PARTIDO

Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 09h:30 | Atualizado: 10/10/2019, 16h:39

ARTICULAÇÃO

Apesar de crise no núcleo do PSL, Barbudo crê que Bolsonaro deve ficar no partido

JLSiqueira

Nelson Barbudo

Nelson Barbudo diz que tem se mantido neutro sobre as coisas que acontecem em Brasília

O deputado federal e presidente do PSL em Mato Grosso, Nelson Barbudo, disse apostar na permanência do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no partido, apesar da crise instalada com o setor ligado a Luciano Bivar, presidente nacional da sigla. O atrito teve início com uma fala de Bolsonaro a um apoiador, na saída da residência presidencial, para “esquecer o PSL” e que Bivar “está queimado para caramba”.

Pelo menos 15 deputados federais filiados ao partido estariam articulando a ida do grupo a uma nova sigla. A situação jurídica ainda é estudada, pois no caso dos deputados é possível que o PSL peça a cassação do mandato em caso de desfiliação. Para senadores, há possibilidade de troca sem perda do mandato - três articulam a saída.

“Eu me mantenho neutro sobre as coisas que estão acontecendo aqui em Brasília, tendo em vista que eu não fui procurado pelo Bolsonaro. E quero te adiantar uma coisa: eu quero pagar para ver o Bolsonaro sair do PSL, eu quero pagar para ver. Hoje, os ânimos se acalmaram, o Antagonista publicou que o Bolsonaro não sai do PSL, só se for expulso, porque o Bolsonaro é simplesmente um filiado do PSL, entende? Ele não é o dono do partido”, disse Barbudo ao .

Eu quero pagar para ver o Bolsonaro sair do PSL, eu quero pagar para ver

Nelson Barbudo

Bivar é relacionado ao esquema de candidaturas laranja em Minas Gerais, onde o PSL destinou recursos do fundo eleitoral a candidatas mulheres que não fizeram campanha. A estratégia teria sido utilizada para desviar recursos do fundo, que é constituído com dinheiro público. Em Pernambuco, Estado de Bivar, pelo menos uma candidatura feminina também é investigada pelo mesmo tipo de esquema.

“Eu estou bem com o Bolsonaro, como sempre, eu estou bem com o governo, eu não estou em crise, eu não assinei lista nenhuma de apoio ou desapoio ao Bolsonaro, eu mantenho a minha postura de amigo do presidente, apoiador do presidente. E eu mantenho a minha postura de amigo e correligionário do Bivar, não tenho problema com o Luciano Bivar, do PSL”, destacou Barbudo.

O deputado relativizou a fala de Bolsonaro e disse haver “interpretação dúbia”. Para ele, o presidente simplesmente teria evitado emprestar apoio a um possível candidato a vereador que ele sequer conhece. E reiterou: “se fosse na bolsa de apostas, eu apostaria minhas fichas que o Bolsonaro não sai”.

“Agora, "você acompanha o Bolsonaro para onde ele for?" Vamos analisar. Ele não foi. É igual o caso da Selma... “o senhor é candidato a senador?”. Eu não sou, a mulher não foi cassada. Ele (Bolsonaro) não saiu do PSL, está muito adiantada a ordem das coisas. Estou aguardando para tomar as decisões, para mim até agora não mudou nada”, avaliou.

Barbudo ainda ressaltou ter boa relação com ministros como Thereza Cristina (Agricultura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente) e que em Mato Grosso o PSL tem atualmente 100 comissões provisórias formadas e 26 em formação, como preparação para as eleições do ano que vem. “Não tenho porquê entrar no meio de uma crise partidária”.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Thales Marino | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 10h58
    2
    0

    Partido Sociopata Lunático. Como diza minha Vó : " O mal se destrói por si só ! "

  • Thales Marino | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 07h42
    5
    1

    O PSL já se mostrou pro país todo. Laranjas e mais Laranjas....Se mostrou tão pior quanto qualquer outro partido. Só quer dinheiro, dinheiro e mais dinheiro......Falou em fundo partidário, é o maior Laranjal do mundo. Trouxa, foi quem acreditou nos discursos de todos deste partido. No MT, uma ex juíza, que era pra ser exemplo, foi exemplo de fazer coisa errada, mudou de partido, mas tá lá , no seu histórico político, EX PSL! Não dá para apagar isso. E o Bozo, mais uma vez será usado, provavelmente pelo DEM.

  • Apolinário Usknov | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 17h28
    2
    2

    Esse ai tá ruim de crença, afinal ele também tinha a mesma convicção em relação a Sen Selma e viu no que deu?

  • Marcio | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 17h22
    3
    1

    Acho que, pelo carinho, devem afundar abraçados..na fidelidade!

  • Benedita da Silva | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 16h30
    4
    1

    O money, dindim, bufunfa, fica com o partido, os congressistas se quiserem vazar podem ir, podem perder o mandato, o cacique Bivar é quem manda. E agora barbudo?

  • Xai | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 15h51
    3
    1

    Ele também "cria" que a coleguinha não ia sair e, "poft!", deu no que deu. A questão depende das "oportunidades" oferecidas por cada partido. Infelizmente "fidelidade" partidária não mais existe, se é que já existiu. Falam mais alto os interesses de cada um, e não os coletivos, principalmente se forem aqueles do povo. Acorda, Brasil!

Matéria(s) relacionada(s):

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

PP não quer se desgrudar do prefeito

vanderlucio 400 curtinha   O PP de Cuiabá está mergulhado na gestão Emanuel Pinheiro, inclusive, comandando três secretarias com Vanderlúcio Rodrigues (foto), de Obras Públicas e que preside a legenda na Capital, Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo) e Débora Marques (Agricultura, Trabalho e...

1º projeto beneficia a Grande Cáceres

leonardo 400 curtinha   O deputado Leonardo (foto) conseguiu aprovação de um projeto na Câmara Federal que amplia prazo sobre registro de imóveis na fronteira, beneficiando a região Oeste, especialmente Cáceres, que faz fronteira com a Bolívia. A matéria agora segue para o Senado. A...

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.