Órgãos

Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 17h:52 | Atualizado: 23/10/2019, 18h:01

gestão

TCE garante direito de defesa e mantém Empresa Cuiabana de Saúde fora do HMC

Thiago Bergamasco

Joao Batista Camargo

O conselheiro interino João Batista Camargo durante sessão de julgamento do caso no TCE

O Pleno do Tribunal de Contas (TCE) negou recurso interposto pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que tentou revogar acórdão que homologou a suspensão dos procedimentos para a transferência da gestão do  novo Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá Dr. Leony Palma de Arruda (HMC) à Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP). A decisão foi proferida a partir do voto relator, conselheiro interino João Batista Camargo.

 No despacho,  João Batista considerou não ser procedente a alegação da defesa, de que houve violação ao princípio do contraditório e da ampla defesa. Isso porque, em 13 de dezembro de 2018, data da publicação do julgamento, foi oportunizado o prazo de 15 dias para que Emanuel se manifestasse. Depois disso, ainda foi dado prazo de 15 dias para manifestação da prefeitura em face do acórdão que homologou a cautelar e também foi deferido pedido de prorrogação de prazo solicitado pela defesa.

Em relação à alegação de que não houve oportunidade de defesa antes da concessão da medida cautelar, o conselheiro interno esclareceu não haver previsão legal atestando a necessidade de abertura de defesa antes da análise e concessão ou não de medidas cautelares  em situações que necessitam do caráter urgente dessas medidas.

"O que o Regimento Interno deste Tribunal prevê no Artigo 302-A é a abertura de da possibilidade de manifestação dos interessados após a homologação da medida cautelar pelo Tribunal Pleno", registrou o conselheiro relator no voto.

"Por derradeiro, não restou demonstrado qualquer prejuízo à defesa que possa ensejar a mácula dos procedimentos processuais desenvolvidos até este momento, até mesmo porque ainda que tenha havido manifestação prévia do interessado, haverá ainda a oportunidade de manifestação diferida acerca da concessão dessa cautelar", firmou entendimento o conselheiro relator, cujo voto foi aprovado pela unanimidade do Pleno na sessão ordinária dessa terça  (22).  

 Prefeito repudiou

Quando a transferência foi suspensa, em dezembro do ano passado, Emanuel repudiou a decisão do TCE. Na ocasião, declarou não aceitar a medida a anunciou a imediata judicialização (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Sindal e a traição por alíquota de 14%

jovanildo antonio sindal curtinha 400   Jovanildo Antonio da Silva (foto), presidente do Sindal que já tem uma atuação pífia, agora está levando porrete de todo lado dos servidores da Assembleia. É que, ao invés de sair em defesa da categoria e se manifestar contra o projeto do governo de elevar a...

2ª suplente de Selma amarga 2 perdas

clerie fabiana curtinha 400   Clérie Fabiana Mendes (foto), que surgiu do nada na vida pública e ganhou notoriedade como 2ª suplente da senadora Selma Arruda, vai perder duas vezes. Primeiro, ficará sem o cargo eletivo, por causa da cassação da chapa, encabeçada por Selma, por caixa 2. Segundo,...

Após aprontar, Abílio pede desculpas

juca do guaran� curtinha 400   Acuado, Abílio Brunini (PSC) recorreu agora a uma outra estratégia na esperança de escapar da cassação do mandato, depois de tanto aprontar, com denúncias sem provas, constrangimento, brigas, manipulação e ataques a diversas pessoas. Da...

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.