PARTIDO

Terça-Feira, 15 de Fevereiro de 2011, 19h:52 | Atualizado: 16/02/2011, 07h:21

Articulação

Grupo discute marcação contra Silval e quer mobilização popular

   A pauta de discussão da reunião entre líderes que fazem oposição ao governo Silval Barbosa, realizada nesta segunda (14) no escritório do senador Pedro Taques, traz tópicos no mínimo polêmicos. Num papel sulfite "esquecido" sobre a mesa, ao lado de um telefone celular, foram anotados à mão os itens discutidos durante o encontro, que reuniu Thelma de Oliveira (PSDB), Percival Muniz (PPS), Eduardo Moura (PPS), Nilson Leitão (PSDB) e Aluizio Leite (PV).

   Embora eles não tenham divulgado o que seria discutido no encontro, a pauta traz temas curiosos, especialmente o de número 4. Nele, o bloco de oposição que tenta construir unidade em torno do PSDB, DEM e PTB, destaca a importância de manter uma "marcação cerrada" em cima do governador. "Acompanhamento das ações contra Silval no TRE e mobilizar a sociedade", diz trecho da pauta.

   A ideia do grupo seria causar alvoroço, na tentativa de enfraquecer o peemedebista diante da sociedade, que o elegeu logo no primeiro turno das eleições do ano passado. Ele venceu o empresário Mauro Mendes (PSB), ligado ao grupo, além do ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB).

   Silval estaria na "corda bamba" após ter tido as contas de campanha analisadas pelo TRE. Ele teria realizado saques na boca do caixa, os chamados cheques guarda-chuva, cujo valores foram utilizados para pagamento de cabos eleitorais. Nesta segunda mesmo, porém, as contas foram aprovadas por maioria de 5 votos a um. No decorrer da campanha eleitoral e depois do pleito, Silval foi alvo de denúncias, sendo a maior delas sobre suposto abuso de poder econômico e compra de votos. Sem comprovação de irregularidade, as ações são arquivadas pelo TRE.


Papel lista tópicos que foram debatidos durante a reunião entre lideranças do PSDB, PPS, PV e PDT

   Juntos, os partidos que não fazem parte da base do governo estadual, discutem a possibilidade de formar um "blocão" da oposição, que atue de forma independente para a construção de um projeto para a próxima eleição municipal. Embora o grupo concentre lideranças de todo o Estado, ainda não foram definidos nomes para disputar o cargo de prefeito.

   Apesar de iniciarem as costuras políticas para a sucessão das prefeituras, as lideranças avisam que ainda é muito cedo para se falar em nomes. A ideia é que os debates ocorram com todas as siglas para que ninguém seja desprestigiado. Mesmo assim, Oscar Bezerra (PSB) é cotado para Juara, Mendes para Cuiabá e Percival Muniz (PPS) para Rondonópolis. A intenção é trabalhar a estruturação dos diretórios regionais e municipais das legendas com vistas a lançar candidatos a prefeito e vereador na maior parcela possível dos 141 municípios de Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • Juan Pablo | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 10h06
    0
    0

    Acompanhamento das ações contra Silval no TRE e mobilizar a sociedade, é isso mesmo que a oposição tem que fazer... Afinal a oposição serve para que? Se não para fiscalizar os governantes e acompanhar as promessas de campanha. Só para refrescar a memória: 1- Construção de 120 UPAS 2- Investir mais de 12% das receitas próprias do Estado em Saúde 3- Curso de Medicina na UNEMAT 4- Implantar o Hospital Estadual da Criança. 5- Criar a Fábrica Mato-grossense de Medicamentos

  • Arcendino Cuiabano | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 09h48
    0
    0

    Pela cor da camisa que aparece na foto esse papel, aparentemente, esta na frente do lider do PV, aí eu pergunto: Quem dessa mesa aí ganhou as eleições? Se o senador não abrir o olho, esse povo que pegou o batomuche desde antes do falecimento de seu lider maior (DMO) vão fazer o senador ser mais um "politiqueiro" e não justiceiro (fiscal do povo) como pensavámos que seria quando o elegemos. Saí dessa vida xô mano, se não até ocê que sempre adimiramos vai começar a entrar no pau do guatambú que vai até corcoveá....

  • Laura Carvalho | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 09h35
    0
    0

    A ampliação do Movimento Mato Grosso Muito Mais, deve acontecer pelo bem do povo mato-grossense, pois um governo sem uma oposição forte, multiplica-se a corrupção e o descaso com a população... A oposição precisa fiscalizar melhor o governo!!!!

  • Renato | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 09h18
    0
    0

    É isso aí Pedro Taques!!!! A união faz a força, a oposição tem que se unir para fazer frente a esse grupo que esta no poder, Já dizia Cézar: Dividir e Conquistar! É isso que os governistas querem uma oposição fraca dividida, eles não querem a expansão do Movimento Mato Grosso Muito Mais...

