PARTIDO

Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Desastre

Governo do Haiti diz que mortos por tremor podem chegar a 140 mil

   O governo do Haiti afirmou hoje estimar em 140 mil o total de pessoas mortas no terremoto que atingiu o país na terça-feira (12) e deixou a capital Porto Príncipe virtualmente arrasada. Entre estes mortos, 40 mil já teriam sido enterrados, ainda segundo as autoridades haitianas. O secretário de Estado para Segurança Pública, Aramick Louis, disse à agência de notícias Reuters que grupos armados estão tomando as ruas e que o governo teme um aumento da violência nos próximos dias, em decorrência da crescente escassez de água e de alimentos.

   As estimativas de vítimas do terremoto de terça-feira ainda são muito incertas. A Organização Pan-Americana de Saúde, ligada à ONU (Organização das Nações Unidas), disse nesta sexta-feira que o terremoto pode ter matado entre 50 mil e 100 mil pessoas. Ontem, a Cruz Vermelha no Haiti havia estimado o total "entre 45 mil e 50 mil", e o presidente, René Préval, havia confirmado o encontro e enterro de 7.000 corpos.

   O terremoto, que alcançou magnitude 7, segundo medição do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), devastou muitos prédios da capital Porto Príncipe --incluindo o Palácio Presidencial e a casa do presidente, René Préval.

   Entre os brasileiros, o Comando do Exército confirma a morte de 14 militares da Minustah, a missão de paz da ONU (Organização das Nações Unidas) no Haiti, da qual fazem parte 1.266 militares brasileiros. Outros quatro estão desaparecidos sob escombros do Hotel Cristopher, a base da ONU em Porto Príncipe, que ficou destruído. Mais quatro militares brasileiros estão desaparecidos, conforme informações oficiais, além do representante especial adjunto da ONU no Haiti, o brasileiro Luiz Carlos da Costa, que estaria soterrado e cuja morte foi dada como certa pelo ministro da Defesa brasileiro, Nelson Jobim.

   Os corpos dos militares brasileiros deverão chegar ao Brasil neste domingo (17). A demora ocorre pois é preciso, antes do embarque, submetê-los a uma necropsia para expedição de um atestado de óbito. Depois, os corpos ainda devem ser preparados e colocados em urnas lacradas. "Estamos tentando acelerar este processo. [...] Já é um processo demorado e fica ainda mais na situação em que está o Haiti", disse o general brasileiro Eduardo Wizniewsky, comandante da 2ª região militar.

   A lista de vítimas brasileiras inclui também a médica pediatra e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns. Ela estava em Porto Príncipe para uma missão humanitária e faria uma palestra nesta quarta-feira (13). Segundo Rubens Arns Neumann, um dos filhos de Zilda, ela estava discursando em uma igreja no momento do terremoto.

   O corpo da médica é velado no Palácio das Araucárias, sede oficial do governo do Paraná, hoje. O enterro será amanhã, no Cemitério da Água Verde, em Curitiba. (Da Folha Online - Da Reuters)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...