Órgãos

Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 12h:36 | Atualizado: 09/02/2019, 12h:11

PATRIMÔNIO

Receita Federal apura suposta corrupção; Gilmar nega e pede providências ao STF

Reprodução

gilmar mendes

Ministro Gilmar Mendes é alvo de auditores fiscais por supostos focos de corrupção

Após auditores fiscais abrirem investigação contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e a esposa dele, Guiomar Mendes, para identificar supostos focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência, como revelado pela Coluna Radar, da Veja, nesta sexta (8), o ministro enviou ofício ao presidente do Supremo, Dias Toffoli, pedindo “providências urgentes” para apurar a iniciativa da Receita Federal.

Segundo informações da coluna da jornalista Mônica Bérgamo, na Folha de São Paulo, o ministro mato-grossense alega que não há “nenhum fato concreto” no procedimento da Receita Federal.

Por outro lado, os agentes afirmam, de forma genérica, que o “tráfico de influência normalmente se dá pelo julgamento de ações advocatícias de escritórios ligados ao contribuinte (Gilmar Mendes) ou seus parentes, onde o próprio magistrado ou um de seus pares facilita o julgamento”, expõe a Folha de S. Paulo.

Mendes rebate, no ofício, que os auditores da Receita fizeram ilações desprovidas de qualquer substrato fático, não apenas a ele, mas também em relação a todo o Poder Judiciário.

O ministro também informou a Toffoli que não recebeu nenhuma intimação referente ao procedimento fiscal e que não teve acesso ao teor do processo na Receita.

Gilmar Mendes ainda alega que os documentos vazados à imprensa deixariam claro que a investigação na Receita tem caráter criminal e que aparentemente isso “transborda o rol de atribuições dos servidores inominados”.

“O que causa enorme estranhamento e merece pronto repúdio é o abuso de poder por agentes públicos para fins escusos, concretizado por meio de uma estratégia deliberada de ataque reputacional a alvos pré-determinados”, declarou o ministro no ofício enviado a Toffoli.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • João da Costa | Segunda-Feira, 11 de Fevereiro de 2019, 11h06
    0
    0

    Conforme seu próprio voto sobre a matéria, o ministro diz que nenhum cidadão está imune as diligências dos auditores da RFB portanto, ele não deveria estar surpreso.

  • GILMAR DE PAULA | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 21h34
    3
    3

    Uéééééééééé´! Eu já estava começando a acreditar que só o Flávio Bolsonaro tinha feito "esquemas" envolvendo bens imóveis. A quem possa interessar: verifique a declaração dos bens imóveis declarados pelos políticos e vejam os valores.

  • Paulo | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 21h08
    5
    0

    Gilmar Mendes tá com medo do que sera? os outro pode ser investigado ne

  • joaoderondonopolis | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 18h08
    3
    0

    Qualquer cidadão pode ser investigado pela Receita Federal. Gilmar deve ter caído na "malha fina" não precisa de desespero se não deve nada.

  • NOE MONTEIRO DE BARROS | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 15h11
    0
    0

    NOE MONTEIRO DE BARROS, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Brasileiro | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 12h20
    5
    0

    EU SUGIRO QUEBRSR SIGILO E INVESTIGAR TODOS OS MINISTROS SEM EXCECAO. PORQUE SAO TODOS HONESTOS E NEMHUM TEM ESCRITORIO DE ADVOCACIA. ENTSO TUDO CERTO E TRANSPARENTE UAI

  • João Moessa de Lima | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 17h08
    10
    3

    Ministro Gilmar Mendes se não deves nada deixa investigarem VOSSA EXCELÊNCIA, pois com a investigação concretizada e nada confirmado fica mais fácil mostrar que os auditores não teriam razão alguma para investigá-lo aí ponha-os na cadeia, fica mais fácil e mais claro.

Matéria(s) relacionada(s):

Nininho, falta à sessão e justificativa

O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, contesta informação de que teria "amarelado" ao não comparecer à sessão ordinária da Assembleia, que resultou na aprovação da mensagem do governo sobre reinstituição dos incentivos fiscais, em primeira votação, pelo placar de 15 a 7. Em verdade, o parlamentar do PSD justificou oficialmente sua ausência. Explica que foi internado e, por orientação...

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

Adevair vai para PTB e quer ser vice

adevair cabral curtinha   O PTB, que hoje não tem um representante entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares, o presidente da Câmara Municipal Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral (foto). O curioso é que ambos chegam na legenda petebista...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.