  • NATÃNAEL SGUAREZI | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 08h18
    0
    0

    Que coisa... A verdade dos fatos é a seguinte " A LINGUA É O CICOTE DO CORPO..." O Dr. Pedro Taque que se auto intitula SUPERIOR, acima de tudo e de todos, agora vem com essa mesma politica suja, vergonhosa, que tirou do poder esta corja que agora o nobre senador faz questão de se aliar tudo pra que? para mais e mais poder, ganancia pura e desmedida, Senador vc foi eleito pela população de mato grosso, para defender principalmente os INTERRESES DE MATO GROSSO e não os PROPRIOS INTERRESES PESSOAIS E ELEITORAIS, vamos trabalhar, cade as propostas para mato grosso ficar MUITO MAIS... KKKK FALACIAS, PALAVARAS AO VENDO, até agora só vi discusos politicos eleitoreiro apenas para aparecer da midia, e as propostas para nosso estado? cada a preocupação com a segurança, saude, educação da população? E vejamosé muito mais importante colocar nas ruas pessoas carentes em trocas quem sabe se cestas basicas, para afrontar, desestabilizar o governo estadual que pelo menos esta tentando organizar mais o estado, a copa esta bem ai e a visão de vcs apenas em seus proprios umbigos. Cuiadado até as COBRAS criada em casa pode nos atacar imagine as de fora...... AO TRABALHO BANDO....

  • joaobtoll | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 07h48
    0
    0

    Parabéns Dr. e Senador da República PEDRO TAQUES, é assim que o Sr. Vai usar o podre que o povo de Mato Grosso lhe concedeu, ao invés de ir trabalhar por nosso Estado, vai fazer bloquinho para tentar atrapalhar a administração do Gov. Silval Barbosa. Se o Senhor acha que não esta boa a administração, por que não vai ajudar ao invés de atrapalhar, o Dr. Deve lembrar-se do provérbio “QUAM NÃO AJUDA, NÃO ATRAPALHA” não se esqueça que o grande bloco popular também esta de olho em Vossa Excelência.

  • Erica Nogueira | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 07h18
    0
    0

    Por isso que nuncam chegam lá, em vez de trabalha ficam só tentando derrubar quem está trabalhando por MT, VAMOS TRABALHAR MEU POVO, VCS FORAM ELEITOS PRA ISSO

  • nei | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 06h03
    0
    0

    Esse "bando" tem q mostrar propostas boas p/nosso estado, trabalhar, não ficar sòmente com dor de cotovelo por ter perdido nas urnas no 1º turno para um CIDADÃO trabalhador como o Sr. Silval, oposição com trabalho é louvável, mas pecuinha com dor de corno é muito feio. Vão trabalhar, o estado precisa de vcs!!!

  • Evandro | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 06h00
    0
    0

    Realmente esse tal de Taques e o salvador da Patria mesmo, se aliou bem, para fazer oposição ao governo, só com pessoas que nunca tiveram seus nomes envolvidos com nenhum escandalos na politica. Esta na hora de unirmos forças e fazermos uma administração boa para deixar o povo de MT orgulhoso de ser daqui.

  • Mario Quis Dá | Quarta-Feira, 16 de Fevereiro de 2011, 02h29
    0
    0

    TUDO DE RUIM QUE ACONTECEU NESSE ULTMOS 8 ANOS EM MT É CULPA DO BLAIRO MAGGI,POREM NÃO É SÓ ELE O CULPADO,SÃO RÉU TAMBEM ESSA LEVA DE PUXA-SACOS QUE OCUPARAM CARGOS E SE ENRIQUECERAM,EX: PERCIVAL FOI UNS DOS PILARES DE SUSTENTAÇÃO DO GOVERNO MAGGI,SUA ESPOSA FOI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO,DE PÉSSIMA QUALIDADE DIGA-SE DE PASSAGEM,MAURO MENDES ALEM DE PUXAR SACO FOI UM GRANDE BENEFICIADO DO GOVERNO MAGGI,ALEM DE TER SIDO BANCADO POR BLAIRO,LEIA-SE ESTADO DE MATO GROSSO,PRA PREFEITO DE CUIABA,TENDO COMO COORDENADOR SILVAL E APOIO FINANCEIRO DE RIVA,PIVETTA LAEM DE INCENTIVO É OUXA SACO DE BLAIRO,O PV TEVE VARIOS CARGOS NO GOVERNO DE BLAIRO,CARGUINHOS NA VERDADE,DO TAMANHO DA IMPORTANCIA DE SUAS LIDERANÇAS,TIPO SUPERITENDENTE DO ARQUIVO PÚLBLICO. ENTÃO QUE OPOSIÇÃO É ESSA? TÃO DE SACANAGEM COM A GENTE? QUEM NÃO SABE DA LIGAÇÃO MAURO CARVALHO/PAGOT.MAURO MENDES? PIVETTA~ERAÍ MAGGI? EDUARDO MOURA É O PROCESSO DA QUEBRA DO BANCO NO RIO DE JANEIRO? PIVETTA/COOPERLUCAS? PERCIVAL E AS MEGAS FAZENDAS NO ARAGUAIA? PIVETTA/MAURO MENDES/INCETIVO? SONEGAÇÃO?

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...