PARTIDO

Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Repercussão

Índios realizam manifestação em frente à Funai em Brasília contra decreto de Lula

   Cerca de 300 índios realizam desde ontem pela manhã uma manifestação em frente à sede da Funai (Fundação Nacional do Índio), em Brasília. Eles protestam contra o decreto 7.056, assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 28 de dezembro, que reestrutura o funcionamento da entidade.

   Segundo a segurança do prédio, não há expediente no local porque os manifestantes estão impedindo a entrada de funcionários. Eles pedem a renúncia do presidente do órgão, Márcio Meira, e querem uma audiência com o presidente Lula e o ministro Tarso Genro (Justiça).

   Alguns índios potiguara passaram a noite em frente ao prédio. Eles reclamam do possível fechamento da administração regional da Funai de João Pessoa. De acordo com os manifestantes, a Funai quer que os índios assistidos pela administração pernambucana --terceira maior população de índios do Brasil-- passem a ser atendidos pelas unidades de Fortaleza, Maceió e Paulo Afonso.

   Entretanto, a assessoria da Funai disse na quarta-feira passada que está havendo um erro de interpretação. Segundo a fundação, a unidade em Pernambuco não será fechada, mas reestruturada e passará a ser uma coordenação técnica.

   Índios e funcionários reclamam que não foram consultados sobre o documento proposto por Márcio Meira e assinado por Lula, conforme prevê a convenção 169 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) sobre Povos Indígenas e Tribais.

   A Folha Online apurou que não houve reunião entre os funcionários de Pernambuco, e que o decreto pegou todos de surpresa. Os funcionários questionam principalmente o fato de Pernambuco depender da Funai de Fortaleza.

   Segundo a Funai, na nova estrutura haverá 36 coordenações regionais, que são as unidades administrativas, localizadas em áreas estratégicas, considerando o aspecto da gestão territorial.

   Essas coordenações regionais teriam os quadros ampliados, tanto em nível administrativo quanto técnico. Em 2010, a ideia, ainda de acordo com a assessoria da Funai, é contratar 425 servidores, chegando ao total de 3.100 novos funcionários contratados em 2012. (Folha Online)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.