Órgãos

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 12h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Concurso

Unemat deve entregar imagens da fraude ao MP em 48 horas

Reitor da Unemat, Taisir Karim   O Ministério Público do Estado (MPE) deu 48 horas de prazo ao reitor da Unemat, Taisir Karim, para que entregue as  imagens captadas no núcleo da Covest, durante o processo de elaboração, correção e manuseio dos cadernos de prova do concurso público do Estado, fraudado por servidoras da instituição em 22 de novembro. Esta é a terceira vez que o MP faz a solicitação e, se novamente não for atendido, pretende apelar ao Tribunal de Justiça para garantir o acesso ao material.

  Nesta quinta (14) completam 35 dias que o governador Blairo Maggi divulgou a comprovação da fraude. Mas, as imagens já vinham sendo solicitadas desde novembro, por meio da Promotoria de Justiça de Cáceres. Procurada, a assessoria da Unemat informou que até o momento, Karim ainda não deu nenhuma resposta se vai atender ao pedido e nem por que não o fez até o momento. 

   De acordo com os promotores de Justiça que investigam as denúncias de vazamento de informações do concurso, Samuel Frungilo e Januária Dorilêo Bulhões, o reitor tem se negado a encaminhar as imagens. Segundo os representantes do MP, a Promotoria de Justiça de Cáceres depende das imagens para concluir o procedimento investigatório e oferecer a denúncia contra os servidores acusados de envolvimento nas fraudes.

   Eles divulgaram que as justificativas apresentadas pela Unemat para não apresentar as imagens são totalmente descabidas, mesmo diante do aviso no documento enviado ao reitor de que o “não atendimento ao pedido do MP configura a prática de crime de desobediência, obstruindo e atrasando a conclusão das investigações”. Portanto, se houver uma terceira negativa por parte de Karim configurará nova e reiterada prática do crime de desobediência. Cópias dos autos já estão com a Promotoria de Justiça que atua junto aos Juizados Especiais para a adoção das providências que o caso requer.

   O vazamento de informação no concurso público realizado pela Unemat e cancelado no dia 22 de novembro foi comprovado por meio de perícia técnica realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), em parceria com a Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado de Mato Grosso (Politec).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • bassos | Sábado, 16 de Janeiro de 2010, 00h11
    0
    0

    É UMA VERGONHA O QUE ESSE CIDADÃO TA FAZENDO. UMA VERGONHA PARA MT TER UMA CARA DESSE COMO GESTOR DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO. ELE E SUA EQUIPE FEZ AS PESSOAS QUE TRABALHARAM DE FISCAL, COODERNADOR ETC.... ASSINAREM RECIBOS, DIZENDO QUE SÓ IRIA PAGAR PÓS ASSINATURA, E TODO MUNDO ASSINOU. E JA SE PASSARAM MAIS DE 40 DIAS E NADA DE PAGAMENTO. OU SEJA TODO MUNDO ASSINOU E NÃO RECEBEU, E NEM IRA RECEBER POIS UMA VEZ QUE OS RECIBOS JA ESTÃO ASSINADOS. GENTE A JUSTIÇA DE DEUS TARDA MAIS NÃO FALHA CUIDADO VOCES QUE ESTÃO OPRIMINDO A CLASSE MENOS FOVORECIDA. VOCES TEM QUE LER MAIS A BIBLIA. ROMILSON NÃO TO OFENDENDO NINGUEM. PUBLICA AI O MEU COMENTARIO. FAZENDO FAVOR POIS CONFIAMOS NO SEU VEICULO DE COMUNICAÇAÕ OBRIGADO E SUCESSO.

  • leonardo da silva | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 12h38
    0
    0

    leonardo da silva, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rafael Zanelato | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 11h56
    0
    0

    Caros leitores, crime de desobediência ja se tornou uma prática comum por parte deste reitor, ele ja responde processos por crime de desobediência por se negar a ceder informações a comissão de educação do estado composta por membros da Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso. O que nos leva a acreditar que existe realmente uma terra sem lei, onde coronéis costas quentes mandam e desmandam favorecendo a corrupção e a ilegalidade. Acho que o MP deveria sim começar a cumprir ou expedir uns mandados de prisão e começar a dar medo nesse povo que se esconde atraz de mesas e fazem da nossa Universidade do Estado de Mato Grosso "UNEMAT" motivo de chacota ou sinonimo de incompetencia.

  • Joana Sperotto | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h29
    0
    0

    Estão tentando de todas as formas protelar a demissão da Geysa Atala e suas duas cumplices. graças ao RD NEWS que não se curva diante de ameças o povo sabe o que se passa e o que se passou com a UNEMAT. Enquanto dezenas de milhares de pessoas estão totalmente prejudicas, a Geysa Atala se encontra no litoral da Bahia usufruindo de dividendos que os pobres mortais não tem. Mato Grosso não se calará se não houver uma punição exemplar a essas tres pessimas pessoas que elamearam a moral do nosso estado em todo Brasil

  • alcy silva | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 15h53
    0
    0

    Olá romilson depois de tres meses ausente deste forum do RDNEWS, to de volta, me assusta sobremaneira a arrogancia do reitor em querer peitar o MP. Pior que acaba dando trela até a Rosa Palmeron - devidamente censurada - essa Rosa Palmeron sabe de coisas romilson, ocorre que ela é meio agressiva nas suas colocações. Mas de qualquer forma parabéns um exelente trabalho a vc e sua equipe e a todos os participantes deste forum, que a exemplo de Marcos, Rosa palmeron, Célio, Adriano , Coutinho precisam debater profundamente a Unemat. E esse concurso deu a chance da sociedade conhecer os meandros dessa universidade.

  • Rosa Palmeron | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 15h10
    0
    0

    Rosa Palmeron, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Marcos | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 12h55
    0
    0

    Nada mais normal em se tratando desse reitorzinho que tanto envergonha Cáceres. Quem acompanha os 7 anos de gestão Taisir sabe muito bem que ele não costuma seguir as leis, o MP teve muito trabalho com ele, pois somente judicialmente é possível ter acesso a dados que toda a sociedade deveria saber. Taisir segue a risca a cartilha dos seus padrinhos políticos Pedro Henry, Blairo Maggi e José Riva, que trio hein!!!

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.