHOPÃO ACIMA, GAL VALLE PRO POÇÃO ACIMA, AV DON BOSCO SEMPRE A ESQUERDA PRO PORTO E AV MATO GROSSO PRO ARAÉS. NESSE MIOLO SÓ ANDANDO E EXCLUSIVO ONIBUS. ESTUDA-SE TRANSITO DE VEICULOS APENAS EM FINAIS DE SEMANA.

  • domicio | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 12h45
    0
    0

    se realmente forem colocadas em praticas as fotos ilustradas, sera um verdadeiro explosao de desenvolvimento no transporte urbano, estou torcendo para que aconteca.

  • joao | Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2010, 09h21
    0
    0

    Cuiaba Não Comporta Esses Veiculos Bi Articulados, E Nem Tem Condições Pra Isso, Pois Não É Uma Cidade Planejada. Suas Ruas E Avenidas Estreitas Não Dão Condição Pra Isso

  • ozeias marques | Quinta-Feira, 30 de Dezembro de 2010, 22h32
    0
    0

    isso não resolve o certo é metro esse coisa é lenta pergunte ao yenes quantos km faz por hora é dinheiro jogado fora

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.